Brasil

Antes de ser meu foi seu
Antes de ser tudo foi nada
Antes de ser pouco foi muito

Já foi vergonha, ainda o é
Prisão
Esgoto
Desgosto
Aflição

Verde é a esperança viva
Amarelo é seu ouro infindo no infinito
Azul como o que nos espera
Branco como a noiva que se prepara

Essa terra é passageira
Sou mais uma viajante
Carta viva
Princesa em modo operante

Lábios gratos por esse chão e pelo que nasce dele
Pelos meus joelhos que se dobram nele e por ele

Colunistas-22

(Visited 21 times, 1 visits today)
Posted in Sarau do Fémenina.

Gostou do post? Deixe seu comentário :)