A Tal “Ansiedade”!

Reading Time: 5 minutes

Na atualidade, a maioria das pessoas ganhou uma amiga de todas as horas: a ansiedade! A ansiedade nada mais é, que o excesso de futuro.

Sabe aquelas horas que você fica acordada antes de dormir, em que você se preocupa pensando no seu futuro – se você vai conseguir entrar na faculdade, se conseguirá o emprego dos sonhos ou até mesmo se vai encontrar o seu “príncipe num cavalo branco”? Então, essa é a tal “ansiedade”.

Crê-se que viver na ansiedade não é, realmente, viver. Sempre se está preocupada com o que comer, vestir, no que acontecerá no dia seguinte, em conseguir ser aprovada no semestre da faculdade…

Acredita-se também, que Deus não formou o ser humano para viver com um sentimento tão ruim dentro de si, que tira a sua paz e suas noites de sono e consequentemente sua alegria de viver!

Para melhor combater a ansiedade, precisa-se desvendá-la. Ninguém melhor do que Jesus para ajudar a combater a ansiedade. Que tal ver o que a Bíblia fala a respeito disso!!!

“Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda. Há muito mais coisas na vida que a comida que vai para o estômago! Há muito mais coisas para se ver que as roupas que vocês usam! Olhem para as aves, livres e desimpedidas: não estão presas a nenhum emprego e vivem despreocupadas, aos cuidados de Deus. E vocês valem para Ele muito mais que os passarinhos!

Será que alguém consegue ficar um centímetro mais alto preocupado diante do espelho? Todo esse tempo e dinheiro gasto com moda, pensam que faz muita diferença? Em vez de correr atrás da moda, caminhem pelos campos e observem as flores silvestres. Elas não se enfeitam nem compram, mas vocês já viram formas e cores mais belas? Os dez homens e mulheres da lista dos mais bem vestidos iriam parecer maltrapilhos comparados às flores.

Se Deus dá tanta atenção à aparência das flores do campo – e muitas delas nem mesmo são vistas –, não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês? (…)

Prestem atenção apenas no que Deus está fazendo AGORA e não se preocupem quanto ao que pode ou não acontecer amanhã. Quando depararem com uma situação difícil, Deus estará lá para ajudá-las.” – Mateus 6:25-26 (A Mensagem)

Jesus com certeza não quer que ninguém ande ansioso por coisa alguma. Então, é importante observar algumas falhas de atitude, tentar corrigi-las e, com isso, enfrentar essa tal ansiedade:  

  1. Falta de Fé

 O problema da pessoa ansiosa é a falta de fé. Nesse trecho da Palavra de Deus, Jesus diz que não se deve andar ansioso ou que não se deve preocupar-se em demasia.

Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas…”

“…não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”

 “…Deus estará lá para ajudá-las.”

 John Piper escreveu que, quando a falta de fé passa a ter domínio sobre o coração, um dos efeitos é a ansiedade. A raiz da ansiedade é a desconfiança de tudo que Deus prometeu dar a seus filhos em Jesus.

Resumindo: A ansiedade revela uma enfermidade horrível na alma, a falta de fé. Porém, sabe-se que Jesus é o médico dos médicos, o médico da alma e que Ele é capaz de agir por meio da cura quando houver um pedido de ajuda.

“(…)Assim que Jesus disse essas palavras, o pai do menino exclamou: ‘Eu creio, mas me ajude a vencer as minhas dúvidas’.” – Mc. 9:24 (A Mensagem)

  1. Pensar Demais

A pessoa ansiosa vive com a mente ligada. São pensamentos intrusos, que não param de chegar, perturbando a paz e o sossego. Sempre há alguma coisa com que se preocupar, desde o que é importante até às bobagens.

“…Será que alguém consegue ficar um centímetro mais alto preocupado diante do espelho?”

