Laços quebrados podem ser restaurados

Você já reparou em como as crianças brincam com seus amigos? Elas riem, correm, gritam e quando percebemos já começam os empurrões, disputa de brinquedos e choro. O que é mais interessante perceber nessas “brigas” de criança e que elas não duram nem 15 minutos. As crianças preferem deixar de lado os motivos das brigas para poderem continuar brincando, ou seja, elas preferem ser felizes do que terem razão.

Por que será que nós, que já não somos mais crianças, não temos essa facilidade em perdoar as pessoas que nos machucam? Por que será que é mais importante ganhar uma discussão do que manter uma amizade? É só olhar para o nosso coração e encontrar as respostas para essas e outras tantas perguntas. Nosso foco muitas vezes está apenas em nós mesmos: eu quero ser feliz, eu quero ter a razão, eu não aceito que fale isso de mim, eu sou melhor do que o outro. São tantos “eus” que nosso coração está sufocado de tanto egocentrismo e estamos cegos para enxergar o outro e as necessidades do outro.

Infelizmente as pessoas sempre irão nos decepcionar e nós sempre iremos ficar magoados com elas; e a razão de tudo isso é porque o pecado insiste em querer nos dominar. E todos os dias somos desafiados a lutar contra esses sentimentos de autopiedade, baixa autoestima para que eles não inundem o nosso coração e nos tornem pessoas amarguradas e ressentidas.

Perdoar um amigo que ofendeu, traiu a confiança ou magoou profundamente é uma tarefa difícil que não conseguimos sozinhas. Mas, quando lembramos dAquele que nos ofereceu perdão e quis restaurar a amizade conosco (mesmo nós não merecendo), podemos ter esperança que Ele nos dará força para perdoar outra pessoa que é tão pecadora quanto nós.

Laços que foram quebrados entre amigos podem ser restaurados, porque lá na cruz Jesus, nosso melhor amigo, restaurou o laço mais importante que existe: a nossa amizade com Deus. Ele nos ofereceu perdão para que nós também pudéssemos perdoar o nosso amigo: “Se não perdoarem os outros, o Pai de vocês, que está no céu, também não perdoará as ofensas de vocês”  (Mc 11.25).

Lembre-se que mesmo que você se sinta extremamente magoada ou ofendida com o seu amigo, ficar remoendo isso em seu coração não será bom nem para você e nem para ele. Ofereça seu perdão (mesmo se você tiver razão para estar chateada) e não deixe que sua alegria seja roubada por pequenos detalhes, que poderiam ser facilmente resolvidos com uma conversa ou uma mensagem no WhatsAppEscolha ser feliz ao lado dos seus amigos do que querer sempre ter a razão!

(Visited 117 times, 1 visits today)
Posted in Conselhos de amiga.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)