Oração

Disciplinas Cristãs Espirituais – Oração

Reading Time: 3 minutes

ORAR + AÇÃO

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.” (Fp 4.6) 

Tudo bom meninas??? Eu imagino que vocês já tenham ouvido falar em disciplinas espirituais. Não? Bom, todas nós, no momento em que aceitamos Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas recebemos um dom/presente maravilhoso que é o Espírito Santo. (At 2.38; Ef 1.13). As disciplinas espirituais têm a ver com isso! No dicionário, disciplina remete o significado de ordem, conduta que proporciona o bem-estar dos indivíduos ou o bom funcionamento de algo. E espiritual quer dizer que é próprio do espírito. Ou seja, as disciplinas espirituais são ações cujo o propósito é o de aumentar nossa espiritualidade, nossa ligação e intimidade com o Pai.

Uma das disciplinas espirituais é a oração, e a Palavra de Deus está recheada de pessoas que pararam tudo para orar. Lembro-me de Ana, que pela perseverança na oração ganhou um filho (1 Samuel 1.1-28), Eliseu, que pelo poder da oração ressuscitou um menino (2 Reis 4:25-37), Daniel que pela sua fé, fidelidade e firmeza na oração foi parar na cova dos leões e foi livrado da boca deles pelo Senhor (Dn 6.1-28), e o próprio Jesus Cristo, o maior exemplo de oração! Mesmo sendo Filho de Deus, ele esvaziou-se de todos os privilégios divinos e assumiu totalmente a natureza humana. Jesus orava nas montanhas, em lugares desertos, durante a madrugada… Ele orava! A oração dava a Jesus forças para continuar. Ele orou para escolher os doze apóstolos (Mc 6.12-16), ele nos deixou uma “oração modelo” (Mt 6.5-13), ele orou em favor de si mesmo, de seus discípulos e de todos os crentes (Jo 17.1-26) e orou no pior momento de angústia de sua vida terrena (Lc 22.39-46). A oração é a expressão de desejo e saudade de Deus, é a maneira que temos de falar diretamente com nosso Pai e de entregar nossas vidas diante de Dele.

Quando eu ainda era criança, aprendi sobre os cinco tipos básicos de oração (ué, e tem mais de um??? rs). Alguns anos se passaram e descobri que o autor Gregory R. Frizzell faz essa divisão em sua obra Como desenvolver uma vida poderosa de Oração. E hoje, quero compartilhar com vocês um pouquinho sobre cada um deles, pois cada um tem um papel singular no desenvolvimento do nosso relacionamento com Deus:

  1. Louvor e Ações de Graças: são maneiras de exaltar sinceramente a Deus por quem Ele é e agradecer pelo que Ele já fez. (Sl 100.1; 1 Ts 5.16-18).
  2. Oração de Confissão: Deus é onisciente, portanto Ele sabe de tudo, e conhece todos os nossos pensamentos. Ele não precisa que falemos para Ele, mas Ele QUER que você e eu contemos a Ele tudo o que fazemos. (2 Cr 7.14; Sl 66.18; Sl 139.23-24).
  3. Oração de Petição: esse é o tipo de oração onde apresentamos a Deus nossas necessidades e anseios. Talvez seja o tipo que mais usamos. Porém, o segredo de pedir e receber está em pedir de acordo com a vontade do Pai. (Tiago 4:2-3; João 15:7; 1 João 5:14-15).
  4. Oração de Intercessão: é quando nos focamos nas necessidades dos outros: perdidos, afastados, por aqueles que estão no serviço do Senhor, pela nação, pela família… por todos! (Ez 22.30; 1 Tm 2.1-2).
  5. Oração de Meditação: é o ato de refletir na Palavra e ouvir a suave voz de Deus. A oração é um diálogo! Eu falo daqui e Deus me responde de lá. (Sl 1.2; Sl 77.12).

Devemos manter nossa vida de oração equilibrada, com todos os tipos de oração. Pois a oração eficaz dará resultado. (Tg 5.16). Porém, é necessário ter muita disciplina e um compromisso diário para desenvolver nossa vida de oração. A essência do nosso relacionamento com Deus está na busca diária por Ele em oração.

Como está seu relacionamento com Deus? Você sente que Ele vive em você? Vocês conversam?

Quero te propor um desafio: vá para um lugar calmo, sem ninguém por perto e se coloque diante de Deus em oração. Não se preocupe com o tempo. Ore! Se derrame! Se entregue! Converse e conte a Ele tudo o que lhe incomoda e o que te traz alegria. Deixe a paz de Deus inundar o teu ser. Se precisar, chore, e sinta o suave abraço de Deus. Ele te ama, me ama e quer ter um relacionamento real contigo, mas para isso acontecer, é necessário de diálogo, conversa, oração, orar + ação.

Um beijão,

Maxieli Karine Krüger Araujo.

Leia as Disciplinas anteriores postadas:

http://femenina.org.br/disciplinas-cristas-espirituais/

Disciplinas Cristãs Espirituais – Meditação | Estudo da Palavra

(Visited 99 times, 1 visits today)
Posted in Séries.

One Comment

  1. Pingback: Disciplinas Cristãs Espirituais - Adoração | FéMenina

Gostou do post? Deixe seu comentário :)