O amor de muitos esfriará

O amor de muitos esfriará

Já ouvi diversas pessoas comparando a Bíblia a um jornal, abordando temas bem atuais. Inclusive, um jornal muito desenvolvido, pois fala de coisas que ainda estão por acontecer… o jornal do amanhã. Como exemplo desta ilustração podemos lembrar de vários momentos em que Jesus descreveu aos seus discípulos muitas situações que ainda iriam acontecer, e é sobre uma delas que eu convido você a refletir comigo.

No capítulo 24 do livro de Mateus, Jesus estava sentado com seus discípulos quando eles lhes perguntaram o que haveria de acontecer para mostrar que estava no tempo do Senhor Jesus retornar. Jesus então cita os falsos messias, as guerras e rumores de guerras, perseguições, abandono de fé, falsos mestres… até que no versículo 12 Ele anuncia: “Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará”. Esse versículo tem feito parte das minhas reflexões a um bom tempo. Os outros pontos talvez sejam mais fáceis de serem percebidos e interpretados (as guerras, os falsos mestres distorcendo a imagem de Cristo, o aumento das perseguições…). Mas quero dar um ênfase ao versículo 12 e refletir com vocês sobre esse amor que esfria. Sobre o aumento do abandono da fé mascarado de uma fé sem raízes na palavra… pera que eu explico melhor!

Eu percebo que muitas pessoas tem se levantado e declarado sua fé em Cristo. Pessoas com visibilidade: artistas, famosos, jogadores, influencers, enfim. Porém, sabemos que a fé sem obras é morta (“De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? […] Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta.” Tiago 2:14 e 17), e a fé em Cristo traz mudança de vida (“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente.” Romanos 12:2). Apesar desse aumento de “cristãos”, notamos que a cada dia o evangelho de Jesus está se esvaindo, e coisas que antes não eram comuns no meio cristão, estão virando rotineiras.

Nós nos denominamos cristãos mas temos vivido como se não fôssemos durante a maior parte do dia. Isto porque o “cristianismo” que seguimos têm nos liberado das mais diversas formas, tanto que não sabemos mais lidar com tamanha liberdade e temos confundido com libertinagem. Acrescentamos e/ou retiramos pontos do Evangelho de acordo com a necessidade do momento, de acordo com a satisfação pessoal…

Ao perceber estes pontos, o versículo de Mateus 24.12 me vem à mente porque a Bíblia é clara e direta em cada palavra. Quando Jesus menciona que o amor de MUITOS esfriará,Ele quer dizer MUITOS mesmo. Não é figura de linguagem, hipérbole ou algo parecido. É isso mesmo que está escrito.

A pergunta que eu faço é: será que eu faço parte desse “muitos?” que Jesus citou?

Porque em diversas situações, como pecadora que sou, eu tenho caminhado por lugares que, outrora, não consideraria passar perto. E, talvez, mesmo sem perceber, estou ajudando a relativizar o Evangelho que sempre defendi ser seguido ao pé da letra. É no dia a dia, nos hábitos, nos detalhes que demonstramos nosso amor e nossa fé em Cristo. E é no dia a dia, nas coisas mais banais, que temos demonstrado uma dificuldade muito grande em sermos fiéis àquele que entregou Sua vida por nós.

A minha oração é que nós, juntas, venhamos a nos fortalecer no versículo seguinte, Mateus 24:13, quando Jesus continua: “mas quem ficar firme até o fim será salvo”. Que possamos juntas retornar ao primeiro amor, ao evangelho que salva, à Cruz de Cristo, sem retirar nem acrescentar nada a esse plano perfeito que é a Salvação através da morte de Jesus.

Que quando estas palavras do nosso verdadeiro e único Messias se cumprirem, possamos ficar aliviadas por não termos feito parte da grande multidão que está deixando o amor se esfriar. Espero que eu e você façamos parte do time que dirá: “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé.” (2 Timóteo 4:7).

Caroline Sebem

 

Posted in Edificadas and tagged , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *