Como anda sua autoestima?

Certa noite, momentos antes de começar o culto de domingo, uma menina de aproximadamente 3 anos veio correndo ao meu encontro. Eu a abracei e a peguei no colo. Perguntei: “Luiza, como você está?!” E ela com um sorriso estampado no rosto simplesmente me respondeu: “Tô bonita!”. Naquela hora eu ri, e simplesmente respondi aquela afirmação: “Sim, querida! Você está linda, é uma princesa!”.

Crianças são inocentes. Falam o que pensam e o que sentem. Simples assim. Essa pequena menina está tendo uma educação muito boa por parte dos pais. E todo dia a mãe dela diz que ela é uma princesa. Creio que essas palavras ficaram impregnadas nela de tal forma que mesmo sendo criança, já se sente como uma menina bonita, como algo de valor para a família e amigos.
E eu pergunto: “Como anda sua autoestima?!”
Quando você está diante do espelho. O que você vê? Consegue encará-lo e dizer: “Com licença, porque hoje estou bonita” ou passa de longe para nem querer ver o estado da aparência?
De acordo com uma pesquisa que encontrei na internet, apenas 8% das mulheres do Brasil, estão satisfeitas com o seu próprio corpo. Sendo assim, 92% delas acham algum defeito no seu corpo e possuem alguma dificuldade para se aceitarem como são.
(Fonte: http://vilamulher.terra.com.br/sera-que-a-mulher-brasileira-esta-satisfeita-com-o-seu-corpo-2-1-13-460.html)

 Particularmente, Deus tem trabalhado esse assunto comigo. Por isso estou falando deles para vocês. Tenho um complexo em relação as minhas espinhas. Rosto repleto delas. E como se isso não bastasse, elas me incomodam tanto que meu desejo é apenas me livrar delas. Nisso, às vezes acabo “cutucando” as belezinhas.

Com o rosto pipocado, a autoestima às vezes cai lá em baixo.
Mas, olhando para a Bíblia, Deus tem me mostrado alguns textos e tem me ensinado a lidar com isso.
1)   Menina dos olhos de Deus
“Protege-me como à menina dos teus olhos; esconde-me à sombra das tuas asas”.
Salmos 17:8
Você é protegida por Deus como a menina dos olhos Dele. Você é muito mais que especial para Deus. Sabe quando você vê a sua imagem refletida nos olhos de alguém. “Menina dos teus olhos” representa a amada, aquela pessoa em que admiramos, valorizamos e amamos
2)   Jardim Secreto
“Você é um jardim fechado, minha irmã, minha noiva; você é uma nascente fechada, uma fonte selada”.
Cânticos 4:12
A Igreja, o povo de Deus é a noiva de Cristo. E Jesus nos vê como um “jardim fechado” ou “jardim secreto”. Pense no mais belo jardim que existe no mundo. Mais belo que isso, é a sua alma. E o Espírito Santo está trabalhando em você e através de você. Ele está moldando teu caráter para ser mais parecido com o caráter de Cristo.
3)   Coração
“Porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração”.
1 Samuel 16:7b
Se há algo mais importante que a aparência é o coração. Deus atenta muito mais para aquilo que somos por dentro e como nos aproximamos Dele do que qualquer outra coisa.
Deus te fez assim, toda especial do jeitinho que você é. Com uma beleza singular. Tanto é que não há ninguém no mundo igual a você. Mesmo se você tiver uma irmã gêmea, haverá diferenças. Deus é criativo e foi Ele quem te fez. Como diz a música “Se Deus me fez assim, assim vou louvar”.
Ame-se! Aceite-se!
“Estou olhando dentro dos olhos
Daquele quem me criou
E para ele eu tenho beleza sem comparação”
 Assista a este vídeo e veja que você tem uma beleza incomparável.
P.s.:não pense que você precisa ser perfeita para ser aceita na sociedade. Deus já te aceita do jeito que você é. Ele te ama assim, e te fez assim. Com todas as suas curvas, com todos seus defeitos e imperfeições. E ainda, não precisa ser perfeita para encontrar um amor. Porque se for de verdade, a pessoa vai te amar e te aceitar como você é.
Deus abençoe!
Com amor, Tati

HOMENAGEM | 8 DE MARÇO | DIA DA MULHER


Dia de homenagem à mulher – parece coisa de campanha, manchete de telejornal – coisa encomendada. Talvez a intenção, ao criar o Dia Internacional da Mulher, tenha sido mesmo muito boa – alguém enxergou injustiças e quis colocar tudo em seus devidos lugares. Certamente foi útil – chamou a atenção do mundo masculino para algo além das “belas formas” de uma mulher.

