noiva

A noiva que desejo ser

Se tem uma coisa da qual as noivas entendem bem é sobre chás. Chá de panela, chá de casa nova, chá de lingerie, chá de despedida, chá-cofre, chá-mel, chá de madrinhas… é uma variedade que só vendo. E cada um tem suas particularidades – seus gastos – e uma coisa muito linda em comum: tudo remete ao grande dia. Cada chá remete à uma parte da vida a dois que se aproxima: a casa, o enxoval, as noites de intimidade, as amigas que ficarão em segundo plano, a lua de mel tão sonhada… O casal é o foco de cada chá e evidentemente o casamento é o maior assunto de cada um deles, de uma maneira ou de outra. Isso é típico da agenda de uma noiva que está em reta final e isso inclui a noiva de Cristo.

Cada vez que nos reunimos numa lanchonete depois do culto e falamos da pregação ou quando viajamos para um retiro espiritual, estamos apontando com nossos irmãos para o casamento que se aproxima. Ou pelo menos, deveríamos estar. Cada pequeno grupo, cada reunião de oração, cada aula de EBD, cada discipulado, cada visita nas casas, cada culto doméstico, cada vigília, cada ida ao monte, cada EBF, cada acampamento, cada congresso, cada relógio de oração, precisa evidenciar o casamento que tanto esperamos. O assunto deve ser esse, o motivo da oração deve ser esse, o tema deve ser esse.

O casamento exige da noiva atavios de atos de justiça. Como não falar disso nas classes, nos retiros e nos acampamentos? O casamento só vai acontecer quando todos os povos ouvirem falar do noivo que vêm. Isso deve ou não deve ser falado nos cultos domésticos, nas EBFs e nas vigílias?

O nosso encontro com o filho unigênito de Deus e tudo aquilo que tem a ver com esse maravilhoso dia precisa ser assunto de cada reunião de meninas, de cada oração feita no monte, de cada congresso organizado por nós.

Não há nada que uma noiva pense mais ou queira mais ou de que ela fale mais, do que de seu casamento. Mas a noiva de Cristo falha em se vestir, em se pentear e em cumprir sua agenda. Com isso seus encontros semanais, mensais e anuais não focam mais no noivo. Eu quero mudar isso no meu dia a dia. Quero ser uma noiva de verdade e pela Verdade!

Manu Bartolomeu

Posted in Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *