Conselhos da Tante

Reading Time: 3 minutes

É a pessoa certa??

Olá meninas de fé! É com muita alegria que retorno a escrever para vocês. Não sei se lembram de mim, publiquei minha história de amor no blog, sou casada com o Anderson e tenho duas filhas maravilhosas, Isabelle e Laísa, presentes do Papai do Céu.

Vocês devem estar se perguntando: Porque “Tante”? Bom, como as descendentes de alemães já devem conhecer, “Tante” significa “Tia” em alemão, e quando minha primeira sobrinha nasceu não queria ser apenas mais uma tia, e sim uma “Tante” que fosse amiga, confidente, tia e conselheira ao mesmo tempo. E é nesse clima que gostaria de conversar com vocês, muitas vezes não temos alguém para desabafar e expor nossos medos, principalmente com relação a namoro e casamento. Deus trabalhou bastante na minha vida nesta área (pra não dizer “quebrei muito a cara”, rs). Mas vejo que tudo foi permitido para que agora pudesse ajudar quem está passando por estas dificuldades.

Uma das perguntas que muitas meninas tem feito é a seguinte: “Será que eu caso com ele?” Esta dúvida é muito pertinente…afinal de contas é uma escolha para o resto da vida. Como cristãs queremos cumprir o “até que a morte nos separe”, mas para uma decisão tão difícil, como ter certeza de que é a pessoa certa? Como eu não posso responder simplesmente “Sim” ou “Não”, seguem abaixo algumas perguntas que irão ajudar a decifrar este enigma… Lembre-se que você precisa ser 100% sincera consigo mesma e com Deus, afinal de contas é seu futuro em jogo queridona….

  • Estou disposta a fazer a vontade de Deus seja ela qual for?
  • Tenho buscado a vontade dEle diariamente, investido muito tempo em oração e leitura da Bíblia?
  • Estou disposta a admitir para meus familiares e outras pessoas que cometi algum erro?
  • O que meus pais e verdadeiros amigos dizem a respeito?
  • Tenho pensado que posso encontrar alguém melhor do que meu noivo/namorado?
  • Preciso de um casamento para sentir-me realizada?
  • Ter um marido é símbolo de felicidade?
  • Estou em uma situação de jugo desigual? (Lembre-se que perspectivas de futuro totalmente diferentes também constituem jugo desigual…sei…você acabou de me odiar…rs).
  • Estou disposta a esperar o tempo que for necessário para casar com ele?
  • Minha certeza de que “é ele” não é apenas “autoconvencimento”?
  • Como imagino o meu dia-a-dia com a pessoa? (Lembre-se que vocês não vão ficar namorando o tempo todo…a vida não é feita só de bitoquinhas…)
  • Estou desesperada? (Estou namorando esta pessoa porque acho que não vai aparecer “coisa” melhor?)
  • Meu noivo é meu melhor amigo? (Depois de Jesus é claro…).
  • Você pode ser você mesma com ele?
  • Estou conservando o meu corpo puro para meu futuro marido? (Esse negócio de se entregar antes de casar complica demais as coisas…por mais que seja difícil…não caia nessa!!).
  • Me sinto completa e realizada em Deus ou sinto que preciso de um homem para me sentir realizada? (Sei…repeti a pergunta…mas foi de propósito…seja sincera…Deus tá vendo…).
  • Meu noivo/namorado me faz querer estar cada vez mais perto de Deus?
  • Como você se vê daqui a 10 anos? (Faça este exercício se imaginando casada e solteira).
  • Consigo ver e lidar com os defeitos do meu noivo/namorado? (Se você falar que ele não tem defeitos…desça dessa deste castelo de fadas guria!!)

Quem participou da oficina de solteiras adultas no Congresso FéMenina já ouviu falar do livro “Solteira e Realizada” de Judy Douglass e Kathryn Long, um livro muito bom, super recomendo.

Que Deus esteja abençoando a vida de cada uma e dando sabedoria para fazer as escolhas certas. Lembrem: é melhor sofrer agora com a verdade do que sofrer o resto da vida por causa de mentiras…

Um upa bem apertado e carinhoso!

Tante Greyce.

Colunistas-04

(Visited 234 times, 1 visits today)
Posted in Conselhos de amiga.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)