Sonhos…

Reading Time: 1 minute

Pode escrever e de caneta: todo sonho se realiza.

Se realizam através do outro que acompanha a história e jura que vai fazer tudo pra te ver feliz.

Se realizam numa segunda-feira chuvosa ou numa quarta-feira nublada, te provando que não é só no fim

de semana que as coisas dão certo.

Se realizam fora de hora, te pegando despreparado e jogando na sua cara o ditado: “Oportunidade é careca”.Leia mais…

Nossa História – William e Cibele Goulart

Reading Time: 5 minutes

“Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos”, declara o Senhor. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos.”
Isaías 55:8,9

Foram 26 anos esperando por minha parte… 28 por parte do meu presente… mas comprovamos a bondade e fidelidade do nosso Deus e vou compartilhar nossa história para que vcs não percam a fé de em Deus e perseverem na espera…

Apenas tinha tido um ‘ficante’ aos meus 13 anos, algo de que me envergonhava… na época me sentia mal, o Espírito Santo falava ao meu coração…até que certo dia decidi dar um basta nisso… sofri… mas fiz uma aliança com Deus, de que o próximo menino que eu beijasse seria meu esposo.

Alguns meses depois, estava indignada com uma garota que dava em cima de todos os meninos na igreja. Conversando com a minha irmã sobre isso, ela me lançou promessas, dizendo que não era para me preocupar, que seria muito feliz e que a pessoa que Deus tinha pra mim olharia em meus olhos e veria a diferença, e o presente que Deus teria para mim ninguém iria abrir. Naqueles dias minha irmã tinha feito uma cirurgia no joelho e veio a falecer por embolia pulmonar alguns dias depois… Foi um trauma na família, mas o conforto sempre foi em ter a certeza de ela estar nos braços do Pai. Logo também recordei nossa conversa e dei importância para ela.

Leia mais…

Terra à vista

Reading Time: 2 minutes

O outono já chegou e vem trazendo uma tonalidade de cores bem peculiar. Uns chamam de ferrugem, outros de terra e já ouvi avelã também. Não há como negar que estes tons remetem mais ao frio, mas você pode combiná-lo com peças bem básicas pra não exagerar neste outono abençoado! Cuidado com seu tom de pele para não ficar parecendo uma cenoura!

Você vai ver muitas destas peças em suéde (material semelhante à camurça), inclusive em bolsas, cintos e sapatos!

Leia mais…

Solteira e feliz?! Nunca!

Reading Time: 3 minutes

Se ao ler o título deste post você pensou: “nunca mesmo!” essa série é pra você! Falei isso para uma amiga uma vez: “solteira e feliz não combinam”. Mas, se esse é seu status atual e você precisa lidar com os desafios e obstáculos que ele traz, não sabendo por quanto tempo, ou o que Deus trará na próxima curva do caminho, você tem duas opções – pelo menos as que eu vejo mais claramente: ficar afundada no sofá devorando um pote de sorvete, curtindo uma festinha de autopiedade regada pelas palavras desencorajadoras e mentirosas de satanás, muitas vezes baseadas no seu passado e não no seu futuro ou, se agarrar com todas as forças naquele que é a verdade, Jesus!

Se estou escrevendo, não é porque cheguei lá… no alvo do contentamento. O título do post muitas vezes parece verdade pra mim. O meu senso de valor está profundamente linkado em estar num relacionamento ou ter filhos. Talvez eu esteja cansada de me sentir fracassada na jornada da solteirice e penso que esse sentimento não tem nada a ver com o que Deus promete na sua Palavra… quero a vida em abundância fluindo dentro de mim, solteira ou não!

