10 homens com quem uma mulher cristã não deve casar-se

O que é bom precisa ser repassado. Hoje, nesta sexta-feira linda, nós da equipe Fémenina, queremos recomendar a leitura deste ótimo texto de J. Lee Gradi. Nos alegramos muito quando vimos que eles recomendam repassarmos este material. Então ~~>bora repassar o/
Leiam, curtam e releiam….rsss
Ótima leitura!
Minha esposa e eu criamos quatro filhas – sem espingardas em casa! – e três delas já se casaram. Nós amamos nossos genros, e é óbvio que Deus escolheu a dedo cada um deles para combinar com os temperamentos e personalidades das nossas filhas. Eu sempre achei que Deus gosta de agir como “casamenteiro”. Se Ele pôde fazer isso por minhas filhas, Ele pode fazer por você.
Hoje, eu conheço muitas amigas solteiras que gostariam bastante de encontrar o cara certo. Algumas me dizem que as opções são escassas em suas igrejas, então, então se aventurado no mundo dos encontros online. Outras desistem em desespero, imaginando se ainda resta algum cristão decente por aí. Elas começam a questionar se deveriam baixar seus padrões para encontrar um par.
Meu conselho permanece: não se conforme com menos que o melhor de Deus. Muitas cristãs têm terminado com um Ismael porque a impaciência as empurrou para um casamento infeliz. Por favor, aceite meu conselho paternal: você está muito melhor solteira do que com o cara errado!
Falando de “caras errados”, aqui estão os 10 tipos principais de homens que você deveria evitar ao procurar por um marido:
1. O incrédulo. Por favor, escreva 2 Coríntios 6.14 em um post-it e cole-o em seu computador do trabalho. O texto diz: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”.. Essa não é uma regra religiosa antiquada. É a Palavra de Deus para você hoje.
Não permita que o charme, o visual ou sucesso financeiro de um homem (ou a disposição dele de ir à igreja com você) te leve a comprometer o que você sabe que é certo. “Namoro missionário” nunca é uma estratégia sábia. Se o rapaz não é um cristão regenerado, risque-o da sua lista. Ele não é o certo para você. Ainda estou para encontrar uma mulher cristã que não se arrependeu de casar-se com um incrédulo.
2. O mentiroso. Se você descobrir que o homem com quem você namora tem mentido sobre o passado, ou que está sempre cobrindo seus rastros para esconder segredos de você, fuja para a saída mais próxima. Casamento deve ser construído sobre um fundamento de confiança. Se ele não pode ser confiável, termine agora antes que ele te engane com uma decepção ainda maior.
3. O playboy. Eu queria poder dizer que se você encontra um cara legal na igreja, pode assumir que ele vive em pureza sexual. Mas esse não é o caso hoje. Tenho ouvido histórias tenebrosas sobre solteiros que servem na equipe de música no domingo, mas agem como Casanovas durante a semana. Se você se casa com alguém que estava dormindo por aí antes do seu casamento, pode ter certeza de que ele estará dormindo por aí depois do casamento.
4. O caloteiro. Há muitos cristãos firmes que experimentaram o fracasso conjugal anos atrás. Desde o divórcio, eles vêm experimentando a restauração do Espírito Santo e, agora, desejam casar-se novamente. Segundos casamentos podem ser muitos felizes. Mas se você descobre que o homem com quem namora não tem cuidado de seus filhos de um casamento anterior, uma falha falta foi exposta. Qualquer homem que não pague por seus erros do passado ou sustente filhos de um casamento anterior não tratará você com responsabilidade.
5. O viciado. Homens de igreja que têm vícios com álcool ou drogas aprendem a esconder seus problemas – mas você não quer esperar até sua lua-de-mel para descobrir que ele é um bebum. Nunca se case com um homem que se recusa a pedir ajuda por seu vício. Insista que ele consiga ajuda profissional e afaste-se. E não entre em um relacionamento codependente em que ele afirma que precisa de você para ficar sóbrio. Você não pode consertá-lo.
6. O vagal.  Eu tenho uma amiga que percebeu depois de casar-se com o namorado que ele não tinha planos de arrumar um emprego fixo. Ele tinha elaborado uma ótima estratégia: ele ficaria em casa o dia todo e jogaria videogame, enquanto sua esposa trabalhadora labutava e pagava todas as contas. O apóstolo Paulo disse aos tessalonicenses: “Se alguém não quiser trabalhar, não coma também.” (2 Ts 3.10) A mesma regra aplica-se aqui: se um homem não quer trabalhar, não merece casar com você.
7. O narcisista. Eu sinceramente espero que você encontre um rapaz que é bonito. Mas, seja cuidadosa: se seu namorado gasta seis horas por dia na academia e regularmente posta fotos de seus bíceps no Facebook, você tem um problema. Não se apaixone por um cara egocêntrico.  Ele pode ser bonito, mas um homem que está apaixonado pela aparência e por suas próprias necessidades jamais conseguirá te amar sacrificialmente, como Cristo ama a igreja (Ef 5.25). O homem que está sempre se olhando no espelho nunca perceberá você.
8. O abusador. Homens com tendências abusivas não conseguem controlar sua raiva quando a situação esquenta. Se o rapaz que você namora tem a tendência de perder as estribeiras, seja com você ou com outros, não fique tentada a racionalizar seu comportamento. Ele tem um problema e, se você se casar com ela, terá de navegar por esse campo minado todos os dias evitando desencadear outra explosão.  Homens irritados machucam mulheres – verbal e, às vezes, fisicamente. Procure um homem que seja gentil.
9. O crianção. Pode chamar-me de antiquado, mas eu suspeito de alguém de 35 anos que vive com seus pais. Se sua mãe ainda está fazendo a comida, a limpeza e passando as roupas dele, pode ter certeza de que ele está parado no tempo. Você está pedindo pro problemas se acha que pode ser esposa de um cara que não cresceu. Recue e, como amiga, encoraje-o a encontrar um mentor que possa ajudá-lo a amadurecer.
10. O controlador. Alguns cristãos pensam que casamento se trata de superioridade masculina. Eles podem citar a Escritura e soar super-espirituais, mas, por trás da fachada de autoridade há profunda insegurança e orgulho que pode transformar-se em abuso espritual. Primeira Pedro 3.7 manda que os maridos tratem suas esposas como semelhantes. Se o homem com quem você namora te rebaixa, faz comentários degradantes sobre mulheres ou parece esmagar seus dons espirituais, recue agora. O poder lhe subiu à cabeça. Mulheres que casam controladores religiosos frequentemente terminam em um pesadelo de depressão.
Se você é uma mulher de Deus, não venda sua primogenitura espiritual casando-se com um rapaz que não merece você. A melhor decisão que você pode tomar na vida é esperar por um homem que se entregou a Jesus.
POR J. LEE GRADY | 21 de fevereiro de 2014
Tradução: Josaías Jr
(Visited 96 times, 1 visits today)
Posted in Conselhos de amiga.