Mas estamos em um novo século – “as coisas velhas já passaram…” – o fato das mulheres terem sido reconhecidas como seres humanos em igualdade de condições em relação aos homens, trouxe muito mais do que simples visibilidade; trouxe, junto com os privilégios, muito mais responsabilidades. Parece que ser mulher se tornou uma tarefa mais difícil nos tempos atuais.
A começar pela aparência física, estamos “formatadas” em modelos exigidos pelos “donos da moda” – é preciso manter o peso (baixíssimo), a musculatura, a pele de porcelana, os cabelos soltos ao vento (mas impecáveis -se ajustam com um simples balançar!), ficar imune à “tpm” e outros que tais.
Além disto, a mulher moderna também precisa ser “expert” – precisa se destacar no mundo dos homens – tem que ser a melhor vendedora, a que faz tudo mais rápido e eficientemente, mais gentil,  mais antenada, mais amiga de todos, aquela que tem mais jeitinho para falar com o “chefe mal humorado”, ter as melhores ideias e saber resolver os problemas – ufa! – quase mulher-maravilha!
E quando chega em casa, depois de um dia assim,  a situação é diferente (mais difícil, caso ela não tenha sido dependente de Deus para escolher seu marido e formar sua família): as tarefas domésticas são “coisa de mulher” – mesmo com todos os eletrodomésticos modernos que estejam à disposição.  Não tem jeito – em geral, os homens são meio desajeitados para administrar o lar – o “Oscar de melhor administradora” vai sempre para a mulher. Ela consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo.  Por isso, quando ela chega em casa, depois de uma jornada longa no trabalho, a turma do sofá respira aliviada – a “dona da casa” vai colocar tudo em ordem rapidinho: vai servir a comidinha gostosa (depois lavar a louça), ver a tarefa do filho, a roupa a ser lavada e passada, a lista de compras (que ela mesma executa), o remedinho para o mal estar do marido, o carinho para os que tiveram um dia ruim, o apaziguamento com a vizinha que ficou chateada, a ração do cãozinho, etc. Bem mais tarde, a mulher consegue um tempo para cuidar de si mesma – um banho, cuidar dos cabelos, os remedinhos inevitáveis, preparar a roupa para o dia seguinte (de toda a família), os cremes, o cheirinho gostoso – afinal, se for casada, ela vai dormir com seu marido… 
Aquelas que “ainda” não têm marido, vão para o facebook e lá tem muita coisa para atualizar – leva um tempão.  Mas é preciso não descuidar das horas de sono – manter a beleza é necessário – no novo dia, de manhã, ela precisa estar impecável!  É mesmo missão para “mulher-maravilha”!  Alguma menina que esteja lendo este texto, pode até desistir de crescer. Mas peço calma – um pouquinho mais só comigo.  
Nosso Deus já sabia de tudo isso e “equipou” a mulher com todos os aplicativos necessários para que ela desempenhe tudo isso com naturalidade – é fantástico – “todas nós conseguimos” (algumas com eficiência menor em algum quesito, é verdade). Mas, no geral, vivemos bem com todas essas exigências da vida moderna. Só Deus mesmo para organizar esse cronograma tão emaranhado; mas no fim, depois de uma boa noite de sono, estamos novas em folha – prontas para “outra”.  Matar um leão por dia é conosco mesmo!
O mais legal é que temos assessoria “divina” disponível, a qualquer tempo e hora – se o celular estiver ligado no número de Deus, não tem erro que não possa ser evitado e/ou corrigido a tempo. Quando Deus nos “projetou”, ele nos chamou de “ajudadoras”, lembra?  Pois é isso mesmo – nossa missão é “ajudar”: – a todas as pessoas ao nosso redor – a todo tempo, seja qual for a situação – precisamos estar disponíveis e atentas!  Nesse ponto precisamos do contato, a sintonia perfeita com nosso Criador – Ele tem peças de reposição em abundância – (da mente, dos sentimentos, das emoções) – pode nos reformatar a qualquer momento. Mas estar ligada nEle, num relacionamento íntimo e verdadeiro é que vai garantir essa renovação, cada recomeço, de cada dia.
Ser mulher é muito bom, muito legal, é uma invenção genial do Criador. O texto bíblico diz que somos o “…templo do Espírito Santo…” (1ª Cor. 6:19) e também “o bom perfume de Cristo” (2ª Cor. 2:15) – tem algo mais parecido com “ser mulher”?

