“Mudei de Chefe!”

Reading Time: 3 minutes

Me formei em hotelaria e antes mesmo de pegar o canudo nas mãos, já sabia: não é essa a área profissional que quero seguir para o resto da vida.

Creio que muitas meninas vão se identificar comigo! É normal, a gente tem que escolher tudo muito cedo, sem maturidade e cheia de expectativas irreais.

Faz três anos e meio que usei minha beca preta e aquele chapéu legal, tenho vinte e cinco anos e hoje sou colaboradora de um escritório de advocacia – este já é meu terceiro emprego! Fui infeliz nos dois anteriores, e também era muito infeliz no atual. Chegava em casa e descarregava em cima da minha família uma chuva de reclamações: eu ganho mal, meus benefícios são horríveis, o lugar é ruim, não valorizam os funcionários, blábláblá. Até o dia que meu pai falou sem dó nem piedade:

– “você sempre reclama dos seus empregos”!

Ouch! Doeu no ouvido e também no coração escutar isso. Mas ele tinha razão. Eu sempre estava insatisfeita com meus empregos. Sempre tinha mil coisas erradas. Eu não havia me achado na vida. Mas quem mais ouvia minhas lamentações, era Deus. Parte porque Ele escuta tudo, e além de deixar bem claro para minha família minhas indignações, também ia chorar as pitangas diretamente para Ele.

Ah, esse Deus querido que tem uma paciência do tamanho de um bilhão de elefantes balofos! O que seria de mim sem Ele? Pois bem, Ele me ensinou o segredo de uma vida profissional bem sucedida: trabalhar para Ele! Ele me ensinou que meu emprego não serve apenas para ganhar dinheiro e pagar as contas ao final do mês. Ou para poder juntar umas dezenas ou centenas de cédulas e fazer aquela viagem que tanto sonhava. Nem que ele serve para nos trazer satisfação. Nosso trabalho é o nosso ministério. É ali que vamos ter contato com aquelas pessoas que ainda não O conhecem, é ali que o sal deve salgar e que a luz deve brilhar.

Então, troquei de chefe! Agora é Ele quem decide meu salário. Tenho confiança que Ele me paga exatamente, e quando digo exatamente – é exatamente mesmo! – o que devo receber. Agora é Ele quem decide quanto tempo devo permanecer naquele lugar. Meu chefe é justo, me valoriza, sempre cumpre o que promete. Agora meus colegas estão em minhas orações e em vez de achar que aquele lugar só tende a piorar, peço as bênçãos de Deus. Nas coisas ruins coloco um pouco de humor e conto aos amigos fazendo piada, afinal, nenhum lugar aqui na terra jamais será perfeito.

E para provar que isso tudo não é coisa da minha cabeça, vou deixar alguns versículos para você refletir. Alguém já havia chegado à minha conclusão muitos e muitos anos antes!

“Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens”. Efésios 6:7

“Assim, quer vocês comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”. I Coríntios 10:31

“Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai”. Colossenses 3.17

“Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos”. Provérbios 16:3

“Façam tudo sem queixas nem discussões, para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo”. Filipenses 2:14-15

Colunistas-08

(Visited 143 times, 1 visits today)
Posted in De ovelha para ovelha.

One Comment

Gostou do post? Deixe seu comentário :)