feita de açúcar

Sensíveis Demais! Pessoas feitas de açúcar?

Reading Time: 3 minutes

Você já ouviu a expressão: “Você não é de açúcar”? Muitas vezes ouço estas palavras relacionadas a pessoas sensíveis demais e que estão sendo desafiadas a serem mais fortes e corajosas. Mas preciso admitir que hoje a expressão: “Você é de açúcar” combina muito bem com grande parte das pessoas. Estamos sensíveis demais, emotivos demais. Somos facilmente machucados, facilmente atingidos. Somos alvos fáceis. Não sei se você concorda, mas muitas vezes cedemos ao egocentrismo e não ao altruísmo. Focamos demais nas fraquezas dos outros e esquecemos que as nossas falhas também são evidentes e terríveis.

Nossos relacionamentos têm oscilado, tanto nas amizades e namoros como nos casamentos. Estamos sendo descartáveis e tratando os demais como descartáveis também. Temos pena excessiva de nós mesmos e andamos armados o tempo todo. Sem armas físicas, nossas defesas são emocionais e verbais.

O que aconteceu conosco?

Ao meu ver, a resposta é simples: mudamos o foco. Os olhos que deveriam estar fixos em Jesus foram desviados para os lados. Muitas vezes, não temos nos parecido com Jesus e com isso temos perdido a essência da vida cristã e desta forma complicamos e somos complicados.

O que aprendemos sobre relacionamentos ao fixarmos nossos olhos em Jesus? No livro de 1 Pedro 2.21 somos desafiadas a “seguir os passos de Jesus” e aprender com seu exemplo. Jesus foi amoroso, firme, bondoso, irou-se contra o mal e não contra pessoas, foi amável, altruísta, focado na sua missão e sempre agradou ao Pai.

Numa era de perfis a serem seguidos temos sido influenciados de forma subjetiva ou escancarada por pessoas com padrões morais pecaminosos. Todos os dias tem gente ensinando a amarmos mais a nós mesmos, a deixar para lá pessoas que nos “fazem mal”, a não dialogar com quem tem opiniões contrárias as nossas. Estamos cercados de pessoas com o foco em si mesmas, com o corpo malhado e de alma vazia.

E qual é o resultado de tudo isso?

Se não voltarmos os nossos olhos para Jesus, vamos ir a favor da cultura egoísta e vazia e sem perceber nossas ações nos relacionamentos refletirão estas influências. Por isso, querida amiga. Vamos aprender com Jesus, com sua paciência com os impacientes, com sua dedicação em ajudar, seu amor com aqueles que não mereciam, com sua insistência em viver e ensinar o perdão, com sua graça aos “Pedros” que o abandonaram e negaram, com sua compaixão com os desprotegidos e abandonados pela sociedade, com seus ensinamentos sobre dar a outra face, e a não fazer mal a quem nos persegue, mas sim a orar por eles.

Que contraste entre Jesus e muito do que temos visto. E tudo isto me faz lembrar da música da Amanda Rodrigues que diz:

“Entre o que eu ouço por aí

E o que eu leio sobre Ele eu só acho contrastes

Precisamos nos lembrar, à verdade retornar

Alguns conceitos repensar”.[1]

Aprender com Jesus melhora o nosso coração e nos ajuda a sermos pessoas mais agradáveis, constantes, fortes, amáveis e edificantes em nossas ações. Uma das coisas que percebi na minha caminhada cristã é que toda a vez que me encontro ferida e começo a tecer comentários negativos sobre alguém que me machucou é porque meu coração está desfocado.

Então silenciosamente vou para o quartinho orar e alinhar meu coração com Jesus.  No quarto com Jesus, eu mudo o foco egocêntrico e aprendo com Ele a perdoar, a ser mais contida, graciosa, amável e a ver o mundo na ótica Dele.

Certa vez, li que quando alguém nos magoar em primeiro lugar devemos reconhecer que isso doeu e depois orar por quem nos fez mal para eliminarmos qualquer resquício de mágoa e seguirmos em frente em paz e amor. Afinal, não fomos feitos de açúcar que derrete com facilidade, mas de barro que pode ser moldado e ser transformado em algo lindo. Que nosso coração esteja aberto a perdoar, a ser mais flexível e menos focado em implicar com coisas pequenas e passageiras. E dessa forma, nossos relacionamentos serão mais alegres, mais leves, mais verdadeiros e duradouros.

Que tal tirar um tempinho e ler Romanos 12.9-15???

[1] Confira esta linda música chamada: Sobre Ele.

Com carinho, Martinha H. Bueno.

(Visited 464 times, 1 visits today)
Posted in Conselhos de amiga.

One Comment

Gostou do post? Deixe seu comentário :)