FéMenina

Simplesmente Inspirar — Elisabeth Elliot

“Mas temos este tesouro em vasos de bar­ro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós” (2 Corín­tios 4:7).

Elis­a­beth Elliot, nasceu em 1926, fil­ha de mis­sionários e teve cin­co irmãos. Cresceu apaixon­a­da por mis­sões, e para realizar seu chama­do estu­dou grego clás­si­co com o dese­jo de aju­dar na procla­mação do evan­gel­ho a povos não alcança­dos. Em 1947, ela con­heceu Jim Elliot e, logo depois de começaram a namorar, ele recebe um chama­do para ser mis­sionário no Equador, mais pre­cisa­mente com a tri­bo dos Quíchua.

No ano de 1.953, eles se casam nas sel­vas do Equador. Jun­tos eles desen­volvem estraté­gias evan­gelís­ti­cas para procla­mar o evan­gel­ho para aque­le povo. Cer­ca de três anos depois, ao ten­tar faz­er con­ta­to com a tri­bo dos “Aucas”, hoje con­heci­da como “Wao­rani”, Jim Elliot e seus qua­tros ami­gos mis­sionários, são bru­tal­mente assas­si­na­dos por alguns índios da tribo.

Viú­va, com uma bebê de 10 meses, chama­da Valerie Elliot, não desis­tiu do seu chama­do e per­maneceu ali. Quase três anos após a morte dos mis­sionários, Eliz­a­beth é con­vi­da­da a morar na aldeia dos índios “Aucas”. Sim, é exata­mente isso o que você está pen­san­do, ela acei­ta o con­vite para viv­er na tri­bo que matara seu esposo!

Pas­sa­dos alguns anos, um dos índios que havia assas­si­na­do seu mari­do, se con­verte ao Sen­hor Jesus, se tor­na Pas­tor e bati­za sua fil­ha Valerie, no mes­mo rio onde havi­am mata­do Jim. 

Em 1963, Eliz­a­beth voltou aos Esta­dos Unidos da Améri­ca, para dar aulas em um sem­i­nário, pois se tornou uma escrito­ra, palestrante e locu­to­ra de um pro­gra­ma de rádio.  Em 15 de Jun­ho de 2015, ela des­can­sou e foi morar com o Pai Celes­tial a quem tan­to amou e serviu em sua vida.

Quan­ta inspi­ração essa val­orosa mul­her nos deixa, não é mes­mo? Ape­sar de sua frag­ili­dade e medo, não recu­ou. Sua obe­diên­cia ao chama­do e seu coração per­doador, nos mostra o quan­to Deus usa quem se dis­põe a obedecê-lo.

Há muitos anos, a vida dessa mul­her me desafia pela maneira como con­seguiu per­doar e con­viv­er com os assas­si­nos de seu mari­do, ten­do em seu coração um amor sin­cero a Deus,  obe­diên­cia ao chama­do e um grande dese­jo de res­gatar vidas para a eternidade.

Em seu livro:  “Através dos Por­tais do Esplen­dor”, ela escreve: “Não deve­mos depen­der de nos­so nív­el espir­i­tu­al. É só em Deus e nada menos do que em Deus que nos fir­mamos, pois a obra é de Deus, o chama­do é de Deus e tudo é real­iza­do por Ele e para seus propósi­tos…”  Diz ain­da: “A fé não elim­i­na os receios, mas sabe onde depositá-los”.

Nem sem­pre as cir­cun­stân­cias serão favoráveis. Às vezes, poderá ser nubla­do e difí­cil, mas apren­demos com Elis­a­beth Elliot, que podemos con­fi­ar em um Deus Sober­a­no pois Ele tem o con­t­role de todas as coisas, em todo o tempo! 

Você pen­sa que sua vida é difí­cil? Tem Difi­cul­dade em per­doar?  Difi­cul­dade em amar o out­ro?  Difi­cul­dade em com­par­til­har a fé? Não deixe que as cir­cun­stân­cias sejam os far­dos que abafem a voz de Deus que te chama ao teste­munho do evan­gel­ho!

“O fato de ser mul­her, não me tor­na um tipo difer­ente de cristão. Mas, o fato de ser cristã, me faz um tipo difer­ente de mul­her”. (Elis­a­beth Elliot)

Rozinete Cas­tro Silva

 ¹ As infor­mações deste tex­to foram reti­radas da obra: ELLIOT, Elis­a­beth. Através dos Por­tais do Esplen­dor. Vida Nova, 2013

Você pode aproveitar e escu­tar sobre a Elis­a­beth Elliot em nos­so Spo­ti­fy também ⤵

Postagens Recentes

Descomplicando a Teologia Bíblica

Hoje vamos ten­tar descom­plicar para você o sig­nifi­ca­do de Teolo­gia Bíbli­ca. Em primeiro lugar, Teolo­gia Bíbli­ca não é opos­to de teolo­gia heréti­ca, ou seja, não

Leia mais »

Categorias