FéMenina

Maturidade x Emoções: Preciso me importar com isso?

Maturidade x Emoções: Você tem cuidado disso?

Aqui vai um grande spoiler: Pessoas maduras (não de idade) sentem emoções

Há quem pense que maturidade tem a ver com idade (no no no).

Há quem pense que quem é maduro, não sente emoções (what?).

Assisti um tempo atrás uma Série sobre um grupo de Gênios, com um QI altíssimo, mas que tinham dificuldades (para não dizer de cara que não tinham nenhuma) com as emoções, em serem sensíveis em relação ao outro. Para isso, trouxeram uma “humana” para junto do grupo, para auxiliá-los nesta área emocional. E não é que foi dando um pouco certo?

A grande ideia de falarmos sobre isso aqui no FéMenina, é estimular você a pensar e analisar sua vida cristã e encontrar uma maneira de alinhar suas emoções. Acredite, isso tem tudo a ver com maturidade emocional.

A maturidade da emoção é um processo, não acontece da noite para o dia, mas exige uma escolha. Sentir é inevitável, mas como escolhemos agir diante do que sentimos, é que revela em que fase do processo de maturidade emocional estamos.

Nossas emoções têm o poder de levar a nos surpreendermos ou de nos afastar de todos e deprimir.

Me diga aí: Você recebeu alguma notícia boa hoje? Surpreendente né?! Teve alguma dor? Cólica? Foram ríspidos contigo? Deprimente isso! Percebe? Cada situação despertou uma emoção, boa ou não tão boa, o ponto importante aqui é: a partir das situações, como reagimos?

É super importante você se conhecer, conhecer os seus limites, compreender as escolhas que precisa fazer para ter reações mais saudáveis. Por exemplo: escolher orar antes de responder aquela situação desagrável, respirar profundamente, tendo o temor ao Senhor como princípio da Sabedoria (PV 9.10). Estou triste, mas prossigo confiando em Deus. Decepcionada, mas não vou agir segundo minhas emoções, não será no “olho por olho, dente por dente”, Assim, aplicando a Palavra de Deus e alinhando suas emoções com a vontade dEle.

Uma grande referência de Emoção Saudável é Jesus. Ele é nosso modelo. Nossa vida deve ser inspirada nEle, o Deus perfeito, vivendo em um mundo imperfeito, experimentando e lidando com as mesmas emoções que você e eu lidamos. Te convido a olhar para Ele e aprender.

Jesus teve emoções, Jesus passou por todas as emoções e como Ele reagiu a elas, nos move a reavaliar as nossas reações. Chega junto aqui e reveja comigo como ele reagiu a elas:

  • Jesus Chorou (João 11.35): Ele soube da morte de seu amigo, foi questionado onde ele estava por uma das irmãs, sua amiga também, então ele chora. Aqui Jesus sentiu todas as emoções. Ele não saiu ofendendo ninguém. Por estar sofrendo, ser ríspido com os outros, como se ninguém entendesse a sua dor. Não! Apesar do que estava sentindo, Ele não pecou por causa das suas emoções (guarde bem isso).
  • Jesus ficou angustiado: Antes de sua crucificação, ele sabia que era inevitável, ele deveria passar por aquele momento, pois senão a missão não seria cumprida. Mt 26.38 nos mostra que no Getsêmani ele entristeceu-se e angustiou-se, apesar disso, ele orou por 3x, não fugiu, mas permaneceu.
  • Jesus ficou indignado no templo (Mateus 21.12): Mas não pecou, não foi embora dizendo que nunca mais pisaria ali, prosseguiu no templo curando e as crianças o exaltavam (Mt 21.15-16). Será que aquelas crianças teriam conhecido o mestre e a verdade, se ele tivesse sido vencido por suas emoções?

Guarde essas passos sobre maturidade emocional ou emoção madura comigo:

Você SENTE >> Você ABASTECE >> Você AMADURECE (leia novamente)

Você sente, isso é inevitável e também mostra que você é humana. Logo, você abastece, alimenta o espírito com as coisas do alto, buscando do alto, através da palavra e oração. Se você alimentar a carne, ela produzirá efeito contrário. Ao nutrir a carne, você será conduzida pela natureza pecaminosa e mentirosa. Gálatas 5.16 “Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.” Ao viver pelo espírito, este produz em você emoções produtivas, você se torna uma menina/mulher confiante no Senhor, que ter a certeza que Ele é soberano e está no controle, você então é satisfeita no Senhor, assim você cresce, amadurece.

Agora que você está ligada sobre os passos para manter as emoções no seu próprio controle, que tal darmos uma olhadinha para algumas caraterísticas de pessoas maduras?

1º – Não é sujeita pela sua carne e sim, vive pelo Espírito: Sente da mesma maneira, mas não deixa levar pelas obras da carne (Gálatas 5:19-21). Entende que tudo é permitido, mas nem tudo convém e nem deixa que essas coisas a dominem (1 Co 6.12).

Alguém te ofende? Não vou no olho por olho, não me vingo, pois aquela ofensa não me domina.
Teve uma experiência difícil? Não vou ser amargurada.

2º – Não é refém dos seus sentimentos e nem prende ninguém junto: “Pisou na bola comigo, agora nun-ca ma-is.” Uma pessoa emocionalmente madura em meio às situações de desentendimento que possam surgir, senta, olha no olho, conversa, resolve, perdoa, entrega ao Senhor.

A 3ª e a 4ª característica, você terá que assistir no vídeo abaixo através da Jaque, pois com elas você entenderá e aprenderá com as suas emoções e quando amadurecer é preciso. Combinado? Enquanto isso, compartilhe com as amigas este texto e leia Filipenses 4.8

Fabi Silva

Postagens Recentes

A Anne dos Livros

Se você está por dentro das séries famosas atuais, já deve ter, pelo menos, ouvido falar de Anne With An E. É uma série linda,

Leia mais »

Categorias