A IMPORTÂNCIA DE IGREJAS SAUDÁVEIS EM LUGARES CARENTES

Igrejas locais em crescimento são chave para ministrar em comunidades necessitadas, porque são chave para ministrar em qualquer comunidade. Quando Jesus dá aos discípulos a Grande Comissão, você talvez se questione sobre algumas dessas coisas: batizando-os, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado.

Para entender, veja o livro de Atos. O que algumas das pessoas que ouviram o que Jesus disse fizeram? Plantaram igrejas. Plantaram igrejas onde foram. Plantaram igrejas entre os judeus, plantaram igrejas entre os gentios. Não temos a informação sócio – econômica exata sobre onde foram plantadas, mas tenho praticamente certeza que todos os lugares não eram idênticos. Alguns provavelmente eram mais ricos, alguns com certeza não eram ricos. Assim, ao falarmos sobre o envolvimento na vida das pessoas, a estrutura que Jesus estabeleceu é a igreja local.Leia mais…

Para o homem que não dormirá comigo

Era um hábito que começou com as conversas bobas no corredor do colégio. Quando nos encontrávamos nas festinhas e tal. Eu escrevia sobre você no meu diário e trocávamos olhares e carinhos. E era tão bom ter você nos meus braços e chamar você de namorado.

Nossas vidas não estavam apenas conectadas por telefonemas e ligações em sussurro no meio da noite, que ecoavam na sala do apartamento que eu dividia com minhas amigas na universidade. Você estava lá, uma presença aconchegante.

Muitas de nós, boas garotas cristãs, faríamos isso. Por um tempo, nosso primeiro ano na universidade seria assim. A vida seria uma extensão do que era quando estávamos em casa. Nós orávamos, escutávamos música cristã, ríamos quando pensávamos nas coisas que aconteceriam no futuro. Então, nossos namorados viriam nos visitar ou simplesmente passar o final de semana. A liberdade que tínhamos agora se misturaria com um turbilhão de emoções e novas descobertas. Nós esqueceríamos que estaríamos guardando a “grande noite” para o casamento. Nós estávamos cruzando uma fronteira muito séria, entrando em um lugar de intimidade radical, mesmo se na nossa cabeça estivéssemos quebrando um mandamento, ou não.

Essa forma de agir apareceu em meus outros relacionamentos depois que terminei com o primeiro namorado. Ela se repetiu muito depois do primeiro ano na universidade. Muito depois da vida de estudante. Ela ecoou na dinâmica de cada relacionamento desde então, como as longas ligações telefônicas com meu namoradinho do colégio.

Leia mais…

Você é boa, você é esperta, você é importante!

Quem já assistiu o filme “Histórias Cruzadas” deve se lembrar desta frase que leva o título deste post. E estive refletindo como palavras de afirmação são importantes na trajetória de cada um de nós. Ganhar presentes é muito bom, perceber que alguém gosta de ter um tempo de qualidade também. Receber um abraço também é revigorante. É importante quando alguém nos proporciona atos de serviço. No entanto, quero enfatizar aqui o valor das palavras de afirmação. E o filme relata isso de uma maneira fantástica, onde a babá Emy faz questão de falar para a criança que ela cuida:

Você é boa, você é esperta, você é importante.Leia mais…

Atitudes de consumismo – o que é isso?

“Você já parou para pensar no que passa pela sua cabeça ao tomar uma decisão que envolve o uso do dinheiro? A maioria das pessoas não faz esse raciocínio e desconhece fatores importantes nesse processo. A Psicologia Econômica estuda como tomamos essas decisões.”
O texto e a imagem acima foram extraídos do site do Banco Central do Brasil: https://cidadaniafinanceira.bcb.gov.br/blog/85-voce- ja-parou- pra-pensar

Vera Rita de Mello Ferreira é a autora do livro “Atitudes Econômicas: você já parou para pensar?”, que trata dos fatores envolvidos em decisões de ordem econômica. Entenda-se economia partindo do princípio da distribuição de todos os recursos finitos. E não apenas o dinheiro. O livro faz parte do programa ENEF – Estratégia Nacional de Educação Financeira. A educação financeira ainda não é tão difundida no Brasil. Mas a iniciativa do programa é
contribuir para mudar o quadro.

Os índices de endividamento têm crescido muito em nosso país. De que lado das estatísticas você está? Leia mais…

De repente 30 #Repost 6/10

Ando meio pensativa em ter feito 30 anos e percebi que os anos passam e a gente vai mudando, para não dizer envelhecendo!! kkk

Mas olha só! Como saber o que fazer e o que vestir nessa transição da vida onde passamos do 20 para os 30 e assim por diante? Afinal não somos mais garotinhas!

Para começo de conversa temos de ser reflexo da nossa fé com decência e bons costumes! Aí já é meio caminho andado, mas tem #umaszamigadagenti que não entendem:

Leia mais…

O amigo mais fiel…

Encha sua vida de amigos, mas lembre-se: de nada adianta ter uma vida rodeada de pessoas e um coração distante daquele que deseja sua amizade eterna!
Quem é aquele que me ama mesmo quando eu insisto em errar?
Quem está comigo desde o amanhecer ao anoitecer?
Quem enxuga as minhas lágrimas secretas?
Quem enche meu coração de alegria e paz?
Quem me orienta e fala ao meu coração todos os dias?
Quem tem o controle de todas as circunstâncias em suas mãos?
Quem é aquele que me ensina o valor do ‘Não’ e a benção de viver na obediência?
Quem é aquele que permanece sempre igual?
Quem é aquele que me trata com dignidade e valor?
Quem é aquele que mesmo sendo Dono de tudo me trata de forma especial?
Quem provê o meu sustento todos os dias?
Sim, é Ele! Meu amado Senhor, meu grande e melhor amigo…

Leia mais…

Do Limão fez uma limonada! #Repost 5/10

Hoje quero lembrar, com você, da história da menina que foi levada, como escrava, para servir de criada à esposa de General Naamã, da Síria – o seu nome nem é mencionado.

Pense bem: – ela era uma menina, como você, e de um momento para outro foi retirada de dentro de sua casa e foi levada para um país distante, por pessoas que a desprezavam – tente se colocar no lugar dela…

Não havia facebook, celular, tablet ou email. Essa menina perdeu, da noite para o dia, todos os seus contatos e, mais que isso, perdeu o aconchego e cuidado de sua família. Ela era uma avulsa em terra estranha.

Leia mais…

E se meu pai não for tão legal? #Repost 4/10

A música abaixo conta a história de uma jovem que ama muito a seu pai, mas tem constantes decepções com ele. Em cada ano mais promessas, e em cada promessa mais uma decepção.

Preciso confessar –> Cada vez que assisto este vídeo eu Choooro!! Ah e coooomo choro! Mas vamos continuar a falar sobre o vídeo:

Talvez a carência paterna tenha deixado esta jovem acessível demais, e o primeiro menino que se aproxima ela se entrega por completo, sem medir as consequências.

Leia mais…

Oficina de organização FéMenina #repost 3/10

Para as desorganizadas de plantão, vale a pena ler o texto abaixo e aprender sobre a diferença que existe entre ARRUMAÇÃO e ORGANIZAÇÃO. Inspirem-se, meninas!

Organizar a vida é um hábito. O processo de se organizar é como a reeducação alimentar: não adianta fazer dieta por um tempo e voltar a comer um monte de besteiras depois.

Não é feita do dia para a noite. Acontece aos poucos, um pouquinho cada dia.

Organizar é arrumar? Não. Arrumar é tirar um objeto da frente. É pegar o sapato que está na entrada e jogar dentro do armário, cheio de outros pares bagunçados. Você fecha o armário e o ambiente está arrumado. Arrumar é fácil, mas não resolve o problema.

Leia mais…