de bem consigo

De bem comigo mesma

Reading Time: 3 minutes

Você está de bem consigo mesma?

Até onde posso ir pra me sentir BEM COMIGO MESMA?

Falamos tanto sobre amor ao próximo e muitas vezes esquecemos que primeiro temos que nos amar.  Que coisa mais difícil, né? Ainda mais quando não estamos à vontade com alguns excessos ou faltas no nosso corpo. Excesso de bumbum, de barriguinha (alô pós parto kkkk), muito volume no cabelo, muita bochecha… ou falta de busto, perna fina, lábios finos, pouco cabelo! Nossa! Não tá fácil pra ninguém. Falo por experiência própria.

Mas até onde eu posso ir para me amar?

Devo me aceitar como sou ou posso buscar incessantemente uma imagem que me agrade ou agrade mais aos outros? É pecado viver de dieta e contando as calorias? Ou ser fitness ao ponto de me excluir de um encontro com amigos para não perder o foco? E como fica a vida de quem sofre com compulsão alimentar, bulimia e anorexia?

Nós mulheres somos muito influenciadas e hoje o uso das redes sociais tem um grande peso nisso, elas fazem com que a gente se compare com as imagens e a vida “perfeita” dos perfis que seguimos. Siga perfis reais, de mulheres reais, de pessoas que tenham os mesmos princípios que você, isso inclui: fé, condição financeira e estilo de vida. Que tenham uma vida parecida com a sua e que acrescentem algo à você! Quando começamos a nos comparar perdemos a essência de quem somos e para que viemos a este mundo.

Se você quer mesmo mudar, abrace esta ideia, se cuide, procure ajuda. Mas mude por você e não pelos outros. Hoje existem profissionais na área da nutrição, por exemplo, que fazem um trabalho de nutri coach, trabalham o seu comportamento e relacionamento com a comida, sem dietas, sem balança e os resultados aparecem, pois a mudança está na mente, no comportamento. Isto se aplica tanto para quem precisa emagrecer ou para quem tem uma imagem distorcida.

Conheça seu corpo, conheça seu estilo! Saiba que você amadureceu e algumas peças de roupa já não caem tão bem. Se você deseja um auxílio, procure uma personal stylist, faça um armário cápsula, uma cartela de cores que te favoreça. Nosso corpo pode melhorar, mas a genética não minha amiga! Se amadurecemos por dentro, por fora não seria diferente. Não ceda a pressão da mídia em sermos perfeitas! Somos muito mais do que isso!

Podemos aplicar o ensinamento bíblico sobre o julgamento. Ninguém sabe a dor que o outro passou, ninguém sabe as lutas que o outro lutou já dizia nossa amiga Marcela Taís. Muito além da aparência, temos que nos preocupar com a saúde. Existem pessoas acima do peso que estão bem mais saudáveis que as que vivem de dieta.

Se o problema de aceitação é maior, busque ajuda com uma conselheira ou uma psicóloga. Há situações que não conseguiremos enfrentar sozinhas e dividir isso com alguém torna o fardo mais leve.

Em I Coríntios 3:16-17 diz o seguinte: Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês. Assim, se alguém destruir o templo de Deus, Deus destruirá essa pessoa. Pois o templo de Deus é santo , e vocês são o seu templo.

Sim, somos casa de Deus! Devemos oferecer um lugar bem cuidado para Ele. Precisamos exercer o domínio próprio e lembrar que a gula também é pecado!

Sempre me lembro de um ditado bem antigo que dizia: Por fora bela viola, por dentro pão bolorento!

Precisamos nos lembrar que nosso interior deve ser muito mais belo e bem cuidado que nosso exterior. Eu sei que a tendência é nos prendermos mais a aparência, mas para Deus nosso coração precisa estar limpo e puro e em total conexão com Ele.

Pode ter certeza que essa beleza interna será externada, afinal um coração bonito aformoseia o rosto (Pv 15:13a).

Um abraço apertado, Kris

 

 

(Visited 165 times, 1 visits today)
Posted in Conselhos de amiga.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)