eu-uma-discipuladora

Eu – uma discipuladora?

Ter uma discipuladora é como ter uma professora que ensina a matéria mais importante da vida – só que fora da sala de aula. Alguém que ensina, que é divertida, que é séria quando precisa ser, que está perto para nos ouvir quando mais precisamos. É alguém que ensina a Bíblia, ensina princípios, dá conselhos, oferece os ouvidos e acima de tudo ensina sobre Jesus. Você já tem alguém assim?

Ao longo de sua vida, provavelmente, você terá muitas discipuladoras e poderá ser discipuladora de muitas meninas também. Por isso, preste atenção em duas coisas importantes na hora de seguir os passos de alguém:

1. Ela ama a Deus?

Amar a Deus de todo o coração é indispensável para poder falar sobre Ele. “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento” (Mateus 22:37).

2. Ela busca aprender e parecer-se com Jesus?

Quando você pensa em alguém para seguir os passos, aprender, sempre precisa ficar atenta se esta pessoa se parece com Jesus, se é amável, bondosa, paciente, fiel, etc. “Aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas” (Mateus 11:29).

É muito bom ter alguém por perto para abrir o coração e ser ensinado, pois nem sempre estamos fazendo aquilo que agrada a Deus e precisamos de correção. Nem sempre estamos super felizes e precisamos de abraços bem apertados de pessoas que amam a Jesus.

Ter uma discipuladora é ter alguém para aprender tudo o que puder para poder começar a aventura do telefone sem fio. Opa! Deixe, eu te explicar melhor sobre isso. Eu tenho quase certeza que você já brincou de telefone sem fio. Estou certa? Nesta brincadeira, fazemos um círculo e uma das crianças recebe uma frase ou palavra que deve ser repassada individualmente, no ouvido do próximo colega que também deve repassar ao outro, até chegar na primeira pessoa que disse a frase.

O discipulado é como um telefone sem fio diferente. Quem começou a brincadeira, não apenas vai passar o conhecimento sobre Jesus, mas vai explicar bem direitinho o seu significado, vai mostrar com a vida, vai ensinar com calma e o próximo do círculo, vai aprender a fazer a mesma coisa e vai repassar para o outro, que vai repassar para outro e isso se tornará uma aventura sem fim. Por isso, preste muita atenção em tudo o que você tem aprendido, pois vai chegar a sua vez de ser uma discipuladora de alguém. Que tal, desde agora, você se preparar?

Anote as dicas:

  1. Ame muito a Jesus – daquele amor de preencher o coração;
  2. Leia a Bíblia e memorize partes dela – sublinhe os textos que mais mexem no seu coração – isso te ajudará a levar o que você tem aprendido para todos os lugares que você for: escola, casa, shopping, parques. Se a Bíblia estiver na sua mente e coração, você sempre poderá fazer a melhor escolha;
  3. Importe-se com seus amigos e amigas – aprenda a olhar o coração das pessoas, muitas vezes elas podem estar passando por momentos muito difíceis e estarem disfarçando. Pergunte sobre a família, convide-os para irem a sua igreja, fale de Jesus para eles;
  4. Vá a igreja – aprenda a louvar e adorar a Deus e, além disso, estar junto com pessoas que amam a Deus “alimenta” o coração;
  5. Ore de verdade – tenha um tempo todo o dia – só seu e de Deus. Fale com Ele como se estivesse falando com seu melhor amigo;
  6. Conte a alguma amiga o que você tem aprendido nos encontros;
  7. Leia bons livros e anote tudo o que você tem aprendido com Deus. Anotar em um diário, ou até mesmo digitar e salvar numa pastinha no computador, faz-nos memorizar melhor os conteúdos.

Grave isto em seu coração: sempre que você aprende algo novo com Jesus, tem experiências com Ele é como se você estivesse escrevendo um livro que mais para a frente poderá ler para outras meninas. A Bíblia, em Tito 2.4, fala que as mulheres mais velhas devem ensinar as mais novas. Fique esperta, pois você já, já, poderá repassar para as outras meninas tudo o que você tem aprendido com a sua discipuladora.

Ps: Se você ainda não tem uma discipuladora, ore a respeito disso e converse com o seu Pastor. Ele poderá te ajudar a encontrar uma mulher especial na sua igreja para te acompanhar e cuidar.

Um beijo,

Martinha

Você não é todo mundo!

Olá meninas! Tudo bem com vocês?

Me diz aí, quem nunca argumentou com a mãe quando queria ir a algum lugar ou fazer algo dizendo: “mas todo mundo vai” ou “todo mundo faz”, não sabe o que é desespero. E geralmente a resposta das mães é a seguinte: “você não é todo mundo!” Quer saber de uma coisa? Você não é mesmo! Depois que crescemos, entendemos muitas coisas.

A Palavra do Senhor nos diz em Romanos 12.2, para não nos parecermos com o mundo: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Basicamente, o apóstolo Paulo quis nos dizer neste texto, para não nos rendermos aos padrões da sociedade em que vivemos. Após entregarmos nossas vidas ao Senhorio de Cristo, não podemos viver a mesma vida que o mundo, pois esse tipo de vida não tem valor algum na eternidade. A nossa natureza, agora, é a dos céus! E nossas atitudes devem demostrar isso.Leia mais…

príncipe encantado

Não existe príncipe encantado!

Príncipe encantado, ele não existe!

Sempre amei assistir filmes românticos. Filmes de chorar, de tão dramáticos chegam a fazer o coração doer quando o final não é o mais esperado:  o final feliz. Estes filmes românticos com direito a cavalo branco, príncipes e princesas sempre me encantaram, pois os príncipes dos filmes geralmente são lindos, gentis, humildes (sempre pedem perdão ao seu amor) e divertidos. Não sei se você concorda comigo, muitas vezes não percebemos, mas somos influenciadas desde nossa infância a esperarmos um homem perfeito, assim como nos filmes. Porém, uma coisa não podemos esquecer: “Não, não existe príncipe encantado”. Existem homens, imperfeitos e pecadores orando para encontrar uma garota imperfeita e pecadora como você.

Na minha adolescência, eu tinha certeza de que Deus tinha uma única pessoa certa para mim. Podia ser alemão, holandês, africano, português, tanto faz, desde que fosse o escolhido; se não fosse cristã, diria “a alma gêmea”. Na minha cabeça não havia espaço para erros de minha parte, mas minha amiga, nem tudo aconteceu como o planejado. Nós, seres humanos, somos mais complicados do que imaginamos; e muitas vezes não ouvimos ao Senhor como deveríamos.

Passaram-se os anos, conselhos recebi, vídeos vi e livros li… E sabe de uma coisa? Minha oração recebeu um outro tom e passou a ser: “Deus, tem muito cara legal por aí, mas por favor, me aproxima daquele que mais combina comigo!”.

Deus sempre soube com quem eu iria casar, Ele é soberano. Mas, fazer essa oração, aliviou muito o peso da minha mala (literalmente), pois passei a não carregar mais o medo de que eu teria que me tornar uma pessoa totalmente diferente de como eu era antes de casar para me moldar a alguém, pois eu amava ser quem eu era, minha vida de solteira, ser falante, expansiva e amava minha rotina de sair para as igrejas pregar, treinar e acompanhar os ministérios de mulheres e meninas.

E sabe quem Deus aproximou de mim respondendo minha oração?

Leia mais…

escolher um bom partido

Dicas para escolher um bom partido

Oie! Tudo bem?

Estou bastante feliz em conversar contigo mais uma vez, trazendo ideias para ESCOLHER UM BOM PARTIDO.

Pode até soar como um trocadilho, afinal de contas, eu, Mariana, trabalho na Justiça Eleitoral. Mas não é de política que irei falar, é sobre relacionamento. No último dia 25/11 completamos, meu esposo e eu, 12 anos de casamento, bênção de Deus! Tenho prazer em dizer que escolhi um “partidão” (ainda se fala assim? No tempo da minha mãe, sim…).

Antes de tudo, quero esclarecer: não existecara metade”. É fundamental que qualquer menina (ou menino) não espere que outra pessoa venha a suprir suas necessidades, ou saciar seus anseios por atenção, aplacar a carência ou qualquer outro vazio que possa sentir. Um relacionamento só funciona se duas pessoas inteiras estiverem nele. Nada de metades, só inteiros. Busque a Cristo, satisfaça-se no Senhor, deixa Ele te encher e curar sua alma, e assim o desejo do seu coração será alcançado (conhece o texto né? Salmo 37:4).

