FéMenina

Ele te consola e capacita

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações. Pois assim como os sofrimentos de Cristo transbordam sobre nós, também por meio de Cristo transborda a nossa consolação.” 2 Coríntios 1:3

Certa vez resolvi ir em uma viagem missionária, daquelas em que a gente fica alguns dias na cidade e sai levar a Palavra e o amor de Jesus nas casas das pessoas. Eu que sempre fui apaixonada por missões estava realizada e muito empolgada com esta decisão!

A princípio eu iria com algumas moças da minha igreja, tudo estava planejado, mas faltando uma semana para a data da viagem (eu já havia pagado tudo, seria minha primeira experiência missionária) as meninas da minha igreja desistiram de ir.

Naquele momento fiquei extremamente perdida, iriam mais algumas moças e rapazes de outras igrejas daqui da cidade e de uma cidade vizinha, mas eu não os conhecia. Com isso, fiquei muito assustada e pensei em desistir, chegaram a cancelar o ônibus que nos levaria e teríamos que ir com os carros das meninas daqui da cidade.

Tentei contato com algumas delas pra fazer amizades e foram muito queridas, mas a minha mente e meus complexos diziam que eu estava incomodando e então estava diante da cruel dúvida: ir sozinha com elas permitindo-me experimentar e fazer o que sempre esteve dentro de mim, ou ficar em casa (o que parecia-me mais seguro).

Os dias passavam, a viagem se aproximava e eu, cada vez mais, ficava atormentada pelo medo e pela incerteza. Foi então que comecei a orar com intensidade a respeito e ser totalmente sincera com Deus, dizia a Ele que queria ir, mas sentia medo, dúvida e sentia-me incapaz de transmitir o Seu amor já que eu estava com a mente atormentada por minhas próprias crises e dores.

Os dias passaram e o dia da viagem chegou! Resolvi ir! Ao chegar lá, fiquei extremamente perdida, já na ida no carro com as meninas eu me sentia uma intrusa, todas se conheciam e eu não, sentia que estava incomodando de alguma forma. Mas aos poucos, fui me entrosando com elas, arrumamos as coisas e a noite teve o primeiro culto que nos preparou para as ações evangelísticas do próximo dia.

Mas neste culto, algo de diferente aconteceu. Houve uma ministração sobre identidade que tocou fortemente o meu coração, o pregador falou que sentia que muitos que estavam ali estavam com um sentimento de incapacidade e de culpa e que era para deixarmos tudo ali na presença de Deus e entregamos para Ele, pois quem nos capacitaria para falarmos seria Ele.

Fui pra frente no momento de oração e lá ajoelhei-me e disse para Deus com o coração desesperado que queria deixar tudo ali, que tudo que eu mais queria era sentir o amor Dele de Pai para falar naquela cidade, disse também, que eu precisava do abraço Dele, não me importava com mais nada só queria me sentir amada por Ele.

Foi então que estava de olhos fechados mas uma moça veio na minha direção, ela me abraçou e eu não vi quem era, mas só consegui ouvir as primeiras palavras que me disse: “Filha você não está sozinha, você é amada”; e ficou abraçada comigo em oração. Eu não ouvia mais nada, mas senti um amor imenso entrar dentro do meu coração naquele mesmo instante, era como se todos meus questionamentos sobre ser amada por Deus acabassem ali, eu senti Ele me abraçar verdadeiramente, senti o amor Dele, senti que Ele sempre esteve comigo, não sei explicar o quão maravilhoso foi aquele momento.

Depois daquele dia eu não sou mais a mesma, meu coração foi tomado por uma paz imensa, um alívio que tirou meu peso e sarou meu coração, senti-me tão amada que as dúvidas se transformaram em alegria e paz. Deus usou aquele Pastor e, também, aquela irmã para falar de forma especial ao meu coração.

Com isso, também quero te dizer: eu não sei o que você tem passado nem quantas vezes sua mente tenha tentado te fazer desacreditar em meio as dores dessa vida de que você tem um Pai que te ama e que você tem um Consolador que é o próprio Espírito Santo de Deus. Não esqueça, toda vez que você clamar com um coração sincero você pode ser encontrada por esse amor, seja no seu quarto, seja no trabalho, seja na rua.

Não importa o que você tenha passado, não importa quão incapaz você se sinta, pois Ele escolhe os improváveis para usar para sua glória. Tenha certeza que Ele é de fato um doce Consolador e você é amada por Ele. Acredite nisso.

“Lá vocês procurarão o SENHOR , seu Deus, e o encontrarão, se o buscarem com todo o coração e com toda a alma”. Dt. 4.29

Nicole Queiroz

Postagens Recentes

A Anne dos Livros

Se você está por dentro das séries famosas atuais, já deve ter, pelo menos, ouvido falar de Anne With An E. É uma série linda,

Leia mais »

Categorias