Liete G. Gomes
Florianópolis | SC

É tempo de viver coisas novas

A partir do momento em que conhecemos a Deus, nossa vida começa a ser diferente. De fato, ela é nova se nos dedicarmos a vivermos em Cristo e para Ele. Mas, muitas vezes com o passar do tempo acabamos no acomodando em uma rotina e acreditamos que estamos vivendo a nova vida e a liberdade que Cristo nos oferece.
E às vezes, não é isso que estamos vivendo, pois é fácil deturparmos o real significado dessa nova vida com liberdade. A liberdade não é fazermos tudo o que queremos, na hora em que queremos. Essa é a falsa liberdade, essa é aquela a qual pensamos que a dominamos, mas a triste verdade é que é ela quem nos domina.
O mundo nos diz para vivermos os prazeres momentâneos, mas precisamos ter a maturidade de ver que a verdadeira liberdade é ir contra ao que o mundo diz, e poder dizer: “Não, obrigada, eu sei me cuidar” e se cuidar, não é se autodestruir, mas sim se preservar.
E a nova vida em Cristo? Ela só é verdadeiramente vivida a partir do momento que realmente deixamos as coisas velhas para trás, pois “…quem está em Cristo NOVA PESSOA é, e eis que tudo se fez NOVO”.
Então vamos deixar de tudo aquilo que nos afasta de Deus, pois é TEMPO DE VIVER COISAS NOVAS!

Abrir os olhos e querer mudar é uma questão de escolha e atitude!
Delize Gabriela Grando
Florianópolis-SC


Confie em Deus

Por muito tempo, tentei resolver os problemas e as situações da minha vida, sozinha. Com isso, “Quebrei a cara” várias e várias vezes, e só quando percebia que não tinha mais solução, que sozinha eu não conseguiria, é que entregava nas mãos de Deus.
Adivinha o que sempre acontecia?
Deus mandava as respostas e tudo ficava bem, pois Ele estava à frente das situações que “EU” achava não ter mais solução.
Quantas vezes isso acontece no nosso dia-a-dia?
Tentamos fazer da nossa maneira, porque muitas vezes, inconscientemente, achamos que do nosso jeito ficará melhor. Isso, porque temos medo, que as respostas de Deus não coincidam com nossos planos de vida.
Mas, o que devemos lembrar é que foi Deus quem nos criou. Ele sim tem um plano de vida perfeito para nós e sabe do que verdadeiramente precisamos.
Somos suas filhas, e Ele como um pai amoroso e cuidadoso nos guiará e ensinará o melhor caminho.
“Entrega teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais Ele o fará.” Salmo 37:5

 

Então, não se desespere e não tenha medo. Entregue todas as situações da sua vida nas mãos do Senhor. Ele lhe guiará da melhor forma, do jeito como Ele mesmo planejou antes mesmo de você nascer.
Clarissa Rogalski
Erebango /RS