6 Comments

  1. não querendo me meter mas já me metendo … eu concordo com esse post mas discordo da ilusão que ele passa… não existe príncipe encantado, qualquer homem tem suas falhas, os homens nunca vão encontrar aquela pessoa perfeita que nunca fez nada de errado na vida, todos temos desejos e vontades que uma hora fizemos mesmo sem querer e dai já erramos nessa lista ai. Existe sim uma mudança mas é depois do relacionamento, com a convivência a pessoa muda se tornando um homem ideal pra aquela pessoa, cada pessoa vê a outra diferente de você, essa é a minha opinião não se iluda com a ideia de pessoa perfeita, mas sim que se o sentimento for verdadeiro é o correto e a mudança vem com o dialogo e a convivência 😉 #ficadicamoças

  2. Concordo em partes.
    Como no comentário deste outro rapaz, eu faço coro a ele.
    O texto apenas contribui para esta ilusão cultivada no meio cristão-evangélico de que Deus tem a pessoa certa guardada para um determinado momento. Isso é categoricamente errado!
    Pessoas tem erros, pessoas tem passados, pessoas precisam de ajuda e o amor supera todos os requisitos e moldes que o padrão gospel vem pregando massivamente dentro das igrejas nas últimas duas décadas. O amor é simplesmente o amor. Ele não mudou seu significado em 1 Co 13.
    Os evangélicos de determinadas igrejas, são tão calvinistas para estas questões sentimentais, e por ora tão arminianos naquilo que lhes convém.
    Ensinemos aos rapazes e as garotas a amar de coração, e não se atrelar à aparências e a forjarem situações em que deva se encaixar o príncipe encantado gospel.
    Somos tão normais quanto as pessoas que não tem Deus. Temos os mesmos sentimentos, as mesmas características, gostos sexuais, modos de seleção e inclusive, na grande maioria dos casos, como o próprio autor do texto citou, alguns rapazes cometem os mesmos erros que os que desconhecem a Deus.
    Essas questões são outras, e não deve se criar pensamentos e opiniões em que incitem as garotas a pensarem serem seres superiores ou melhores do que as pessoas que não conhecem a Deus.
    Todos carecem de Deus e do amor dele. Case-se com alguém que tenha essa consciência e ele não te julgará pelos erros, tão pouco você, homem, será julgado por uma mulher que pensa ter "santidade" o suficiente para te dizer que é ou não o cara certo.
    #ficadica
    Grande abraço!

  3. Como alguém que já casou, posso dizer que casamento não muda ninguém. E pessoas não mudam pessoas – