Me Salvou – Tais Joy

Era um domingo de manhã, tinha 6 anos de idade quando a minha história com Deus começou a ser escrita – Isso na minha cabeça, pois no coração de Deus Ele já havia me escolhido desde o ventre. Tudo me encantou. As pessoas cantando, os bancos organizados, a cadeira do Pastor… Lembro-me de perguntar a minha vizinha: “Quem é aquele moço sentado lá em cima, de cabeça branca?” Ela respondeu: “é o pastor da Igreja, Tais”. Pensei comigo: “Uau! o que é um pastor?”.

Minha mãe já tinha me levado em outra Igreja antes, mas, a realidade daquele lugar, naquele domingo, foi uma experiência diferente pra mim. Despertou-me o interesse.

Nem sempre minha família foi da Igreja. Minha mãe durante um tempo foi de outra religião, entretanto, ela sentia em seu coração que ali não era o seu lugar. Eu a acompanhava e, mesmo sendo tão nova na época, lembro-me com detalhes de alguns rituais que eram feitos. Até que um dia minha mãe se entregou a Cristo. Teve perdas de familiares, inclusive a minha vózinha que em seu leito de morte aceitou a Jesus e, creio que hoje ela descansa em paz e um dia nos encontraremos e adoraremos ao Pai para toda a eternidade.

Mesmo tendo encontrado a Cristo tão nova, passei por dificuldades como toda adolescente/jovem cristã. Tive um relacionamento aos 13 anos de idade, esse namoro começou mal e terminou mal. Eu era muito nova e não sabia ao certo o que era ter um relacionamento de verdade. Passei a esfriar-me na fé, ia aos cultos por estar acostumada, e não mais por amor. Não tinha mais vontade de participar dos ministérios de dança e juventude. Contudo, algo sempre me manteve ali e nunca me deixou partir de vez – esse “algo”, era o amor e, o cuidado de Jesus por mim, Aleluia!

Aos 15 anos recebi uma palavra de um irmão/pastor que estava visitando a Igreja que eu congregava: “Querida, eu não te conheço, mas Deus manda te dizer que Ele te ama, e o seu futuro já foi escrito por Ele. Apenas confie! Não deixe o passado te assolar.” Uau! Senti Deus como naquele Domingo pela manhã quando tinha 6 anos de idade. O brilho nos olhos voltou. À alegria, a força… Tudo o que eu mais queria era ouvir Jesus outra vez.

Passei por muitas situações delicadas. Cresci sem meu pai; o meu lar viveu grandes conflitos porque meu padrasto não era cristão; crises financeiras, emocionais… Se eu fosse contar cada coisa que passei, iriam faltar caracteres para dizer. Porém, o mais importante nisso tudo foi que Cristo marcou meu coração e, mesmo em meio a dificuldades, nunca o abandonei.  Sempre tive a certeza de que viver com Ele era melhor.

Após o meu relacionamento aos 13 anos, só fui namorar novamente aos 18. Fiquei noiva aos 20 e com 21 anos me casei. Hoje tenho 23 anos, trabalho como recepcionista e pretendo me formar em pedagogia. Continuo firme na presença de Deus, juntamente com o meu esposo. E eu digo com todas as forças, com o coração palpitando e as lágrimas nos olhos, que: Vale muito a pena servir a DEUS!!! Sou muito feliz porque um dia Jesus ME SALVOU, e isso me basta.

Com amor,

Tais Joy.

(Visited 31 times, 1 visits today)
Posted in Me salvou.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)