  1. Os Perigos da Pessoa Ansiosa
  • A ansiedade impede você de desfrutar do que é mais importante: “(…)não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda.”
  • A ansiedade faz você esquecer da sua importância para Deus: “Se Deus dá tanta atenção à aparência das flores do campo – e muitas delas nem mesmo são vistas –, não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”
  • A ansiedade leva você a viver de mentiras e ilusões: “Todo esse tempo e dinheiro gasto com moda, pensam que faz muita diferença?”
  • A ansiedade cega você para as promessas de Deus: “(…)não acham que Ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês?”
  • A ansiedade transforma você no que você nunca deveria ser: “Se vocês decidirem por Deus, vivendo para cultuá-Lo, não ficarão aflitas com a comida que terão de pôr na mesa ou se o guarda-roupa está fora da moda. Há muito mais coisas na vida que a comida que vai para o estômago! Há muito mais coisas para se ver que as roupas que vocês usam!”
  • A ansiedade causa uma destruição física (consome a saúde), emocional (destrói aos poucos o nosso caráter, pois leva a cometer muitos outros pecados), espiritual (tira a paz da pessoa com Deus) e, também, destrói relacionamentos (conviver com uma pessoa ansiosa é insuportável).
  • A ansiedade é um câncer na alma! 
  1. “Dar um Jeitinho” no Coração Ansioso

 Se a raiz da ansiedade é a falta de fé, então cabe ao ansioso encher o coração das promessas de Deus, crendo e vivendo pela fé em cada uma delas. Em Mateus 6.25-34 existe, ao menos, sete promessas dadas por Jesus para ajudar a vencer a ansiedade.

Fé nas promessas de Deus para livrar-se da ansiedade significa buscar na Palavra de Deus promessas em que se pode apegar-se e crer permitindo, assim, que não haja pouca fé no coração.

Além da fé nas promessas de Deus, Jesus mostra à pessoa ansiosa que se deve ter foco no Reino de Deus. Pessoas pagãs focam-se neste mundo, buscam as coisas deste mundo e vivem para os prazeres deste mundo. Cristãos, por outro lado, focam sua vida no Reino de Deus e na Sua justiça, confiantes de que todas as coisas necessárias para viver (roupas, comida, saúde…) Deus dará.

Quando busca-se o Reino de Deus em primeiro lugar, não tem como ficar ansioso!

  1. Conclusão

Uma vez que, a vitória sobre a ansiedade passa pela fé, entregando-se diariamente a Cristo, logo, viver sem fé em Cristo é morrer de ansiedade crônica a caminho do inferno. Portanto, arrependa-se, entregue-se e viva para Cristo, então, sua alma viverá.

Camila Scholl/ Apucarana – PR

Minha História de Amor – Ian e Larissa

Reading Time: 4 minutes

Olá meninas!
Hoje quero compartilhar com vocês a história de amor de um jovem casal dos Estados Unidos, Ian e Larissa Murphy.

Essa história tem comovido a muitos pelo tocante de superação e fidelidade. Eles se conheceram na faculdade em 2005, e em pouco tempo decidiram-se namorar. Após dez meses de relacionamento, planejavam ficarem noivos e casar após concluírem o ensino superior, em dezembro de 2006. Até então, a história deles era como a de milhares de jovens cristãos que resolvem trocar alianças.

No entanto, a vida lhes reservou o inesperado: uma viagem a trabalho de Ian a New Pittsburg provocou um acidente terrível de carro. A notícia do desastre fez com que Larissa orasse em todo o percurso para o hospital. “Pedia a Deus que não fosse nada de grave na cabeça”, conta. Mas infelizmente Ian foi acometido com traumatismo crânio-encefálico. Não se sabia ainda como o jovem ficaria. Ele foi reprovado em 4 dos 5 testes de exame cerebral. Depois da situação clínica delicada, muitas orações foram feitas e Ian começou a se recuperar e responder gradativamente aos testes.