Leia mais…

intercâmbio

Aventuras de um intercâmbio

Quem nunca pensou em morar no exterior ou, pelo menos, ter uma experiência vivendo fora do país por alguns meses? 🙋‍♀ Provavelmente a maioria de nós. Morar fora do país foi meu desejo desde pequena, daqueles sonhos de quem tá crescendo e guarda num potinho, com o objetivo de um dia realizar. Passou o tempo e meu sonho estava no potinho, muito bem guardado e escondido pelo meu medo. Terminei o ensino médio, comecei a faculdade. No finalzinho do meu curso surgiu uma oportunidade, fui aceita por uma universidade em Portugal pra fazer intercâmbio de um semestre. O medo, “guardando” meu sonho, não deixou… desisti. Terminei o curso e comecei a procurar intercâmbio nos EUA. O misto de medo, falta de planejamento e falta coragem de perseguir por mais oportunidades fez com que eu ficasse mais um tempinho no Brasil.

Leia mais…

Beijo

Um beijo nunca é só um beijo

Hoje o papo é reto! Vamos falar sobre “ficar”

Olá guriasss! Tudo bem com vocês?

Ficar é uma relação afetiva sem compromisso, com qual objetivo? Saciar a carência afetiva e os desejos da carne, ou talvez para ser aceita por um grupo. A carência, os desejos da carne e a pressão das amigas podem influenciar na decisão de se manter pura e firme, mas lembrem-se: meninas que não servem a Deus saem ficando com todo mundo, e você não é assim, você é diferente!

Leia mais…

Adolescente pode ter depressão?

Para quem é da área da medicina, da psicologia a pergunta é óbvia, mas para muitas pessoas (sério, muitas mesmo) a depressão em adolescentes é mais uma modinha atual que pode ser curada à base de laço. Ou seja, depressão não é considerada como doença, mas sim falta de disciplina dos pais, falta de trabalho, etc… Será mesmo? Ontem, por várias vezes, vi pessoas postando em suas redes sociais comparações de como era na sua época de adolescência e como é na atualidade.

Mas o engraçado é que muitos que falam que adolescente não pode ter depressão, e o fato deles aderirem desafios como a Baleia azul está na “falta de laço” são os que tomam antidepressivos e precisam de cuidados médicos na vida adulta. Aí nos deparamos com algo esquisito, pois para os adultos a depressão é considerada doença, mas para os adolescentes: frescura e falta de laço.Leia mais…

O “crush” que nunca vem

Olá meninas fé! Hoje estou aqui prá falar um assunto que querendo o ou não, tá no nosso dia a dia, seja pelas fotos engraçadas postadas nas redes sociais, seja nas conversinhas entre nós, meninas, sempre surge o tal do “crush”.

Você que é adolescente, e está naquela fase da vida em que os meninos deixaram de ser aqueles bobões que você tinha vontade de bater quando mais nova e agora começam a ser mais interessantes de uma forma bem diferente… este texto é pra você garota!

Talvez você que esteja começando a sentir umas coisas meio estranhas e confusas dentro de ti. De repente aquele garoto que você vivia achando o maior chato se torna um gato, sim, ele tá muuuito bonito. E quando ele te dá um “oi”, ou vem puxar papo,  você precisa segurar o coração porque a qualquer momento ele pode sair pela boca. hahaha

Estou mentindo, ou tô falando a verdade? Eu sei que você sente isso!

Ah, e a curiosidade? Siiim, todas as meninas da sua turma já beijaram e tem namoradinhos por aí, e você nada, só fica sonhando com esse momento que já da o maior frio na barriga e nervosismo só de pensar. Talvez você se pergunte… “cadê meu crush que nunca chega?”

Leia mais…

A Tal “Ansiedade”!

Na atualidade, a maioria das pessoas ganhou uma amiga de todas as horas: a ansiedade! A ansiedade nada mais é, que o excesso de futuro.

Sabe aquelas horas que você fica acordada antes de dormir, em que você se preocupa pensando no seu futuro – se você vai conseguir entrar na faculdade, se conseguirá o emprego dos sonhos ou até mesmo se vai encontrar o seu “príncipe num cavalo branco”? Então, essa é a tal “ansiedade”.

Crê-se que viver na ansiedade não é, realmente, viver. Sempre se está preocupada com o que comer, vestir, no que acontecerá no dia seguinte, em conseguir ser aprovada no semestre da faculdade…

Acredita-se também, que Deus não formou o ser humano para viver com um sentimento tão ruim dentro de si, que tira a sua paz e suas noites de sono e consequentemente sua alegria de viver!

Para melhor combater a ansiedade, precisa-se desvendá-la. Ninguém melhor do que Jesus para ajudar a combater a ansiedade. Que tal ver o que a Bíblia fala a respeito disso!!!

“Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda. Há muito mais coisas na vida que a comida que vai para o estômago! Há muito mais coisas para se ver que as roupas que vocês usam! Olhem para as aves, livres e desimpedidas: não estão presas a nenhum emprego e vivem despreocupadas, aos cuidados de Deus. E vocês valem para Ele muito mais que os passarinhos!

