O que eu sou, coloco aos teus pés…

Diante da tua glória eu me humilharei”¹, prossegue a canção. Quem sou eu e quem é você para que possamos nos considerar boas demais, melhores que os outros à nossa volta? Somos pó e ao pó retornaremos, diz o texto bíblico, em Eclesiastes 12.7. Mas aos recebermos poder o alto, nos tornamos mais que vencedoras. Pessoas cuja beleza não é possível esconder. O brilho de Jesus, quando assim permitimos, torna-se um farol em nós, um referencial. 

O Deus dos céus vem até nós e chama cada um dos seus servos para ter o privilégio de servi-lo. Com o seu chamado vem também a autoridade do alto para realizá-lo. Ou como a experiência me permite afirmar, Deus paga o que manda fazer e nos empodera com uma ousadia incomparável. 

Neste ano, o Congresso FéMenina: Inteira, pode ser mais um evento ou pode ser aquele que te despertará para fazer diferença. As vagas são limitadas. Você já fez sua inscrição? Aproveite e faça AQUI, não deixe para amanhã.

O Senhor pode te chamar para revolucionar a história (sério!!). Ou simplesmente te levar a sair numa noite de inverno chuvoso para visitar aquela colega da sua sala de aula, que é uma chata e arrogante. Mas você ficou sabendo que ela andou se cortando e não tem ido às aulas. Você nem enviou uma mensagem no WhatsApp, pois sabia que ela não responderia… Que missão! Ninguém ficou sabendo que você se preocupou com a vida dela, exceto Deus com quem você dividiu a alegria ímpar de sair para abençoar e voltar abençoada. 

Na realidade o grau de importância e visibilidade daquilo que você fará, para a glória de Deus, é secundário em relação à sua atitude de aceitar o convite do Senhor.

Eu achava que meu ministério começaria com um convite especial da parte de Deus. Nada disso, fui como voluntária ao Instituto Paranaense de Cegos ajudar a servir a mesa durante uma confraternização de Natal. Meu papel, super relevante, era entregar os pratinhos de bolo…rsrs. Enquanto eles cantavam e sorriam, eu ficava me perguntando o que mais poderia fazer por eles e o Senhor me permitiu participar de uma linda história de amor. Vivi muita coisa incrível, bem acima da minha imaginação, num período de sete anos de ministério.

Na programação do Congresso FéMenina, haverá uma oficina com a Silvia, diretora do CAIS – Centro de Atendimento Integral ao Surdo. Uma instituição pertencente à TABEA, que representa a assistência social da Convenção Batista Pioneira. O CAIS fica na cidade de Ijuí, RS, e está ampliando seus serviços para que possam atender também aos deficientes visuais e deficientes físicos. A nova sede foi totalmente reformada para atender aos requisitos da acessibilidade.

A Silvia lidera, há 20 anos, o Ministério Mãos Divinas e há 25 anos participa de ações evangelísticas juntos aos surdos. Ela teve a alegria de acompanhar um surdo, o Sergio Pieniak, que conheceu quando ele ainda era criança, durante um trabalho voluntário de implantação do ministério com surdos na cidade de Erechim, RS. Hoje ele estuda na Faculdade Batista Pioneira e auxilia no ministério. “Às vezes não entendemos onde Deus nos levará. Na verdade, temos apenas que confiar nele”, ensina. É comum ver que quando os surdos se sentem apoiados pelo CAIS, querem levar seus amigos a conhecer Jesus. Seu desejo é ajudar a desenvolver mais surdos para o ministério.

“Como, porém, invocarão em quem não creram: E como crerão naquele a quem de nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue”? Rm 10.14.

 As barreiras na sociedade e na igreja, para os surdos, são as mesmas dos demais deficientes: acolhimento, inclusão, acessibilidade e quebra de preconceitos. Nem todos os deficientes têm deficiência intelectual, mas mesmo que tivessem, seria possível uma aproximação, basta querer fazer. Colocar-se à disposição para aprender é atitude humilde que constrói relacionamentos saudáveis.

Atuar em um ministério com deficientes é amar.” E isso é um dom de Deus para você. Quando temos a certeza de que estamos no centro da vontade de Deus, tudo fica leve, alegre e cheio de paz. Procure conhecer um trabalho de apoio a pessoas com deficiência em sua cidade. 

A Convenção Batista Pioneira tem um trabalho lindo com pessoas surdas e está ampliando suas atividades de apoio. Venha nos conhecer e participe do Congresso FéMenina 2019! Acredito que será marcante para muitas vidas. E, talvez, para a sua que está lendo agora este artigo… 

Creio que Deus deseja nos ter inteiras para a sua obra. Deixe-o falar com você durante o congresso. Inteira sugere estar de corpo e alma para aquilo que nos propomos para o reino. Seja no ministério com deficientes, no louvor, na mensagem ou coreografia… Inteira e feliz”.

Silvia Cristina Padilha da Costa, diretora do CAIS – Centro de Atendimento Integral ao Surdo, Assistente Social, com Especialização em Gestão de Projetos Sociais. 

Foto Fachada Cais/Ijuí/RS

Foto Fachada Cais – Ijuí/RS

Fabiana Silvestrini

¹  Eterno Amor – Diante do Trono (CD Hillsong Global Project)

Posted in Congresso FéMenina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *