Não preciso ser Sensual!

Você já viu fotos super sensuais com legendas ultra mega filosóficas?

Ops, essa semana vi num site de entretenimento uma crítica sobre isso. Sério parece comédia, mas não é.

Todo mundo faz e a gente “sem querer querendo” também faz! Podemos até nem sermos “intencionais“, mas algumas vezes mascaramos fotos sensuais que promovem o nosso corpo com legendas fofinhas com versículos bíblicos…

Vamos a academia com aquele shortinho curtíssimo e pahhh! Fotinho nova com a legenda:  “Os céus proclamam a glória de Deus“…

Será mesmo?

Sabe qual foi um dos momentos mais humilhantes em minha vida?

Foi o dia em que fui abordada por estar com uma legging muito justa e transparente (isso eu não tinha me percebido). Eu até estava com uma blusa soltinha, mas na medida que eu me mexia, a blusa não ajudava a tapar muita coisa. Eu disfarcei a minha vergonha ao ser confrontada, mas preciso dizer: “Deus usou uma pessoa em particular para me disciplinar e eu só tenho a agradecer por isso”. Ele poderia ter permitido uma disciplina pública, mas me poupou. Mas por que estou falando isso?

Porque assim como você, eu também preciso cuidar todos os dias quando abro o guarda roupa. Todos os dias preciso decidir que imagem transmitirei

Quando eu me converti, até fiquei rígida demais ao falar sobre roupas. Ainda brinco com algumas meninas que eu acompanhei: “Graças a Deus pela sua misericórdia”! Porque muitas vezes peguei pesado no vestir, sem antes tratar o coração das adoles.

Elas até mudavam algumas roupas, mas faziam aquilo porque gostavam de mim ou não queriam levar puxão de orelha da líder, mas de que adiantou isso? NADA. Absolutamente nada. A mudança dos hábitos foi incentivada pelas motivações erradas, sendo assim não foi duradoura.

Isso acontece quando tentamos cuidar do exterior sem antes cuidar do coração. É como se fizéssemos uma cirurgia pelo lado inverso – tratando a pele e não o tumor interno. Deu para entender? Então que tal cuidarmos das nossas motivações?

Por que precisamos cuidar com o que vestimos?

  • Primeiramente porque toda a nossa vida deve agradar a Deus;

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” 1 Coríntios 10:31

Sim. Até as roupas importam.

A Bíblia não coloca que devemos usar ISSO ou AQUILO. Mas diz que devemos nos vestir com decência. “Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição…” (1 Timóteo 2:9).  Vestir com decência é não abusarmos dos decotes, roupas justas, muito curtas e das transparências. Não precisamos fazer uma autopromoção do nosso corpo.

Lembro de um conselho que recebi: “Antes de sair de casa, dê uma olhadinha no espelho, faça uma análise realista do que está vendo. ”

  • As roupas sensuais podem levar a DEFRAUDAÇÃO.

“A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com a paixão de desejo desenfreado, como os pagãos que desconhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique a seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já lhes dissemos e asseguramos. Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade.” 1 Ts 4:3-7

Não se preocupe! Sem extremismos do lado de cá. Não defenderei usar só saia e vestidos até a ponta do pé. Mas convenhamos que muitas vezes falhamos em sermos bonitas sem sermos sensuais. A sensualidade é bem vinda no casamento – lá na sua casa, mas pode ser uma complicação fora dela, pois pode provocar a defraudação.

Defraudar significa: DESPERTAR um desejo que eu NÃO posso suprir, ou enganar alguém inocente.

É divulgado que os homens são atraídos pelos olhos, e algumas vezes nós mulheres podemos correr o risco de tentar usar isso ao nosso “favor”… Despertamos desejos, mas não estamos aptos a supri-los. Ou seja:

A defraudação sempre nos levará ao “desfavor”, pois nos expõe e nos torna vulneráveis a outros pecados, além de levar outras pessoas a pecar.

Esses dias li a seguinte frase: “A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa”.

Uepa, pausa para pensar!

  • Você já parou para pensar que a forma com que nos vestimos pode atrapalhar a vida espiritual de alguém?

Um convite especial:

Comecei dando um “pequeno relato pessoal” de como eu também já caí na armadilha da sensualidade, e como Deus com seu amor, usou pessoas para me ajudar. Mas agora, gostaria que você analisasse a forma com que tem se vestido e fosse franca consigo mesma:

  • Qual tem sido o padrão de aceitação ao escolher novas roupas? O comprimento está legal? As roupas estão justas demais?
  • Tenho sido sensual e defraudado alguém?

 

 

 

(Visited 180 times, 1 visits today)
Posted in Séries.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)