Leia mais…

Uma Tendência que você NÃO precisa seguir

Reading Time: 3 minutes

Oi meninas! Tudo bem com vocês?

Como vocês sabem, a moda vive mudando, e acho que isso que faz o mundo fashion ser tão legal, o poder aproveitar roupas e acessórios que você pensou que não usaria mais, os penteados dos anos 60, as diversas estampas, os diferentes tipos de modelagem… e por aí vai! A moda sempre apresenta opções para todos os gostos e bolsos, mas às vezes as tendências que aparecem por aí nem sempre são as mais legais, às vezes a mídia apresenta algo usado por tal famoso, a moda pega e você nem sabe por quê está usando aquilo.

Leia mais…

Solteiras e muito úteis

Reading Time: 2 minutes

​Existe um potencial em nossas igrejas. Na maioria das vezes, negligenciado: SOLTEIRAS.

No meio evangélico, sobram programas e literaturas para crianças, adolescentes, jovens, casais e terceira idade, porém o que dizer das adultas sem cônjuge?

Na maioria das vezes, sem saber o que fazer com elas e sem conseguir “classificá-las” a igreja fica empurrando para um casamento, às vezes, prematuramente.

Muito triste! Desta forma a igreja passa algumas mensagens muito insensíveis do tipo:

  1. Uma pessoa solteira é incompleta;
  2. O objetivo da igreja para a solteira é achar um casamento;
  3. Só existe sentido relacional dentro do casamento.

Estou convicta que um dos melhores presentes quando nascemos na família de Deus é o de recebermos uma “família cristã”. Pertencemos à um Deus relacional. No Seu plano perfeito, Ele nos colocou em convívio em grupos para trabalharmos juntos na expansão do Seu Reino. Nestes grupos é onde vivemos a mutualidade e onde somos aperfeiçoados.

Quando a igreja é insensível às necessidades das solteiras, oferece à elas apenas a programação de “jovens” e destes grupos, participam jovens de 16, 18 anos com interesses muito diferentes da faixa etária entre 25, 35 ,45, 55, 60 anos ou mais. O que dizer das viúvas, divorciadas e desapontadas com relacionamentos que não mais existem? Onde abrir o coração?

Deus quer que tenhamos relacionamentos de valor, onde possamos exercitar a mutualidade. Aliás, minha experiência me mostra que pessoas que não sabem exercer esta mutualidade enquanto solteiras, terão grande dificuldade em exercê-la no contexto conjugal. A igreja deveria ser a maior promotora para este ambiente relacional saudável. Infelizmente o que vemos é o contrário: malícia, ciúmes, inveja.

Como assim? Na igreja? Sim…que tristeza! Basta haver uma aproximação entre pessoas de sexos diferentes, as insinuações começam, abortando uma grande amizade, ou gerando expectativas irreais em um dos envolvidos. Muitas vezes, solteiras de nossas igrejas acabam preferindo ter amigas “fora do contexto igreja” para evitar pressões ou comentários maliciosos. Desta forma, deixamos de cumprir uma das mais gostosas funções da igreja que é o de zelar por relacionamentos puros num contexto saudável proporcionando trocas e crescimento, apoio mútuo, amparo, enfim: mutualidade.

Meu convite é que façamos uma análise de nossos contextos e práticas:

  1. A igreja que participo promove ou estimula o encontro significativo entre as pessoas? Existe um espaço para as solteiras adultas?
  2. Quais são os meus pensamentos quando vejo pessoas de sexo diferentes desenvolvendo uma amizade?
  3. Quais são os meus comentários?
  4. Tenho um profundo respeito pelas pessoas com as quais me relaciono ou as empurro para confiarem mais em relacionamentos “fora do contexto igreja”?

Que Deus tenha misericórdia de nossos ajuntamentos e práticas e que possamos ser agentes de “vida relacional”!

