Minha História de Amor: Renata e Teh

Reading Time: 3 minutes

Nossa história começou durante o período em que eu estava na faculdade, em Santa Cruz do Sul, RS. Na época, eu frequentava a igreja lá e no grupo de amigos surgiu em um feriado o Teh, que morava em Manaus. Nosso amigo Aldir nos apresentou e começamos a passear pela cidade, os três. Achei ele muito divertido, mas apenas pensava em amizade. Com o passar do tempo, continuamos nos vendo quando ele aparecia no Sul e conversávamos quase todos os dias pela internet, pelo ICQ (poucos conheceram hehe). Por ali fazíamos devocional juntos, orávamos... E assim fui conhecendo cada vez mais ele, percebi que tínhamos muitas ideias em comum, apesar da grande diferença cultural.

Após um ano de conversas e encontros, ele me pediu em namoro e firmamos compromisso. Como vocês podem imaginar, e algumas de vocês já vivenciaram, o namoro a distância não foi nada fácil! O máximo que ficamos separados sem nos ver foram três eternos meses! Porém, Deus nos sustentava e além dos dias difíceis, houveram muitas épocas boas; o reencontro era sempre uma alegria imensa, de grande expectativa para os dias que passaríamos juntos.

Um fato marcante e crucial no nosso namoro foi quando o Teh perdeu o emprego e ficou desempregado por meses, até que apareceu uma proposta de emprego. Deus é fiel! Então ele veio me contar: era para trabalhar em uma empresa na China! Junto com a notícia veio o pedido de casamento! Eu disse sim, e em poucos meses nos preparamos para a tão esperada cerimônia! Tranquei minha faculdade e iniciei um curso de mandarim até que chegasse o grande dia. Foram dias intensos, de muita expectativa, pois seriam duas grandes mudanças para nós: a vida a dois e em um país bem distante.

Chegou o dia! Dia de dizer “sim”, de celebrar nossa união junto dos nossos amados e queridos. Um mês depois fomos para a China e lá moramos por alguns anos. No início foi tudo muito novo e estranho para mim, até que eu me acostumasse com o sistema de vida por lá. E não apenas o desafio do idioma, mas o de compreender os costumes culturais chineses. Porém, juntos, eu e ele, sustentados por Deus, tivemos nossas experiências boas e ruins, com muito aprendizado e fortalecimento.

Como a maioria sabe, a China é fechada ao evangelho, então frequentávamos uma igreja que era apenas para estrangeiros (cultos em inglês), liberada pelo governo e ficava em outra cidade, há pouco mais de 100 km de onde morávamos. Ainda havia uma longa travessia de balsa no meio do caminho, então para nós, assistirmos a cultos, era algo que ocorria uma vez por mês. Neste período aprendemos a valorizar mais nossa igreja. Aqui no Brasil o acesso é tão fácil e muitas vezes colocamos diversos obstáculos insignificantes, que acabam nos afastando da comunhão e serviço cristão.

Nesses anos de casados, a cada dia íamos nos adaptando a viver juntos, tentando compreender as manias do outro e então, criando nossos próprios costumes. Fomos nos ajustando um ao outro, compartilhando momentos únicos, até que chegou a hora do nosso próximo desafio: nos tornar pais! Chegou nosso guri amado com outro fato marcante: a volta ao Brasil. O amor aumentou e agora era expressado através de um ser. Aos poucos estamos ainda aprendendo a cuidar dessa herança preciosa que Deus nos confiou, com muita alegria no coração.

Renata e Teh

Assim termina nosso relato, por enquanto, aguardando os próximos desafios que Deus nos reserva, neste relacionamento de amor e cumplicidade que não pode faltar ao casal.

História indicada por Roberta Ernst

*Queridas FéMeninas, o testemunho acima é para edificar a sua vida mostrando a fidelidade de Deus, no entanto baseie sua fé na Palavra de Deus. Testemunhos são experiências particulares que não podem ser usados como padrão para ação de Deus na sua vida. Deus tem uma forma particular para agir na vida de cada pessoa do corpo de Cristo.”

(Visited 319 times, 1 visits today)
Posted in Minha história de amor.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)