Ore

Texto bíblico: “Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”. (Mt 6:6)

Já estamos em Dezembro – um novo ano se aproxima e é muito provável que você já esteja fazendo planos, projetos e acordos com você mesma, os quais pretende cumprir em 2018. Certamente, muitas decisões terão de ser tomadas ao longo deste novo ano, inclusive a respeito dos seus planos. E como você pensa em tomar tais decisões?

É comum termos dificuldade de tomar decisões, principalmente porque teremos que lidar com as consequências delas. Gostaríamos de ter uma “fórmula mágica” com a resposta correta. Muitas de nós buscam a Deus quando precisam decidir sobre algo importante (ou até sobre o que não é tão importantes assim!).

Até aqui tudo bem, devemos mesmo buscar saber qual é a vontade de Deus e nos esforçar para tomar decisões nessa direção. Mas, o que não podemos fazer é orar para que Deus conceda a nossa vontade, tentando “mover o coração de Deus” na direção que nós queremos ir, como que tentando fazer Ele sentir pena de nós e nos conceder o que queremos.

A oração não é recurso para convencer Deus a fazer nossa vontade! A oração é uma rendição da nossa vontade à vontade de Deus. Orar em busca da vontade de Deus, com a real intenção de cumprir essa vontade, é demonstração de total confiança no Pai!

É na oração que nossas culpas são perdoadas, nossas feridas saradas, a ansiedade se transforma em paz, a angústia se dissipa e o perfeito amor lança fora todo o medo (1 Jo 4:18). A Bíblia fala algo tão lindo a respeito da oração, ela diz que as orações do povo de Deus são guardadas em taças de ouro e, no fim dos tempos, todas as nossas orações subirão como incenso a Deus (Ap 5:8). Eu amo pensar que cada uma das minhas orações estará nessa taça, diante do trono de Deus!!

Orar é falar com Deus absolutamente TUDO o que está no coração. E nem sempre, ou talvez até posso dizer que poucas vezes, teremos uma resposta específica do Senhor para as decisões que temos de tomar. Não é todo dia que ouvimos a voz de Deus dizendo “vá por aqui”, “faça isso ou aquilo”. No entanto, ainda que Ele não responda tudo o que gostaríamos de saber e ainda que muitas vezes tenhamos que tomar decisões por nossa própria conta e risco, não podemos deixar de viver momentos preciosos na presença de Deus, a sós com Ele…

Essa recompensa que Jesus fala em Mateus 6.6 pode vir no futuro, no dia do juízo final, mas também é sentida imediatamente. Que recompensa melhor podemos ter do que saber que Deus, o Todo-Poderoso, nos ouve e nos vê? E essa maravilhosa presença que podemos sentir no quarto em oração, nos preenche daquilo que mais precisamos: a verdadeira paz e a certeza do amor incondicional de Deus por nós.

Eu sei… orar não é tão simples assim, é preciso persistência e paciência para desenvolver esse relacionamento íntimo com o amado das nossas almas. Mas vale muito a pena!! Só de saber que Deus está conosco, já temos coragem de enfrentar qualquer coisa.

Meu sincero desejo que é neste novo ano que já já vai chegar você ore mais do que nunca! Que você tenha persistência em buscar a vontade de Deus e se permita ter um relacionamento mais profundo do que você jamais teve com Ele! Que o Espírito Santo, que pede a Deus em nosso favor quando nos faltam forças (Rm 8:26), nos encha do seu fruto e nos ajude a buscar a Deus em oração para sermos transformadas e terminar 2018 muito melhores do que estamos terminando 2017!

 

(Visited 103 times, 1 visits today)
Posted in Edificadas, Série Devocional FéMenina.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)