FéMenina

Tarefas domésticas??? E eu com isso?

Olá meni­nas queri­das, como vocês já perce­ber­am pelo títu­lo hoje vamos falar de tare­fas domés­ti­cas… ten­ho certeza que muitas devem estar pen­san­do, “tare­fas domés­ti­cas? Em pleno sécu­lo XXI? Nós esta­mos viven­do a era do em que as mul­heres não pre­cisam mais se pre­ocu­par com tare­fas domés­ti­cas”. Então meni­nas, por saber que muitas adoles e jovens tem esse pen­sa­men­to, que Deus tocou meu coração para escr­ev­er esse assunto…

OBSERVE AS 3 GERAÇÕES

Vamos começar a nos­sa análise obser­van­do nos­sas avós - se as ques­tion­ar­mos  sobre como era a infân­cia, ado­lescên­cia e juven­tude delas, vamos perce­ber que elas foram edu­cadas e ensi­nadas de modo que quan­do se tor­nassem jovens/adultas, tivessem condições de admin­is­trar e cuidar de um lar. Elas apren­der­am a coz­in­har, lavar, pas­sar, bor­dar, cos­tu­rar, des­de cedo, muitas fre­quen­taram ape­nas uma parte da esco­la. Mas, quase em sua total­i­dade foram dire­cionadas a apren­derem tare­fas domésticas.

Ago­ra, vamos obser­var nos­sas mães, da ger­ações das nos­sas mães, para ger­ação das nos­sas avós, já hou­ve uma tremen­da mudança. Nos­sas mães tam­bém foram ensi­nadas a admin­is­trar um lar e apren­der as tare­fas domés­ti­cas, entre­tan­to a ênfase nos estu­dos já foi muito maior que para nos­sas avós. E isso podemos con­fir­mar obser­van­do que o número de mães que con­cluíram o ensi­no médio e ensi­no supe­ri­or, é rel­a­ti­va­mente maior que o número de avós.

E ago­ra olhamos a nos­sa ger­ação, a nos­sa ger­ação já tem ain­da mais difer­ença das nos­sas avós e mães. É muito raro encon­trar uma meni­na de 14, 15, 16 que não este­ja na esco­la, o índice de mul­heres que con­cluíram o ensi­no médio e ensi­no supe­ri­or aumen­tou muito, com­para­do com o tem­po de nos­sas avós. E isso é muito bom, foi um avanço muito positivo.

DESPREZO OU DESCUIDO?

Entre­tan­to, esse avanço na área int­elec­tu­al tem acar­reta­do um pequeno, despre­zo, bem acho que a palavra mel­hor para expres­sar seria, um pequeno des­cui­do na apren­diza­gem das tare­fas domés­ti­cas. Isso porque, hoje pas­samos muitas horas na esco­la, quan­do não esta­mos na esco­la esta­mos nos cursin­hos, ou fazen­do algu­ma out­ra aula, bom, esta­mos sem­pre muito ocu­padas. E sem con­tar nas inúúúmeras horas que pas­samos no celu­lar, seja con­ver­san­do no Whats, dan­do uma olhad­in­ha no Face ou ins­ta… E isso tor­na muito difí­cil e raro a nos­sa apren­diza­gem e o desen­volvi­men­to de nos­sas aptidões com as tare­fas domésticas.

Mas o que eu que­ria diz­er para vocês é o que a min­ha mãe MUITAS vezes disse pra mim, e isso tem feito total difer­ença na min­ha vida, (dica: escute sem­pre sua mãe, pois é muito prováv­el que ela este­ja cer­ta), mes­mo em meio a uma roti­na aper­ta­da, é necessário encon­trar tem­po para desen­volver em nós mes­mas aptidão e gos­to pelas tare­fas domés­ti­cas, porque vai por mim, vai chegar uma fase em que você vai precisar 😉

OUSE APRENDER

Apren­der a pas­sar uma roupa, faz­er um bolo, faz­er um fei­jão (esse foi o mais difí­cil pra mim), uma receit­in­ha espe­cial para uma refeição, uma sobreme­sa, lavar roupas e calça­dos. Você não pre­cisa pas­sar todos os dias da sem­ana neuróti­ca por limpeza ou quer­er ser a coz­in­heira ofi­cial da casa, mas você pode (e deve) colab­o­rar com sua mãe, ofer­e­cer seu auxílio e ain­da apren­der muito com ela, e caso não seja sua mãe que desem­pen­ha essa função na sua casa, cer­ta­mente ela super­vi­siona a pes­soa que faz e saberá te ensinar.

Vai por mim, apren­der o bási­co de uma casa é fun­da­men­tal, hoje você tem 13, 14, 15 anos e mora com seus pais, mas logo você tem 18 e vai pra fac­ul­dade em out­ra cidade morar soz­in­ha, ou logo você casa e dos dois mod­os você terá o seu próprio lar pra cuidar. Aprovei­ta esse tem­po, e apren­da o máx­i­mo que pud­er e con­seguir, além dis­so, vai faz­er mui­ta difer­ença a sua aju­da para sua mãe ou para a pes­soa que é respon­sáv­el por ess­es tra­bal­hos na sua casa.

E o que a Bíblia nos diz sobre isso? Uma palavra espe­cial para nós mul­heres em Provérbios:

“Reveste-se de força e dig­nidade; sor­ri diante do futuro. Fala com sabedo­ria e ensi­na com amor. Cui­da dos negó­cios de sua casa e não dá lugar à preguiça. Provér­bios 31:25–27

Por isso, uma dica de ami­ga, não dê lugar a preguiça e apren­da a cuidar dos negó­cios de sua casa (é Bíbli­co), aproveite esse tem­po em que mora com seus pais para apren­der o máx­i­mo que con­seguir sobre esse assun­to, e cola­bore com as tare­fas domés­ti­cas! Siga o exem­p­lo da mul­her vir­tu­osa de Provér­bios. Ten­ho certeza que no meio da sua agen­da aper­ta­da, cor­re­ria de provas finais e as mais diver­sas aulas que você pos­sa ter, você encon­trará um tem­po para apren­der algo novo e ain­da pode dis­trair a sua cabeça e aliviar o estresse.

Obs: Não estou dizen­do que você deve aban­donar os estu­dos para apren­der a cuidar de uma casa, mas sim, que é per­feita­mente pos­sív­el você estu­dar, aux­il­iar nas tare­fas da sua casa e apren­der como seu cui­da de um lar!

Abração, Manu P. Allebrandt

Curte dicas úteis de orga­ni­za­ção e limpeza de casa?

Então, con­fi­ra os vídeos da Flávia Ferrari:

Mais um aqui:

Postagens Recentes

Sangue do meu sangue

Sangue do meu sangue “O ami­go ama em todo o tem­po, e na angús­tia nasce o irmão. ” (Pv 17.17). “Ami­go é o irmão que

Leia mais »

Categorias