Onde foi parar o seu dinheiro

Onde foi parar o seu dinheiro?

Onde foi parar o seu dinheiro?

Desde pequena muitas de nós tivemos a oportunidade de em algum momento poder escolher se guardaríamos ou gastaríamos a tão esperada “mesada” do mês, ou mesmo aquele dinheirinho que ganhamos da avó. Esse cenário não muda, pois no fim do mês sempre ao receber o salário, a forma como ele será administrado está em suas mãos e pode chegar algum dia e você se questionar aonde foi parar o seu dinheiro.

Antes de conversarmos sobre alguns hábitos que vão nos ajudar, é importante entendermos que tudo o que temos é pela graça de Deus e isso inclui os nossos recursos financeiros. Em 1 Crônicas 29, dos versículos 11 ao 16 encontramos o exemplo de Davi onde ele reconhece que tudo o que temos vem e é do Senhor.

 “Tudo vem de Ti e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos” 1 Cr 29:14b

Não sei se você já parou para pensar, que nunca é o quanto que você ganha, mais o modo como você administra. Eu passei a observar isso quando via pessoas que ganham acima de 5 salários dizerem que não tinham condições para fazer algo, enquanto observava famílias que apenas com 1 salário passavam o mês sem ter falta de nada. Deus nos dá o privilégio de trabalhar e correr atrás dos recursos, por isso tudo o que temos vem dEle, mas precisamos aprender a sermos bons mordomos daquilo que ele colocou em nossas mãos. Em Gn 2:15 Deus colocou o homem no jardim para cuidar dele e cultivá-lo, ou seja, administrá-lo.

Então agora vem aquela perguntinha “como você tem cuidado do que Deus colocou em tuas mãos?” Para ajudar nessa área vamos conversar sobre alguns hábitos saudáveis?

  • Devolver com gratidão uma parte do que Deus nos deu. 1 Cr 29:14

O dízimo não é uma taxa de pagamento pela sua salvação, nem um costume que vai te fazer “mais santa”. O dízimo é apenas uma forma de gratidão a Deus pelo sustento que ele nos concede e ele é algo voluntário, de coração que deve ser feito com amor e na sua igreja, até porque a cadeira que você senta teve um preço.

  • Planeje as suas finanças todo mês

É fundamental criar esse hábito, porque quando você senta, anota todas as suas despesas, você consegue ter uma “visão” do todo, parece algo difícil, mas acredite, quem vos fala já quebrou muito a cara nessa área e o planejamento ajudou muuuuuito mesmo. Hoje existem muitos aplicativos que auxiliam, vou colocar o link abaixo de um post do blog que já foi falado sobre isso. Também existem diversas agendas, planers que hoje veem com uma página para que você anote tudo e caso ainda pareça difícil, pegue uma folha de um caderno e anote tudo o que você gasta, isso te fará refletir se você tem cuidado bem do que Deus colocou em suas mãos.

  • Guarde sempre um pouco, não importa o valor

Ter uma reserva pode te salvar em momentos de emergência, quando acontece o inesperado. Nunca sabemos o dia de amanhã e não devemos guardar com o sentimento de que é por nossas próprias forças ou pelo nosso financeiro que sobreviveremos a qualquer situação, não. Sempre devemos nos lembrar que Deus cuida de nós a todo instante, mas como mordomos daquilo que Ele nos confiou, precisamos nos preparar para momentos de adversidades.

  • Sempre peça sabedoria a Deus e cultive a gratidão

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.” Filipenses 4:6

Em todas as circunstâncias, precisamos ter um coração grato a Deus e levar até ele todas as nossas necessidades. Hoje, em uma era de consumismo, somos bombardeadas a todo instante com ofertas e promoções que mostram sempre coisas que não temos. O perigo está bem mais perto do que imaginamos, porque somos tentadas a sempre olhar para “o que falta” e achar que “nunca está bom”. Não devemos nos preocupar com essas coisas e sim, sempre cultivarmos um coração grato por aquilo que já temos e pedir sabedoria para administrar aquilo que Deus colocou em nossas mãos.

Ellen Cristina de Souza

  • Quer ler mais conteúdos sobre finanças? Tem posts excelentes AQUI em nossa Categoria Bolsa Blindada.
Black Friday

Black Friday – Fique Atenta!

A Black Friday começa oficialmente no dia 23 de novembro, após o dia de Ação de Graças (Thanksgiving nos EUA). Mas no Brasil, há campanhas de “Esquenta Black Friday”, semana, mês… Blue Week e outras variações da proposta que é encontrar produtos com descontos significativos.

Ao invés das promoções, o que você não pode perder é a oportunidade de agir como uma pessoa bem informada. Por favor, não aumente as estatísticas do endividamento gerado nas compras por impulso.

Quer aproveitar a Black Friday e ficar com a sensação de ter feito um bom negócio? Então, vamos às perguntinhas básicas: você realmente precisa ou apenas deseja? Você pode? Essa é uma pergunta chave. Se pode, mas não precisa, fique com a segunda opção. Não precisa!

Leia mais…

O que o seu dinheiro fala a seu respeito?