Isso não significa que não haverão dias mais cinzas e noites em que acordarei rodeada de todo o papel higiênico que usei para enxugar as minhas lágrimas, mas quero dias mais azuis. Dias que convidarei Jesus para andar ao meu lado nessa vida de mulher solteira, renovando a minha esperança, me ensinando a verdade. Vamos juntas?! Para isso, vamos pegar uma carona com os sábios conselhos da Nancy DeMoss em sua série “Thoughts for my single sisters before I become a “Mis”” – Pensamentos para minhas irmãs solteiras antes de eu me tornar uma senhora – e outros textos que forem surgindo no meio do caminho.Leia mais…

Um dia de lembranças…

Reading Time: 1 minute

“Mas ficaram, ali Maria Madalena e a outra Maria, sentadas diante do sepulcro” Mt. 27.61

Num sábado como hoje fico imaginando o que estava passando  no coração das mulheres que seguiam a Jesus…

Tristeza?

Solidão?

Expectativa?

Confusão?

Numa cultura de desamor a mulher. Aquele homem foi um verdadeiro gentleman

Creio que um filme passava na cabeça delas.

Penso na mulher chamada de “adúltera” – ela encontrou a sua dignidade em Jesus.

Será que seu coração estava dilacerado?

O primeiro homem a tratá-la com dignidade estava morto. O que faria agora?

Restaram-lhe as lembranças e ensinamentos.

Penso nas tantas “Marias”  estas que foram ao sepulcro e nas tantas outras como a amiga, a mãe…

Este dia não devia estar sendo nada fácil. Mesmo com tantas promessas futuras, a dor do presente parecia calar a esperança de um futuro…

Algo novo aconteceu e lidar com tudo isso trazia à tona uma sensação “inexplicável”…

Quantas vezes passamos por momentos onde o “inexplicável” que ser explicado?

Quantas vezes,  a confusão vem nos visitar e insiste em morar em nossos corações?

Ah, como eu quero ser fiel também nesses dias, e assim como as “Marias” permanecer ao lado do sepulcro daquele que me amou até o fim.

E que na na confusão, eu traga a memória quem Ele é…

marta

 

A maior declaração de amor: Ele deu sua vida por Ela…

Reading Time: 2 minutes

Que tipo de declaração de amor você mais curte? Os apaixonados de plantão terão muitas respostas para dar, como: recadinhos românticos na geladeira, no whatsApp, em forma de música, poesia, cartas etc e etc. Mas hoje quero falar de uma declaração chocante: a declaração em forma de MORTE.

Estranhou?

Não gostamos de falar de morte, mas ela está presente em todos os lados. Há quem morra por doenças, acidentes, assassinatos, todos os dias. Mas há muito tempo atrás uma morte teve uma aparência diferente. Ela expressou o amor. Ela conjugou o amor. Ela vivenciou o amor. Ela foi uma declaração de amor.

Se eu fosse escrever um livro sobre esta história de amor, não conteria as emoções. Pois esta morte foi a mais trágica e ao mesmo tempo a mais cheia de beleza que já ouvi. É a morte de um príncipe perfeito que morava no céu e desceu na terra para morrer por alguém imperfeito.

A morte, foi a única forma desse Príncipe ter sua amada para sempre ao seu lado. Sim, quanto amor envolvido!

E esta amada tinha um nome… Igreja é o nome dela.

“Como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela…” Ef. 5.25

Só espero do fundo do coração que ela entenda o tamanho do amor deste Príncipe por ela…

De tanto que Ele a ama, chegou a morrer por ela!

Será que ela precisa de uma declaração de amor maior?

Colunista-01

Mood: Xadrez

Reading Time: 2 minutes

Outono é sempre sinônimo de xadrez, é só esta estação chegar que a gente começa a desenterrá-los do armário, fazendo combinações super estilosas.

Eu, particularmente, AMO xadrez, uso quando me dá vontade e quando estou no mood. Mas não podemos negar que o xadrez é perfeito para o Outono, principalmente porque combina com as cores da estação e com as malhas e coberturas mais pesadas que acabamos usando.

Antigamente, o look era sempre “camisa xadrez + calça jeans”, hoje dá pra se jogar nos vestidos, peças inteiras, calças estampadas, acessórios e por aí vai.