Sugestão de Leitura:

  • Dilemas do Estado Civil, Compreendendo pessoas solteiras – Mariluce Emerim de Melo August – Editora Esperança.
  • Potencial Invisível na Igreja, 8 marcas de uma comunidade acolhedora para pessoas adultas sem cônjuge – Hartmut August – Editora Esperança.

Autora: Karen Lopes Wild – Florianópolis/ SC

Colunista-04

Um hábito que pode mudar sua vida!

Reading Time: 1 minute

Sabe que hábito é esse?

É memorizar versículos!

Infelizmente usamos pouco nossa cabecinha pensante e a deixamos preguiçosa.

O desafio do FéMenina consiste em desafiar a nossa memória e enchermos nossas vidas da Palavra de Deus.

Será que você consegue em 21 dias decorar 21 versículos?

Se você não conseguir, sem problemas! O que interessa é tentar!

Chame suas amigas, seus amigos, seus líderes e liderados, mande os versículos que postaremos diariamente em nossa página pelo whats, face, etc e etc…

Imprima os cartões de versículos e os leve no bolso, na academia, caminhada, facul, escola ou onde quiser.

PDF_21 versiculos

Só não fique fora desse movimento.

FéMeninas cheias da Palavra!

Hoje explicamos o desafio, amanhã começamos. Ok?

Ps: No final do desafio você poderá mandar um vídeo com os 21 versículos decorados e concorrer a muita coisa legal!

Quem topa?

Colunista-01

Roberta Spitaletti

Reading Time: 2 minutes

Olá meninas, esse é o meu primeiro post com sugestões musicais para vocês curtirem, e eu gostaria de compartilhar algo que tem falado muito ao meu coração.

Roberta Spitaletti não é uma cantora muito conhecida ainda, tem uma voz doce e suave, seu estilo é bem folk, e sua música expressa Cristo com letras lindas e inspiradoras. A música “Confiar” é uma daquelas canções que não sai da minha cabeça.

Com uma estrutura simples, violão e voz, essa música singela transmite uma mensagem muito profunda sobre o que é a fé: confiar em Deus mesmo quando não podemos enxergar o Seu agir. Ao mesmo tempo, é uma declaração de esperança, pois a qualquer momento, um milagre pode acontecer em nossas vidas.

Espero que o Espírito Santo do nosso Deus ministre ao coração de cada uma de vocês assim como fui ministrada através dessa canção!

Tive momentos na minha vida

que eu duvidava que você existia

eu suplicava por um sinal

esperava algo sobrenatural

Algo que pudesse sentir

ver pra poder decidir

que comprovasse o existir

pra confiar em Ti

Enquanto esperava por coisas grandes

eu deixei de perceber

que todo dia na minha vida

um milagre pode acontecer

Algo que eu posso sentir

não posso ver mais sei que estás aqui

Enquanto eu existir

Vou confiar

No ar que eu respiro

na casa que eu vivo

em cada amigo

no caminho que sigo

Pois a fé é acreditar

até quando não posso enxergar

mesmo que o céu não possa tocar

eu vou confiarLeia mais…

Minha História de Amor – Maira e Fabricio

Reading Time: 5 minutes

Olá queridas! Meu nome é Maira, moro em Santa Maria de Jetibá-ES e sou membro da Igreja Batista em São Luís.

Eu não teria como contar minha história de amor sem contar um pouco de como foi minha conversão (prometo ser breve rsrs).

Eu conheci a Jesus num dos momentos mais difíceis de minha vida, eu tinha um casamento de 7 anos quando descobri que meu esposo tinha um caso extraconjugal. Com a ajuda de Deus, consegui perdoar a traição, e me joguei a partir de então aos pés de Jesus, crendo que Ele poderia restaurar meu esposo e casamento.

Passados 2 anos, vi que não era desejo de meu esposo a restauração de nosso casamento, já que ele permanecia neste outro relacionamento. E, quando a moça com quem ele estava engravidou pela segunda vez, ele saiu de casa para viver com ela. Vi-me totalmente desestruturada emocionalmente, sem expectativas, planos ou sonhos.