“O seu dinheiro” é o título do livro de Howard Dayton e é leitura obrigatória para quem se matricula no curso de finanças do Ministério Crown, oferecido pela Universidade da Família, através das igrejas. Entre os que fazem o curso o comentário é o mesmo. O curso do Crown é uma segunda conversão. E não há nenhuma heresia nisso. É fato! Porque trabalha o caráter do cristão.

A informação do autor do livro é que há na bíblia 2.350 versículos relacionados ao dinheiro. Tamanha é a importância do tema. E por que Deus cuida tanto desse assunto? Porque isso afeta nosso relacionamento com o PAI.Leia mais…

eu e o dinheiro

Eu e o dinheiro: Como fazer essa relação dar certo? Parte 4

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. Ec 5.10

Neste último artigo da série sobre o uso do dinheiro vamos falar sobre os investimentos e a investidora. Conhecendo seu perfil como investidora ficará mais fácil reconhecer os tipos de investimentos mais indicados para você.

Leia mais…

Eu e o Dinheiro

Eu e o dinheiro: Como fazer essa relação dar certo? Parte 3

No 3º artigo da série vamos falar sobre como sair do endividamento. Tão importante quanto sair da situação é entender o motivo pelo qual você entrou nesse caminho. Isso a ajudará a não cair novamente na mesma armadilha, porque a deixará atenta ao perigo.

Quando alguém adquire um imóvel, veículo, equipamento, ou financia seus estudos, está assumindo uma dívida com característica de investimento. Se bem planejada, é o que podemos chamar de dívida boa. As parcelas cabem no seu orçamento e estão em dia. Como ninguém está isento de imprevistos na vida, pode ocorrer um desemprego, uma doença de alguém na família e tantos outros fatores que causem um atraso nas parcelas. Para isso, se faz o contato com o credor e se negocia. Digamos que ocorreu uma dívida passiva, porque a pessoa que ficou devendo não tinha a intenção. Conheço uma chave que abre qualquer porta: a verdade. Quando alguém quer acertar, haverá sempre uma saída.

Leia mais…

eu e o dinheiro

Eu e o dinheiro: Como fazer essa relação dar certo? Parte 2

“Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?” Lc 14.28

Fazer orçamento e planejar a festa dos sonhos, a viagem… (complete a frase), todos querem. É natural que ninguém queira ver o seu sonho se tornar um pesadelo. Mas parece que sabemos tanto sobre o nosso dia a dia que poucos consideram importante colocá-lo no papel, ou armazenar na nuvem, o que se refere ao uso dos recursos financeiros que temos à disposição.

Leia mais…

Eu e o dinheiro: Como fazer essa relação dar certo?

Na série sobre finanças pessoais vamos falar sobre orçamento, como planejar melhor, sair do endividamento, e conhecer o seu perfil como investidora. Na era da inteligência artificial negociamos com computadores ou os deixamos decidir por nós!! Surgem os bancos sem sede física para atendimento aos clientes. Já se fala em fim do papel moeda em alguns países. Novos nomes são incorporados ao jeito de fazer trocas, através das criptomoedas (moedas digitais), por exemplo.

Leia mais…

Isso foi feito para você!

É o que diz o anúncio comercial. Empresas com o foco no cliente são realmente o ideal. Você já foi a uma grande loja de artigos de decoração para casa? Dá a impressão que várias pessoas ficam pensando (e produzindo na indústria) o dia todo coisas que facilitam a sua vida com um bom gosto incrível. Isso custa, claro! Mas você não vê o valor todo, apenas o valor da parcela. E assim vai contribuindo para que as sociedades de consumo mantenham seus ciclos ativos. Parece até “nobre” contribuir com algo tão abrangente…rsrs

Méritos para a mulher que já atingiu o hábito do consumo consciente, sabe esperar e semear para o futuro, poupando e investindo uma parte. Mesmo que seja bem pequena, tá? Nada que esperar ter muito dinheiro para investir. Se não começar com pouco dificilmente o fará quando tiver muito porque isso é um estilo de vida sábio.Leia mais…

Quando o inesperado acontece…

E pode esperar, pois sempre acontece algo para quebrar a sua rotina e tirar você da sua zona de conforto.

Tudo estava indo bem até que surge um fato novo e é necessário mudar para se adaptar.

É por isso que as boas maneiras de cuidar das finanças pessoais irão recomendar que se reserve uma parte do dinheiro para as despesas não previstas.

Já aconteceu algo inesperado que você precisou gastar e não tinha de onde tirar? Um desemprego, o ingresso numa universidade particular, mudança de cidade…

Leia mais…

Como você quer passar 2017?

Esse é o título do artigo de Franco Iacomini, colunista da Gazeta do Povo, em 29/12/16.

Ele apresenta três dicas para a vida financeira no ano novo. Talvez você pergunte por que sempre as mesmas dicas? Se perguntar isso é porque não usa nenhuma delas, pois se usa provavelmente você controla suas finanças, ou invés de ser uma descontrolada nessa área.

O que é importante nunca é demais. E não esqueça que o que você tem, seja pouco ou muito, foi o Senhor quem te deu!

Então vamos a um trecho do artigo e saiba que minha oração é que você descubra o privilégio que é ser uma serva de Deus a quem o Senhor confia talentos (financeiros também) para fazer bom uso e ser agradecida pelo que tem.

“Endividado? Preocupado? Investindo? Consumindo?

Leia mais…