A Justiça é serva

Por Yasmin El Kadri Monteiro

Grandes descobertas! É de se notar o que a curiosidade de uma criança a revela. Que esse espírito aventureiro, e acima de tudo o amor, movam os próximos questionamentos.

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus.

“Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos.” ​Mateus 5:43-45

Há uma pitada de loucura aqui: amar quem me odeia? Será esse o caminho da justiça? Afinal, sol e chuva contemplam todos sem distinção. Tendo ou não Jesus como Ser Soberano, esse princípio de igualdade parece certo e pressupõe liberdade; se Jesus assim ensina, a prepotência de se colocar como juíz do outro pode ser bastante danosa. Dessa forma, todas as pessoas deveriam gozar dos mesmos direitos e obrigações. Não dos mesmos papéis, mas sim do mesmo respeito pelo ser humano que é. Aliás, a natureza também pode ser colocada como irmã da humanidade, quando vista também como Criação de Deus, permanecendo ela com o propósito para o qual foi feita com tanta magnificência.

Leia mais…

Concurso Público! Você Encara? PARTE III

CONSELHOS DIVERSOS:

Ajude, ensine, passe seu conhecimento a outros. Isso não te colocará em posição inferior ou de risco frente a concorrência. Essa atitude te impulsionará um passo à frente.

Evite pessoas mal humoradas, negativas e pessimistas. Contagie-se com a alegria de pessoas otimistas, pessoas que estão sempre dispostas a recomeçar.Leia mais…

Concurso Público! Você Encara? Parte I

Há diferentes opiniões quando o assunto é concurso Público. Há os que pensam que é perda de tempo, afinal o número de concorrentes por vagas é algo, a primeira vista, assustador e conseguir uma colocação entre os primeiros é quase um milagre. Há outros que até consideram uma boa opção, no entanto vinculam esta área a fraudes e corrupção no Brasil e isso, desencadeia um sentimento de frustração. Há ainda outros que sentem uma leve motivação a se dedicarem, porém o desânimo fala mais alto quando deparam-se com resultados insuficientes nos primeiros simulados e com tempo reduzido para estudar. Por fim, há aqueles que desistem antes mesmo de começar pois não disciplinam-se em reservar um tempo para a execução desse projeto.

Como concurseira posso afirmar que, realmente, esta não é uma decisão que se toma facilmente. Essa atitude envolverá algumas mudanças em seus hábitos e como cristão isso toma uma proporção ainda mais significativa.

Como experiência posso compartilhar algumas dicas e perspectivas quanto a esse assunto e dizer que se você for direcionado por Deus a escolher essa área, mais cedo ou mais tarde, poderá colher bons frutos de sua dedicação.

Leia mais…

Conheça um pouco da ABUB (Aliança Bíblica Universitária do Brasil)

Universidade. Muitos sonham com ela, com a profissionalização e com o reconhecimento que recebemos por conseguir ingressar em uma, se for federal então, uau! Não é um sonho fácil, exige muito estudo e foco. Lembro-me das longas jornadas de estudos durante um ano todo, acordava às 8h da manhã e começava a estudar em casa, almoçava e ia para o colégio, ficava estudando ali até as 18h00, que seria o início das aulas até as 22h00, chegava em casa, jantava e o outro dia começava do mesmo jeito.

Após muito estudo e esforço fiz o vestibular da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), uma das melhores universidades federais brasileiras, para o curso de Serviço Social e passei. Aliás, fiquei como primeira colocada dos alunos deste curso, louvei a Deus por essa conquista, tudo é para Ele! A parte fácil tinha passado, acredite, era fácil e eu nem sabia. Chego em um lugar novo, uma cidade nova, sem minha família, eu ainda com 17 aninhos, uma rotina a ser enfrentada, contas e aluguel a serem pagos, tudo tão novo, e o principal: a perdição da universidade. Ali tudo pode, e ser careta nem pensar, né?! Pra mim nem pensar mesmo! Logo encontrei minha galera.Leia mais…

Intercâmbio: Dicas para começar a (Re)descobrir o mundo!

Uma das melhores sensações que podemos experimentar é aquela ansiedade boa, o frio na barriga diante de uma aventura a muito esperada. Fazer intercâmbio é viver isso 100% do tempo. Seja para trabalhar, estudar ou apenas passear, é uma experiência única em que trocamos o conforto de casa e da rotina pelo fascínio do desconhecido. Tudo o que você precisa para se jogar mundo a fora é um pouco de coragem, muita pesquisa e curiosidade para descobrir o que está além do que se pode ver pela janela.

Tive a oportunidade de estudar por 1 ano na cidade de York, na Inglaterra, de setembro de 2014 a setembro de 2015, pelo programa Ciências sem Fronteiras. Por ser uma cidade de tamanho médio, com relativamente poucos estrangeiros e brasileiros, pude vivenciar a cultura inglesa de forma bem imersiva. Entre as coisas que mais me encantaram estão o grande valor que os ingleses dão à sua história (York tem quase 2000 – sim, dois mil! – aninhos de idade e conta com muralhas e ruas medievais preservadas), e   as maneiras educadas e simpáticas com os outros, as quais me surpreenderam muito positivamente.Leia mais…

Estou na universidade, e agora?!

Depois da felicidade de entrar na universidade, surgem algumas duvidas e questionamentos: “Será que é isso mesmo?”, “É diferente do que imaginei…”

Mas esse é só o começo… Ao longo da jornada rumo ao diploma você vai perceber que o seu curso é muito mais abrangente do que você imaginou, e com isso novas oportunidades se abrem. Talvez a área que você tinha certeza que era a sua já não seja mais tão interessante assim. No meu caso foi isso que aconteceu… Eu sou biomédica e, como grande parte dos calouros, sonhava eu ser perita criminal (Olá, CSI!!) mas tendo contato com outras áreas percebemos (eu e os outros também) que não era bem isso que queríamos e cada um de nós seguiu para outra área de interesse. E nessa hora é normal surgirem muitas dúvidas.

