Palavra

Enraizadas na Palavra

Oi gurias! Tudo certo com vocês?! Espero que estejam ok!

Hoje eu quero falar sobre algo que vocês, provavelmente, já estão exaustas de ouvir: a importância do estudo da Bíblia! Não é um tema nada novo, mas ao analisar nosso cenário atual acredito que se faz importante darmos uma atenção especial pra esse assunto…Leia mais…

acorde

Acorde para a vida que você já tem

A senhora de pouco mais de setenta anos está sentada no quintal de sua casa. Sol batendo no rosto, olhos fechados e uma feição de profunda quietude. A rua se assemelha a toda essa calmaria. Não há carros ou pessoas passando, apenas a leve e fresca brisa da manhã balançando as folhas das árvores.

Essa era a cena que contemplei há alguns dias atrás quando fazia companhia para a minha avó. Enquanto olhava sua face resignada, imaginava que ao mesmo tempo a cidade inteira estava correndo. Era difícil acreditar! Estava envolta em um ambiente de tranquilidade, olhando minha avó ao sol e esperando ela dar seus passos lentamente. Observei suas mãos que pareciam mais enrugadas que eu me lembrava e suas pernas que estavam mais finas. Lembranças da minha infância assolaram a mente…

O mundo provavelmente estava correndo, as buzinas dos carros deveriam estar distantes, longe do alcance dos nossos ouvidos, e as pessoas estavam batendo cartão, tentando chegar no horário aos seus compromissos e fazendo todas as coisas burocráticas que devem ser feitas. Mas eu… ah! Eu estava sendo quebrada pelo Espírito que, no silêncio e na calmaria, me fazia lembrar de quão breves são os nossos dias.

Meu avô estava em casa agora. O silêncio da casa dos dois soava ensurdecedor na minha mente. Não havia discussão de filhos, gritaria de netos, barulho de máquina de costura ou marteladas de pedreiro. Era silêncio. Não havia barulho de batedeira, de desenho animado na televisão e nem barulho da porta do bar abrindo. Silêncio.

Leia mais…

Questionário Virtual: Você tem namorado?

E aí, você tem namorado?

Oie! Tudo na paz?

Estava lembrando de que, quando eu era junior e teen, não existiam redes sociais (aham, sou quase uma idosa). Um protótipo delas era o “Questionário”, que você recebia de seus colegas na escola para responder – consistia em um caderno com perguntas, uma no topo de cada folha e as respostas eram escritas nas linhas abaixo. Na primeira folha, sempre constava “qual o seu nome?”, então, o primeiro a responder (era uma honra ser o primeiro), colocava o número “1” e ao lado escrevia seu nome. As perguntas diziam respeito aos gostos e preferências, hobbies, e demais assuntos que, hoje, constariam na aba “sobre” do seu perfil de Facebook. Uma pergunta específica sempre me causava desconforto: “você tem namorado(a)?”. Depois de responder “não” em alguns cadernos, ocorreu-me que seria mais interessante responder “sim”, então, na página seguinte, eu deveria responder o nome da pessoa com quem namorava – a essa pergunta eu respondia “Ninguém”. Bobinho, né?

Leia mais…

Eva

A Eva que habita em mim

Você já parou para pensar em como Eva conseguiu convencer a Adão de que valia a pena provar daquele fruto e desobedecer a Deus?

Vou compartilhar com vocês a situação que me motivou a pensar sobre o assunto desse texto. Recentemente, eu estava precisando decidir sobre algo certo ou algo errado (o tipo de decisão que precisamos tomar várias vezes durante nosso dia).

Leia mais…

noiva

Um sonho possível

Casar-se com o melhor amigo. Que sonho!

Casar-se com uma pessoa que te conhece tão bem e mesmo assim diz que prefere estar com você à estar com qualquer outro amigo ou amiga. Uma pessoa que sabe suas manias e já prevê um pouco as coisas para te ajudar ou para implicar e rir um pouco. Alguém que te ajuda a melhorar, a ser verdadeiro, a crescer… Te ajuda até a achar um emprego, porque sabe seu currículo de cabeça.Leia mais…

Maquiagem

Não por menos, a maquiagem costuma ser uma decisão bem difícil para as noivas em seus dias de prévia. Até mesmo para as madrinhas isso é crítico. Sei de uma mãe de noiva que cancelou com a maquiadora bem em cima da data porque não conseguia se imaginar entrando pela nave da igreja com o olho tão cheio de delineador e outros artifícios pretos e a maquiadora insistia com ela que isso era a melhor ideia e ponto final.Leia mais…

bem-casados

Os irresistíveis bem casados

Duvido fortemente que todos os casais dos vários casamentos que já fui na vida tenham feito a melhor escolha se casando com quem se casaram. Infelizmente, tenho que duvidar que saíram dali bem casados. Mas de uma coisa tenho certeza: quando vejo que uma prateleira de doces bem-casados está na entrada da festa fico muito feliz em saber que no outro dia de manhã terei aquela delícia acompanhando meu café. Ainda mais se forem dos tradicionais, com doce de leite. E que maravilha que agora existem também os bem vividos para os aniversários de quinze anos e os bem nascidos para os chás de bebês! A vida vem se tornando um paraíso!

Leia mais…

Retrospectiva do casal: que bom que você veio!

Mas o que foi que você viu em mim, querido? O que você viu logo em mim?

Até agora eu não entendi porque eu. Se até mesmo dentro da minha casa tinha gente melhor, mais decidida, mais forte, mais gente boa. Eu que cresci ouvindo e acreditando que para mim não tinha jeito, que pau que nasce torto morre torto e que por isso eu era um caso perdido. E estava mesmo perdida. Perdida nos meus desejos, entregue às minhas vontades. Desesperada no sentido real e completo da palavra: sem esperança nenhuma e sem condição de esperar nada de ninguém.Leia mais…

orçamento

Orçamento – O custo de um casamento

O orçamento de um casamento, se colocado no papel discriminadamente, assusta qualquer um. Mesmo que seja um pai que já casou quatro filhas, se só a quinta fez um relatório detalhado de gastos, aí sim é que ele vai reparar o quanto se gasta em mínimas coisas. No básico, pensamos em salão, buffet, vestido, alianças, decoração da igreja e do salão, fotógrafo e convites. Mas existem coisas bem pequenas com preços bem altos, como designer de sobrancelha, artigos de papelaria, topo de bolo, lembrancinhas dos pagens…

Leia mais…