Tempestade

Texto bíblico: Salmo 33. 13-22

Você já esteve no meio de uma tempestade? Recentemente assisti um filme onde um casal teve que procurar seu cachorrinho no meio da tempestade. Eles saíram atrás dele e sabiam que provavelmente ele teria procurado por proteção em uma caverna de mineração. Mesmo sem encontrar o cachorrinho, decidiram esperar a tempestade passar nesta caverna segura para depois o procurarem quando ela acalmasse.

Lá fora chovia em grande quantidade, ventava muito, mas ali dentro tudo estava calmo e seguro – fizeram fogo, se aqueceram, conversaram e depois de algum tempo, o que mais esperavam aconteceu: encontraram o cachorrinho e perceberam que a tempestade tinha passado. Esta história me leva a pensar: Quais as finalidades das tempestades em nossas vidas?

A primeira coisa que a tempestade nos ensina é que ela é passageira. Isso mesmo, por mais devastadoras que sejam as consequências de sua passagem, uma hora ela acalma e vai embora. Sim, acredite: tempestades são acalmadas. O que nos cabe é encontrar um lugar seguro para atravessar este período. Este lugar seguro, em primeiro lugar, será achado no relacionamento com Deus. Ele é quem nos fortalece, nos acalma e nos ensina nestes dias difíceis. Em segundo lugar, amigos preciosos podem ser fonte de calmaria e aconchego. Perceba o que diz em Provérbios 17.17: “Em todo o tempo ama o amigo e na angústia se faz o irmão”.

E sim, as tempestades nos tiram do confortável, nos levam a orar mais, a depender mais, a compreender mais. Ouso dizer que ninguém pode afirmar que gosta de viver dias tempestuosos, mas para bons “alunos”, a tempestade aprimora o coração e nos torna mais semelhantes a Jesus.

Outra aplicação da tempestade é que muitas vezes, ela nos leva a conhecer a diferença do “impossível humano” e do “possível divino”. Há coisas que não conseguimos resolver, mas Ele pode. Muitas vezes tentamos resolver as coisas do nosso jeito e por mais esforçados que sejamos, há situações que fogem do nosso controle – e são estas situações que nos levam a entregar o Controle ao Deus Criador.

Ah, minha amiga – temos necessidade de controlar as coisas e Deus tem o desejo de controlar nossos corações. Por isso quando a tempestade chegar, lembre-se que nem sempre você poderá controlar todas as coisas e essa é a melhor notícia que você pode ter, pois quando nos sentimos pequenos (sem poder controlar nada) e dependentes nós encontramos a força renovadora que vem de Deus. Ele tem o controle de tudo em suas mãos e pode colocar os pontos finais em quaisquer situações. Não você; nem eu, mas Ele pode.

Por isso, em momentos difíceis feche os olhos e imagine o final da tempestade. Tudo pode ser diferente de como era antes dela chegar em sua vida, os ventos podem destelhar ou derrubar casas, mas uma certeza você poderá ter: o mesmo Deus que permitiu a tempestade chegar, estará contigo para te ajudar a se levantar e recomeçar quando a tempestade passar.

(Visited 126 times, 1 visits today)
Posted in Edificadas, Série Devocional FéMenina.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)