Minha dica é: Busque experiência! A teoria pode ser muito diferente do que a prática. E é muito importante ter vivência com as áreas que você se identifica. Faça estágios e atividades com outras visões (projetos de extensão, iniciação à docência, etc.), se possível tenha contato com mestrandos e doutorandos. Com essa variedade de informações e observações você vai estar mais preparado para decidir onde e como se vê trabalhando.

Leia mais…

A VIDA NA UNIVERSIDADE

Depois de ver o nome no listão o coração bate ainda mais forte. A expectativa pela nova rotina e peso dos livros começam a dar sentido a maratona que era tão esperada. Agora sou universitária.

Ao entrar na faculdade temos vários desafios a enfrentar: hábitos vazios, festas, fofocas mesquinhas, assuntos irrelevantes, busca por status e companhias mal intencionadas. E aí nos questionamos: como encarar tudo isso e ainda fazer a diferença nesse meio tão contrastante, sem perder o foco em Jesus?

Confesso que no primeiro contato com a realidade universitária fiquei um pouco assustada, especialmente com o contexto de muitas pessoas. Antes das aulas iniciarem eu já estava consciente de que seria tudo novo e bem distante do que eu já tinha vivido até ali. De qualquer forma, minha decisão foi firme e optei por não ser influenciada com qualquer coisa que não fosse conveniente à minha vida. E aqui vai algumas dicas de como você também pode encarar esse meio:

Comportamento

Uma das primeiras coisas que deve-se ter em mente é que devemos nos portar do mesmo jeito em todos os lugares, seja em casa, no trabalho, na faculdade, na igreja. Não podemos ter um tipo de comportamento na igreja, e fora dela outro, por influência das pessoas que nos rodeiam.Leia mais…

Missões urbanas, você está por dentro?

Olá pessoal, tudo na paz?

No texto de hoje eu quero convidar você a se engajar mais efetivamente no trabalho da expansão do Reino de Deus. Você pode estar pensando: “sou muito jovem, ou não tenho tempo porque passo o dia na escola ou faculdade, não tenho tempo”. Mas você pode se envolver doando cerca de 15 minutos por semana na sua faculdade ou escola e ser uma missionária (o) lá mesmo…

Na verdade, todo cristão é um missionário onde ele estiver. Sabia disso? Muita gente acha que os missionários só atuam em contextos transculturais, ou seja, em outros países ou nações. Mas isso é um equívoco! Todos nós nossos fomos comissionados por Jesus para irmos e pregamos o evangelho por toda a Terra, a começar pela nossa cidade.

Leia mais…

Desafiando os gigantes de Dezembro!

Você se identificou com o título né? Nessa época temos vários gigantes para enfrentar, acho que o maior deles são os nossos compromissos e o segundo é o nosso tempo. É uma mistura de sentimentos, você está ansioso para o natal, mas não quer que o tempo voe, pois tem muitos compromissos a cumprir. Os dois sentimentos são normais é quase impossível não sentir…

Bom, mas o que tem de errado então?

O que tem de errado é a nossa dificuldade de encarar esse tempo. Normalmente não sabemos organizar nosso tempo e acabamos não sendo gratos em todas as circunstancias. E nesses momentos aproveitamos pra reclamar aos quatro ventos dos dias difíceis que estamos passando.

Eu vejo isso como uma prova, que Deus permite que passemos. Somos provados a aprender a administrar nosso tempo, e principalmente a ser agradecidos em todo tempo. Em Tiago (1. 2-8) ele fala sobre as provações como dificuldades que nos aproximam de Deus! Elas aumentam nossa fé, a perseverança e a esperança. E nessas situações de provação, Deus espera que nos achegamos a Ele com o nosso fardo, para ele nos dar o alivio esperado (Mateus 11:28 fala “Venham a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”).

Bom isso é um aprendizado, e estamos todos juntos nessa! Eu também estou aprendendo a como lidar nessas situações e quero compartilhar algumas dicas que podem ajudar a organizar melhor seus dias corridos:

  • Anote em uma lista tudo o que você precisa fazer, e separe por grupos (faculdade, trabalho, vida pessoal, etc), coloque em um lugar bem visível;
  • Coloque datas, prazos possíveis para executar;
  • Não abra mão de boas noites de sono e pausa para descanso, as coisas saem melhores quando estamos descansados;
  • Peça ajuda a outras pessoas quando possível, isso aliviará seus compromissos e poderá sair melhor que se você fosse fazer sozinha.
  • 
Compare as atividades da lista nas mesmas datas para ver se você não tem duas coisas muito trabalhosas ao mesmo tempo. Isso te ajuda a organizar o que é mais importante e ajuda a equilibrar o que precisa ser feito com o que pode ser feito.
  • Veja se na lista tem alguma coisa que pode ser feita depois.
  • Depois de feita a lista, se esforce para cumprir as atividades programadas.

E muita calma, tudo vai passar! O que precisamos é fazer uma coisa de cada vez, sem se preocupar com o dia de amanhã “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6.34).

Então não esqueça:

  • Ore sempre…“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão” (Mateus 21:22);
  • Confie que Deus está na sua frente, e que tudo é dEle…“Confie no Senhor de todo o coração e não confie no seu próprio entendimento” (Pv 3:5).

Mesmo nessas situações Deus quer te abençoar e usar, e espera que você seja um exemplo de serva fiel!

Vamos aceitar o desafio de encarar tudo com alegria e gratidão, todas as situações? Deixe Deus transformar seu coração!

Abração!!

Colunistas_responsáveis-02 (1)