Será que alguém consegue ficar um centímetro mais alto preocupado diante do espelho? Todo esse tempo e dinheiro gasto com moda, pensam que faz muita diferença? Em vez de correr atrás da moda, caminhem pelos campos e observem as flores silvestres. Elas não se enfeitam nem compram, mas vocês já viram formas e cores mais belas? Os dez homens e mulheres da lista dos mais bem vestidos iriam parecer maltrapilhos comparados às flores.

Se Deus dá tanta atenção à aparência das flores do campo – e muitas delas nem mesmo são vistas –, não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês? (…)

Prestem atenção apenas no que Deus está fazendo AGORA e não se preocupem quanto ao que pode ou não acontecer amanhã. Quando depararem com uma situação difícil, Deus estará lá para ajudá-las.” – Mateus 6:25-26 (A Mensagem)

Jesus com certeza não quer que ninguém ande ansioso por coisa alguma. Então, é importante observar algumas falhas de atitude, tentar corrigi-las e, com isso, enfrentar essa tal ansiedade:  

  1. Falta de Fé

 O problema da pessoa ansiosa é a falta de fé. Nesse trecho da Palavra de Deus, Jesus diz que não se deve andar ansioso ou que não se deve preocupar-se em demasia.

Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas…”

“…não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”

 “…Deus estará lá para ajudá-las.”

 John Piper escreveu que, quando a falta de fé passa a ter domínio sobre o coração, um dos efeitos é a ansiedade. A raiz da ansiedade é a desconfiança de tudo que Deus prometeu dar a seus filhos em Jesus.

Resumindo: A ansiedade revela uma enfermidade horrível na alma, a falta de fé. Porém, sabe-se que Jesus é o médico dos médicos, o médico da alma e que Ele é capaz de agir por meio da cura quando houver um pedido de ajuda.

“(…)Assim que Jesus disse essas palavras, o pai do menino exclamou: ‘Eu creio, mas me ajude a vencer as minhas dúvidas’.” – Mc. 9:24 (A Mensagem)

  1. Pensar Demais

A pessoa ansiosa vive com a mente ligada. São pensamentos intrusos, que não param de chegar, perturbando a paz e o sossego. Sempre há alguma coisa com que se preocupar, desde o que é importante até às bobagens.

“…Será que alguém consegue ficar um centímetro mais alto preocupado diante do espelho?”

  1. Os Perigos da Pessoa Ansiosa
  • A ansiedade impede você de desfrutar do que é mais importante: “(…)não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda.”
  • A ansiedade faz você esquecer da sua importância para Deus: “Se Deus dá tanta atenção à aparência das flores do campo – e muitas delas nem mesmo são vistas –, não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”
  • A ansiedade leva você a viver de mentiras e ilusões: “Todo esse tempo e dinheiro gasto com moda, pensam que faz muita diferença?”
  • A ansiedade cega você para as promessas de Deus: “(…)não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”
  • A ansiedade transforma você no que você nunca deveria ser: “Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda. Há muito mais coisas na vida que a comida que vai para o estômago! Há muito mais coisas para se ver que as roupas que vocês usam!”
  • A ansiedade causa uma destruição física (consome a saúde), emocional (destrói aos poucos o nosso caráter, pois leva a cometer muitos outros pecados), espiritual (tira a paz da pessoa com Deus) e, também, destrói relacionamentos (conviver com uma pessoa ansiosa é insuportável).
  • A ansiedade é um câncer na alma! 
  1. “Dar um Jeitinho” no Coração Ansioso

 Se a raiz da ansiedade é a falta de fé, então cabe ao ansioso encher o coração das promessas de Deus, crendo e vivendo pela fé em cada uma delas. Em Mateus 6.25-34 existe, ao menos, sete promessas dadas por Jesus para ajudar a vencer a ansiedade.

Fé nas promessas de Deus para livrar-se da ansiedade significa buscar na Palavra de Deus promessas em que se pode apegar-se e crer permitindo, assim, que não haja pouca fé no coração.

Além da fé nas promessas de Deus, Jesus mostra à pessoa ansiosa que se deve ter foco no Reino de Deus. Pessoas pagãs focam-se neste mundo, buscam as coisas deste mundo e vivem para os prazeres deste mundo. Cristãos, por outro lado, focam sua vida no Reino de Deus e na Sua justiça, confiantes de que todas as coisas necessárias para viver (roupas, comida, saúde…) Deus dará.