Meninas e Mulheres de Deus

Ser uma menininha é um total descobrimento de um mundo que parece brilhar. Ser uma mocinha é descobrir quem sou neste mundo que posso fazer brilhar. Ser mulher é saber que neste mundo sou e sempre serei uma luz. Ser menina, moça ou mulher é lindo, é espetacular, é fantástico, é confuso? Talvez!
Penso que em todas estas transformações nós mulheres fomos dependentes de alguém e sempre seremos. Por mais que hoje o ápice é a mulher ser independente e poderosa. Fico a pensar que a delicadeza da mulher em todas as suas transformações é que ela é dependente. Com o passar do tempo e de como fomos criadas, perceberemos o quanto precisamos de algo para se sentir segura. Precisamos de nossas mães, nossos pais, depois precisamos encontrar um amor, alguém que Deus preparou para nós. Em todas as fases precisamos de Deus. Neste precisar, quero falar de algo que tanto necessitamos, e que é muito importante em nossas vidas, “o discipulado”. E,  foi este o texto que Deus escolheu para hoje:

Semelhantemente, ensine as mulheres mais velhas a serem reverentes na sua maneira de viver, a não serem caluniadoras nem escravizadas a muito vinho, mas a serem capazes de ensinar o que é bom. Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos, a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus próprios maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada.” [Tito 2.3-5]

Todas nós quando nos convertemos precisamos de alguém para caminhar conosco. E, temos. Mas, depois talvez acabamos com este caminhar. E, o tempo passa meninas!  Precisamos encontrar mulheres mais sábias, mulheres reverentes, mulheres com corações ensináveis e capazes de ensinar. Mulheres que queiram cuidar, preparar, ensinar e incentivar a vida cristã. Todas as meninas precisam de orientações, sei que há uma fase que não queremos orientações e que achamos que o mundo cabe na palma da nossa mão, mas ele não cabe, ele é grande e somos meigas, frágeis e pequenas e precisamos de alguém que conhece melhor este mundo e como caminhar nele. Se alguém que não conhece Cristo ler este texto, principalmente 2.5, achará um absurdo… Prudentes e puras? Ocupadas em casa? Sujeitas a um homem? Palavra de Deus? Em pleno século 21?
Mas, tudo isso é real e com um propósito que eu sei que todas nós, meninas e mulheres cristãs, ansiamos acertar.  Busque alguém, procure alguém em que possa confiar seu coração e aprender, deixe ser ensinável, deixe alguém ser benção em sua vida!

Deixe alguém ensinar você menina se tornar uma grande mulher de Deus!

Vânia Carvalho da Silva



Fémeninas, vale a pena!

Já escrevi algumas páginas sobre a minha vida, como se fosse um testemunho. Quando tive a ideia de escrever foi muito empolgante, quando comecei a escrever vieram à tona muitos sentimentos, saudade, arrependimento, tristeza, alegria, eu ia escrevendo e por vezes parava pra lembrar das situações, algumas depois de lembrar dá vontade de viver outra vez e outras nem tanto.

Eu nunca consegui terminar de fato o que eu queria escrever, sei lá me vinha na cabeça, “nossa como eu pude fazer isso, falar aquilo e tal”, e ai começava a apagar o que eu não gostaria de ter feito, aquilo que eu não gostaria de ter passado, deixava só as coisas boas até que eu dia fui reler aquele pouco que eu tinha escrito e foi ali que Deus falou comigo, lendo entendi que era besteira eu escrever só as coisas boas, afinal hoje a pessoa que eu sou, a mulher que Deus forjou, Ele forjou através de todas as minhas experiências e em todas, absolutamente em todas as situações, hoje eu vejo o cuidado de Deus. 

Depois que a gente descobre o amor de Deus, prova da fidelidade dEle mesmo em meio a nossa infidelidade, aí descobrimos a graça e a misericórdia, é impossível ficar longe e não querer estar com Ele. Viver é assim, tem coisas boas e ruins, evite as ruins, cuide para não cair, e faça valer a pena todo o amor de Cristo por nós, eu ainda quero viver muito e independente das situações eu sempre vou crer e confiar que Deus está comigo e no controle! 

Então Fémeninas! Nunca desista daquilo que vocês crêem, viver com Deus e estar com Ele vale muitooooo a pena!

Pam Wincke