Minha História de Amor – Maira e Fabricio

Olá queridas! Meu nome é Maira, moro em Santa Maria de Jetibá-ES e sou membro da Igreja Batista em São Luís.

Eu não teria como contar minha história de amor sem contar um pouco de como foi minha conversão (prometo ser breve rsrs).

Eu conheci a Jesus num dos momentos mais difíceis de minha vida, eu tinha um casamento de 7 anos quando descobri que meu esposo tinha um caso extraconjugal. Com a ajuda de Deus, consegui perdoar a traição, e me joguei a partir de então aos pés de Jesus, crendo que Ele poderia restaurar meu esposo e casamento.

Passados 2 anos, vi que não era desejo de meu esposo a restauração de nosso casamento, já que ele permanecia neste outro relacionamento. E, quando a moça com quem ele estava engravidou pela segunda vez, ele saiu de casa para viver com ela. Vi-me totalmente desestruturada emocionalmente, sem expectativas, planos ou sonhos.

Lembro-me que o meu desejo na época foi voltar para casa dos meus pais, que moram em outra cidade (100 km de Santa Maria de Jetibá). Orei por esta confirmação de Deus por um ano, e me lembro de Deus sempre dizer suavemente ao meu ouvido: “aguarde mais um pouco” e eu sempre dizia a Deus: “esperar o quê?” Confesso que pensei que Deus me mandava aguardar, porque ainda iria restaurar meu casamento…

Mas não foi isso que ocorreu, e no final deste mesmo ano veio a surpresa.

Fabricio (hoje meu esposo), e eu sempre fomos da mesma Igreja, mas nunca tivemos nenhum contato. Eu e sua mãe éramos parceiras de oração.

A mãe do Fabricio, sempre teve uma preocupação muito grande com a vida sentimental do Fabricio, que na época tinha um relacionamento com uma moça que não era da Igreja, e isso a deixava muito preocupada. Eu, por sua vez, sempre pedia oração pela restauração do meu casamento. E isso fazia com que sempre estivéssemos juntas, uma orando pela outra.

Lembro-me de um dia em que Vera (hoje minha sogra), chegou a um destes nossos encontros de oração muito feliz com o término do relacionamento do filho. E eu disse a algumas jovens de nossa Igreja, que estavam presentes no local, “meninas invistam no Fabricio, ele é um partidão”. Que ironia, não sabia que estava falando do meu futuro marido.

Numa bela tarde, eu estava à caminho de um estudo e parei para cumprimentar uma irmã de nossa Igreja, e concidentemente, Fabricio também. E este foi nosso primeiro contato.

A partir daí, não sei se coincidentemente ou não rsrsr, nos encontrávamos uma vez por semana, quando eu estava indo dar o estudo e ele voltando do trabalho.

Um momento que ficou marcado em nossa história, foi quando numa carona que ele, sua irmã e um amigo me deram, chegando à minha casa, ele abriu a porta do carro pra mim (estava sentada no banco de trás), achei incrível aquela atitude, cheguei em casa e disse para minha amiga “você não sabe o que acabou de acontecer? O Fabricio abriu a porta do carro pra mim” rsrsr. Fiquei sabendo alguns anos depois que a porta de trás do carro estava com defeito e não abria por dentro (preferia nunca ter ficado sabendo) rsrsrsrsr…

Fabricio, a partir daí, começou a ter algumas atitudes “suspeitas”, e minhas amigas diziam  “Maira, este cara está afim de você” e eu dizia “o Fabricio aquele loiro lindo de olhos azuis? Afim de mim? Impossível… vocês estão loucas” (mas que bom, era verdade!).

Começamos a conversar por msn (que antigo, esta palavra), nos conhecendo melhor, falando de Deus, nossos sonhos, projetos, decepções, frustações, medos… e numa destas conversas virtuais, nos declaramos um ao outro.

Que delicia, todas as noites eu tinha que ir até uma lan house, ver se havia algum e-mail novo, uma mensagem dele para mim (que bom sempre tinha!).

Mas, num determinado momento, o medo falou mais alto, e eu procurei pessoalmente o Fabricio, e disse que não queria levar nosso relacionamento adiante, por medo do que os outros iriam dizer ou de os pais dele não me aceitarem por eu ser divorciada ou o fato de o Fabricio ser 4 anos mais novo que eu.

Ele me garantiu neste mesmo dia, que nada disso importava para ele, mas que a decisão era minha.

Ufa! Que momento difícil. Conciliar razão e emoção. Procurei meu líder espiritual na época, e foi maravilhosa a conversa que tivemos, muito esclarecedora. Agradeço até hoje ao Pr Valério pelas sábias palavras, pelo incentivo e aprovação, que para mim na época, foram fundamentais, com certeza sem apoio e aprovação de meu líder espiritual, eu não teria levado aquele relacionamento a diante.

Procurei o Fabricio, e contei a ele da conversa que tive com Pr Valério, ele também ficou muito feliz com o apoio do nosso Pr, me lembro que para ele aquela foi uma grande confirmação da parte de Deus. Decidimos então orar, mas confesso que foi por um curto período, já que a aprovação dos nossos familiares, de nossa Igreja, de nossos amigos, trazia muita paz aos nossos corações.

Nosso namoro começou oficialmente no primeiro dia do mês de dezembro de 2008, noivamos alguns meses depois e no dia 20 de março de 2010 (dia do meu aniver!), o sonho tão esperado se tornou realidade… Nos casamos!!!

20151003_065256 IMG-20150320-WA0002

Nosso casamento é uma prova do amor, cuidado e fidelidade de Deus para conosco.

Gosto de uma frase que diz que “Deus não une apenas vidas, e sim propósitos.

A decisão mais importante de nossas vidas é onde vamos passar nossa eternidade, e a segunda mais importante é com quem vamos passar o resto de nossas vidas.

Sofri muito num relacionamento com um homem que não era cristão, por isso sempre digo, você que ainda não encontrou seu “príncipe abençoado”, não se preocupe, descanse – Deus já sabe quem ele é e está separadinho para você e no momento certo, Ele lhe dará. Assim como ocorreu comigo, eu sempre digo que Fabricio é sem dúvida, “um presente de Deus na minha vida”.

Lembro-me que quando tive a crise de medo, disse a Deus em oração “Pai, Tu sabes como me sinto feliz e realizada na presença do Senhor, só quero alguém em minha vida se for para me fazer ainda mais feliz do que já sou”, e assim se fez.

Nosso casamento se resume a um versículo que eu gosto muito…

“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam.” 1 Coríntios 2:9

Este é um pequeno resumo da minha história de amor! Espero que você tenha gostado e sido edificada! E quero ainda te desafiar a não escolher quem será seu namorado, noivo e futuramente marido… Deixe Deus escolher para você, confie que a vontade de Deus é a boa perfeita e agradável!!!  Romanos 12.2

Bjos queridas!

Colunistas-24

(Visited 289 times, 1 visits today)
Posted in Minha história de amor.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)