Quando busca-se o Reino de Deus em primeiro lugar, não tem como ficar ansioso!

  1. Conclusão

Uma vez que, a vitória sobre a ansiedade passa pela fé, entregando-se diariamente a Cristo, logo, viver sem fé em Cristo é morrer de ansiedade crônica a caminho do inferno. Portanto, arrependa-se, entregue-se e viva para Cristo, então, sua alma viverá.

Camila Scholl/ Apucarana – PR

Por que o Getsêmani?


Muitas pessoas consideram que a vitória concedida a nós sobre a morte eterna foi consumada na cruz, e de fato, pouco antes de morrer, Jesus exclamou ali: “Está consumado” (João 19:30). Mas, a verdadeira certeza de que teríamos a salvação se confirmou no Jardim do Getsêmani.
Depois de cear com os discípulos, Jesus foi ao jardim para orar e se preparar espiritualmente para encarar a dor e o sofrimento que teria de passar (ou não). Mas porque “ou não”?
Porque Jesus tinha a opção de dizer não ao plano do Pai, afinal, Ele era e é Deus. Mas Jesus se submete ao Pai.
Repare: “Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, NÃO SEJA COMO EU QUERO, mas sim COMO TU QUERES.” (Mt.26:39)
Ele poderia ter mandado que seus exércitos celestiais descessem e acabassem com aqueles sacerdotes e fariseus. Mas não. Nosso Senhor demonstrou mansidão, um dos frutos do Espírito (Gl 5.22-23.) Não fez nada, apenas obedeceu em silêncio. Como ele conseguiu reagir dessa maneira?
“Bem, Ele era Deus!” Não, irmãzinha, não foi porque Ele era Deus, afinal, Ele também passou por todo o tipo de tentação como nós (Hb. 4:15). Você sabe por quê?
1º: Jesus ora. Não uma oração comum, uma oração fervorosa. A Bíblia relata que seu suor era como gotas de sangue (Lc 22:44). Ele estava angustiado e sabia que a única fonte de paz era Deus. Pela oração ele conseguiu sair daquele jardim cheio de paz e confiança para morrer e sofrer por nós.
2º: Jesus se submete à vontade de Deus: Ele obedece. “Seja feita TUA vontade.” O espírito recebeu forças através da oração para que Ele obedecesse e fosse fiel ao Senhor. Percebe que uma coisa está ligada à outra? A oração fortalece o espírito!
3º: Ele sabia que sua morte tinha um propósito e que, no futuro, as consequências seriam melhores (Hb.12:2b). A alegria de saber que a vontade de Deus seria feita foi maior que a vergonha ou que qualquer outra coisa. Ele foi para o Calvário com o sentimento de vitória dentro de si.
Bem, mas o que isso tem a ver com você?
Todo dia, nós passamos por uma luta. Nossa vida é uma guerra espiritual e cada dia é uma batalha. Você já teve problemas com seus pais em casa? Já ficou cansada ao passar a manhã na escola ou no trabalho e ter de chegar em casa com uma porção de coisas para fazer? Já teve vontade de faltar ao culto no domingo por falta de ânimo? Já foi tentada a colar na prova ou a falar o que aquela pessoa merecia? Pois é, são lutas diárias e a maneira como reagimos a cada uma dessas lutas mostra nosso caráter.
Precisamos nos esvaziar de nós mesmas e clamar para que Deus nos molde para que tenhamos o caráter de Cristo.
Amiga, quando acordar para mais um dia, procure ter a mesma atitude de Jesus: ore. Não apenas quando acordar, mas o tempo todo. Esteja em comunhão com Deus em pensamento. Peça ajuda a Ele, agradeça, louve, confesse seus pecados e peça perdão. Separe um tempo para isso. Deus considera precioso todo tempo que usamos buscando a sua face! Através da oração, o Espírito Santo age e te leva para a vontade de Deus.
Obedeça. Reconheça que o plano de Deus é o melhor e se entregue à vontade dele. É difícil, eu sei. É uma luta espiritual, não humana (Ef 6.12). Mas seja forte e exerça o fruto do domínio próprio (2Co 5.18,19), dizendo NÃO ao pecado e a si mesma.  
Por fim, tenha certeza de que Deus não te colocou na situação em que você está à toa. Ele tem um propósito, assim como tinha um propósito para a vida de Jesus aqui na terra: salvar aqueles que estavam perdidos, ou seja, todos nós.
Que Deus nos abençoe e nos ajude a crescer mais e mais! 
Larissa Kriger
São Paulo/SP