Separei alguns looks para você se inspirar:

Saias com essa estampa são a cara do outono, não é mesmo? Olha só como combina tanto como look despojado, ou como look pronto para sair.

Leia mais…

Quando as nossas experiências de vida atrapalham o nosso relacionamento com Deus… E agora?

Reading Time: 3 minutes

Relacionamentos, impossível vivermos sem. Somos cercados por eles: com os nossos pais, irmãos, filhos, marido/namorado, demais familiares, no ambiente de trabalho, na escola/faculdade, na igreja, etc. É muito gostoso ter alguém com quem conversar e compartilhar momentos, não é mesmo?

Mas, para muitas pessoas construir relações é difícil, devido ao medo do abandono, receio do sentimento não ser recíproco ou insegurança. No consultório frequentemente nos deparamos com indivíduos que não conseguem se envolver emocionalmente, que têm dificuldade para estabelecer vínculos e para confiar a ponto de expressar seus problemas e seus sentimentos.

Como e por que isto acontece? A maneira como nos relacionamos começa a ser construída na infância, já no primeiro ano de vida, através da interação com os nossos pais ou cuidadores. É um processo de aprendizagem, em que aprendemos a interagir pela maneira como eles se relacionam com a gente. Com o decorrer do tempo, conforme começamos a integrar outros círculos sociais, tendemos a continuar a estabelecer relações de acordo com o que vivenciamos.

Leia mais…

Quando o choro se transforma em glória

Reading Time: 5 minutes

O evangelho de João nos conta sete realizações milagrosas de Jesus onde mostrou ao mundo o poder e a glória de Deus. Os sinais são estes:

– A transformação da água em vinho, em Caná

– A cura do filho do funcionário do rei

– A cura do enfermo (paralítico) em Betesda

– A multiplicação de pães e peixes

– Jesus caminhando sobre o mar da Galiléia

– A cura do cego de nascença

– A ressurreição de Lázaro

Mas vamos falar de choro. E este último sinal tem a sua marca própria, este último conta sobre o dia em que o próprio Filho de Deus chorou.

Leia mais…

Minha História de Amor: Tânia Mara e Jair

Reading Time: 5 minutes

NOSSA HISTÓRIA DE AMOR…

Bem, recebi com muita alegria o convite da minha amada irmã em Cristo e também de coração Greyce para escrever sobre nossa história de amor… a história de TÂNIA MARA e JAIR

Bem, a Greyce não vai me deixar faltar com a verdade, então preciso ser exata kkkk, pois ela conhece muito bem tudo isso….

Então, no ano de 1991 quando retornei à São Lourenço do Oeste – SC, depois de morar quase 04 anos no Rio de Janeiro, comecei a frequentar a Igreja Batista Pioneira, pois havia me convertido há pouco tempo e precisava conhecer melhor a Palavra de Deus… Depois de alguns anos e após terminar meu noivado com uma pessoa do Rio de Janeiro, começou minha história, primeiro de aversão, depois de amizade, e muito depois de amor… kkk com o Jair.

Nossa, ele era recém convertido, um rapaz bem metido, narizinho empinado… Na verdade era vizinho dos meus pais e sabe aquela pessoa que seria a última a você gostar na face da terra? Era essa pessoa para mim, o Jair… (amado).

Então esse detestável rapaz (para mim) começou a frequentar o grupo de jovens da Igreja. Com o tempo a imagem ruim foi se dissipando e acabamos nos tornando grandes e inseparáveis amigos. Lembro de certa época que o Jair foi embora para Florianópolis e eu senti muito a falta do meu amigo. Ele também, pois me mandava bilhetes de amizade, escrito até em guardanapo de papel, mas o que valia era a intenção. Eu ajudava ele a conquistar as moças que ele estava afim kkk, nunca imaginava que um dia ele seria meu marido.

Leia mais…