Lembro-me que o meu desejo na época foi voltar para casa dos meus pais, que moram em outra cidade (100 km de Santa Maria de Jetibá). Orei por esta confirmação de Deus por um ano, e me lembro de Deus sempre dizer suavemente ao meu ouvido: “aguarde mais um pouco” e eu sempre dizia a Deus: “esperar o quê?” Confesso que pensei que Deus me mandava aguardar, porque ainda iria restaurar meu casamento…

Mas não foi isso que ocorreu, e no final deste mesmo ano veio a surpresa.

Leia mais…

Chemise – o que e pra quê?

Reading Time: 3 minutes

Oie meninas! 🙂

Sabem aquela camisa super alongada que acaba virando um vestido? Em Francês são chamadas de “chemise”, no Brasil “vestidos camisa”, mas também são conhecidos como “shirt dresses”. Eles são um clássico da moda e nunca deixam de ser tendência. Só que dessa vez eles vieram com tudo!

chemise-vestido-camisa-shirtdress02-legging

Eles são muito elegantes, sofisticados, mas também com uma modelagem social, pois oferecem praticidade e versatilidade, sendo um item indispensável no guarda roupa de quem curte ser moderna. E para usar ele não tem idade.

chemise-de-seda-manga-curta

Existem modelos incríveis, um mais elegante do que o outro, em diversos tecidos cores e estampas lindas que podem aparecer em tecidos nobres como seda, algodão egípcio, cetim e outros que garantem caimento perfeito e qualidade extrema.

blog-de-moda-feminina-o-que-é-chemisierchemise

O vestido-chemise é uma peça multifuncional que pode ser usada como vestido ou também como blusa, neste caso usado com legging e também com calça flare, assim como agregar uma super bota ou outros acessórios, dependendo da ocasião.

Sem-Título-1Sem-Título

Aposte no modelo risca de giz para o trabalho e azul navy para os dias de folga, o truque é marcar a silhueta com um cinto ou até mesmo escolhendo um modelo que já tem elástico na cintura para deixá-la mais feminina.

chemises1

103806-calca-flare-combinada-a-chemise-e-637x0-3

O bacana da chemise é que o shape (a forma) é mais soltinho, portanto pode ser usado por mulheres mais magrinhas ou até mesmo as que estão acima do peso, pois esconde as proporções do corpo.

chemises pluz sizevestido-estampa-catedral-plus-size_176206_180_99

Truques para compor o look
Como o verão está chegando, o chemise e sua versatilidade. também podem ir à praia. Para de dia, usar o chemise com rasteiras, sapatilhas, sandálias, acompanhado de cintos. O cinto é um diferencial na roupa. Tanto faz um cinto num estilo ‘hippie’, mais largo no quadril, ou mais arrumadinho, na cintura”. Bolsas dão um toque especial, um brinco com um dos tons do chemise, pulseiras… Tudo é bem-vindo dependendo do momento que for usá-lo.

Um chemise em tecido levinho pode (deve) ser usado uma sandália mais pesada. Essa mistura pode ser feita inclusive à noite. Neste horário, entram os chemises em seda e georgette (tecido leve de seda, tecido em ponto de tafetá) e com transparências (o vestido pode ser usado com uma combinação por baixo, por exemplo).

E para finalizar, essa semana vi a história de um casamento em que a noiva fez as madrinhas usarem chemise, acreditam? Olha que legal e original!

12250142_796499373811012_1726681579179232936_n

Muito lindos não é? Eu tenho o meu e usei em uma festa de 15 anos que o traje era liberado (podia ir de Rock’n roll), então usei um floral amarradinho na cintura, uma meia calça preta e um sapato alto e me senti super confortável!

Colunista-03

Minha verdadeira lista de ação de graças: coragem para estar quebrantada.

Reading Time: 5 minutes

Você não precisa morrer para sentir que não está realmente vivo.

