eu e o dinheiro

Eu e o dinheiro: Como fazer essa relação dar certo? Parte 4

Reading Time: 4 minutes

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. Ec 5.10

Neste último artigo da série sobre o uso do dinheiro vamos falar sobre os investimentos e a investidora. Conhecendo seu perfil como investidora ficará mais fácil reconhecer os tipos de investimentos mais indicados para você.

Escrevendo sobre a importância do planejamento, comentei sobre deixar uma parte da sua renda para os imprevistos e para o futuro (aposentadoria ou realizar sonhos). Num país como o Brasil, onde a inflação desvaloriza o dinheiro que temos em mãos, não dá para reservar para o futuro e deixar o dinheiro embaixo do colchão. O investimento tem a missão de valorizar o seu dinheiro. A tradicional poupança é um bom começo. Se você conseguir resistir à tentação de gastar até o último centavo daquele dinheiro que está parado ali e é todo seu, será uma grande conquista.

Talvez você já seja uma jovem investidora que aprendeu com os pais. Pode ser também que esteja pensando em parar aqui a leitura, pois nem se imagina tendo dinheiro sobrando para investir.

Tendo feito a lição de casa, já tem seu orçamento mensal, já planejou o que pretende fazer, gastar e poupar até o final do ano, então você sabe responder quanto poderá dispor para investir. Mesmo que você seja muito ousada nada de começar com aplicações financeiras de alto risco. E nada de colocar todo o seu dinheiro numa única aplicação.

Entre 16 e 35 anos, para cada 5 homens há 1 mulher investindo, o que indica que as mulheres são mais conservadoras. No Brasil, o estado de SP tem o maior número de investidores. Em quarta posição está o RS (para alegria das gaúchas), seguido por SC e pelo PR. São dados fornecidos pela BM&FBovespa, uma das maiores empresas do mercado financeiro no mundo, com base em abril/18.

E o que ela faz? Concentra as negociações que envolvem riquezas das mais diferentes naturezas. Com sua ampla experiência, nos ajuda a saber que não dá para pensar apenas num curto prazo, não podemos nos deixar levar pela emoção, nem seguir dicas infalíveis. Se você pegou uma dica sobre algo que deu muito rendimento numa época, não há garantia nenhuma de que continuará dando o mesmo resultado.

O investimento está num mercado que se chama “mercado de futuros”. Não preciso explicar muito para quem conhece a Palavra de Deus, pois o futuro só a Deus pertence. Mas estudando o histórico e o assunto, fica melhor fazer a escolha. Essa é a sua e a minha parte, ser bem informada.

No final do artigo deixarei um link com o site do BM&FBovespa para você visitar. Seja curiosa, mesmo que não entenda nada. Tenha FéMenina, saber nunca é demais!

Quanto à definição do seu perfil como investidora, atualmente os bancos exigem que se preencha a API – Análise do Perfil do Investidor. Pode ser feito no site dos bancos, pela internet. Com o auxílio da inteligência artificial você chegará ao seu perfil.

Minha experiência atuando no setor financeiro há mais de 15 anos, me diz que não devemos deixar nas mãos dos bancos a decisão de onde investir. Claro que eles têm domínio da informação e saberão indicar, mas você será submetida ao filtro do interesse do referido banco. Lembrando que tal interesse se chama lucro, o do banco e não o seu.

Após ler seu perfil como investidora, questione se realmente define você. Por mais que você conheça uma grande corretora de valores, estude sobre o assunto, saiba argumentar e avaliar se o que os especialistas estão indicando é realmente o mais sensato a fazer.

Como os artigos da coluna Bolsa Blindada têm como objetivo aproximar suas leitoras de informações sobre como fazer o melhor uso do seu dinheiro, sem perder a visão de cidadãs do reino de Deus, não vou continuar esse papo tão amplo sobre investimentos. Só quis chamar sua atenção para o fato de que cuidar do seu dinheiro é coisa séria.

Os recursos financeiros que temos não são nossos. São do nosso PAI. Precisamos nos empenhar em administrá-los com sabedoria para ter com o que atender nossas necessidades e desejos, tendo sempre também com o que abençoar a vida do nosso próximo e colaborar com a obra de Deus.

O versículo que usei para abrir o artigo nos remete ao ensino do primeiro artigo da série: sua motivação precisa te conduzir a uma vida abençoada porque o Senhor assim prometeu. Quando ouvimos dizer que o dinheiro, ou o poder “subiu na cabeça de alguém”, penso que o problema não estava no dinheiro, no lucro ou rendimento que seja. E, sim, na motivação errada.

Minha oração é que você seja uma vencedora em todas as áreas de sua vida. Viva plenamente tudo de bom que o Senhor pode te proporcionar, mas não seja acomodada. Faça sua parte, siga a Palavra de Deus, ame ao seu Deus de todo o seu coração, busque o conhecimento. O Senhor, sem sombra de dúvida, é o melhor conselheiro financeiro. Digamos que é o único especialista em quem você pode confiar 100%.

Link sugerido no texto: Como investir

Fabiana Silvestrini

(Visited 84 times, 1 visits today)
Posted in Bolsa Blindada, Séries.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)