FéMenina

Ame a Deus de toda a sua alma!

De toda a sua alma!

Como você tem amado a Deus? Este mês estamos trabalhando no FéMenina a respeito do amor a Deus, com o versículo chave de Lucas 10.27. No texto anterior do nosso blog, a Mariane falou a respeito do coração (se você ainda não leu, clique aqui para ler depois). Hoje estou aqui para dar mais ênfase na palavra alma (UAU 😮).

Como você definiria alma? O termo hebraico para alma é “nephesh”, e muitas vezes, principalmente no Novo Testamento, é traduzido como coração quando se refere ao centro das coisas. Isso significa que alma e coração são a mesma coisa? Não necessariamente. Alguns acreditam que sim, outros que não. Como acontece com diversos assuntos tratados na Bíblia, existem teorias sobre a constituição do ser humano. Basicamente, a Bíblia nos divide em três partes: corpo, alma e espírito. Uma das teorias, dos monistas, diz que as três partes são uma só, inseparáveis e indivisíveis. Outra, dos dicotomistas, defende que podemos dividir nossa constituição em apenas duas partes: material e imaterial. Assim, alma e coração tem o mesmo sentido imaterial. E a terceira teoria, dos tricotomistas, apresenta as três partes distinguindo coração e alma da seguinte forma: enquanto o coração é a vida interior, não necessariamente apenas emoção, a alma é personalidade, o ser consciente.

Pensando mais a respeito da alma, podemos analisar o texto de Gn 2.7 e ver que o significado inicial é “possuidor de vida”. Sendo assim, seguidamente “nephesh” é considerada como a parte do homem que se separa do corpo por ocasião da morte. Além disso, o dicionário Webster (WEBSTER, 1828) define alma como: “A substância espiritual, racional e imortal no homem, que o distingue dos brutos; aquela parte do homem que o capacita a pensar e raciocinar, e que o torna um sujeito do governo moral”.

Apesar de ser um assunto complexo, em 2 Reis 23.25a vemos um exemplo de alguém que tinha a sua alma voltada para Deus, “Nem antes nem depois de Josias houve um rei como ele, que se voltasse para o Senhor de todo o coração, de toda a alma…”. Da mesma forma como Josias, é necessário se voltar a Deus com todo o coração e com toda a alma. Eliseu de Lima, em seu livro “Um café, por favor!” diz que se voltarmos para Deus com toda a nossa alma, Ele traz de volta a mais clara consciência de onde estamos, para onde Ele quer nos levar e como chegamos até lá.

Ao olhar para o texto de Lucas é preciso entender a importância de amar a Deus, da mesma forma como Josias amou. O nosso versículo chave (Lucas 10.27) é uma referência a Deuteronômio 6.5: “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças”. Alguns autores afirmam que o propósito da lei era enfatizar a importância de amar a Deus. Então, independente da teoria em que você acredita, é mais necessário que você ame a Deus com inteireza e sinceridade. Coração e alma, divididos ou não, devem se voltar em amor a Deus. Você ama a Deus completamente?

Abração,
Taynara

Referências:
Livro Um café, por favor!. LIMA, Eliseu. 2017

Postagens Recentes

Categorias