Você pode até ser amada pelo homem dos seus sonhos, cujos braços de esposo circundam sua cintura durante a noite. Você pode amar os dois meninos mais lindos do mundo, os quais você sempre lembrará descansando recém-nascidos quentinhos e leves no seu peito. E ainda assim, sentir que há algo faltando lá dentro.

É difícil falar com as outras pessoas sobre algo que é difícil para você mesma encarar. Eles podem pensar que você está sendo ingrata, ou que você não está contando suas bençãos. Eles podem pensar que a sua fé é inoperante. Mas as coisas não são desse jeito. Há algo mais profundo acontecendo.

O lugar lá dentro…

Eu sei como é. Como é ter que se virar sozinha. Estar bem. Se sentir entorpecida em lugares que ninguém consegue ver. Eu em minha infância… ainda sozinha… segurando as pontas. Este sentimento não aparece quando estou no trabalho, ou participando de uma conferência. Ele não está presente quando estou passeando com minhas amigas, ou quando estou na igreja, onde tudo está onde deveria estar. E se você me vê no mercado, levando meus filhos para o futebol, cuidando da casa, você pensaria que tudo está bem.

Este lugar lá dentro de mim onde me recomponho, é onde vou quando estou me sentido deprimida, confusa ou estressada. Na privacidade da minha alma, onde as memórias estão, estão também as minhas feridas.

Fé maior.

Você sabe que o mês de novembro é a época do ano quando falamos sobre sermos agradecidos. Mas para alguém como eu, que está atravessando a jornada da cura, tendo que me lembrar de todas as pessoas, lugares e histórias que me machucaram, as coisas pelas quais sou grata podem não ser aquelas que estão na lista das outras pessoas. Antes da minha jornada através da ansiedade debilitante, eu conseguia ignorar o sentimento de vergonha por crescer num lar com muitos problemas. Eu queria me tornar forte e corajosa por ser competente. Eu não entendia que Deus poderia me fazer forte e corajosa estando quebrantada. Eu era nova em minha jornada de fé. Naquele tempo, quando eu era apenas uma garotinha, eu não entendi que se precisa de uma fé muito maior para ser quebrantada do que para ser competente.

Ainda assim…

É o que Jesus escolheu no Jardim do Getsêmani, na noite que todos estavam relembrando a Páscoa e agradecendo a Deus por estarem a salvo da morte. Foi a noite que Jesus escolheu não estar a salvo da morte. Foi a noite que Jesus se sentiu morrendo…

Ainda assim, ele celebrou a Páscoa com seus amigos mais chegados.

Ainda assim, ele agradeceu a Deus pelo pão.

Ainda assim, Jesus agradeceu pelo vinho.

Jesus confiou.

Levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se.

Disse-lhes então: “A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal. Fiquem

aqui e vigiem comigo” (Mateus 26.37,38).

Jesus não queria a dor, mas ele nos queria ainda mais.

Então, Jesus escolheu estar quebrantado.

E neste tempo de ação de graças, meu coração está se abrindo.

Minha alma está acordando com cada memória dolorosa que está emergindo.

Estou dando um passo para fora do meu estado de dormência, para agradecer. Não porque eu sou forte ou porque está tudo perfeito. Eu possuo algo este ano, o qual eu nunca possuí antes. Eu tenho um coração que está se tornando verdadeiro.

Minha real lista de ação de graças.Leia mais…

Alegria!

Reading Time: 3 minutes

happiness-wide

A alegria está no coração de quem já conhece a Jesus!

A verdadeira paz só tem aquele que já conhece a Jesus!

Confessa! Você cantarolou as frases acima, né?

Eu não sei quantas milhares de vezes já ouvi essa canção! Lembro que até falei algumas vezes: “Ah não, essa música de novo? Pula essa hoje, por favor?” hehehe

Essa música até pode ser velhinha, mas o tema dela é super atual: alegria!Leia mais…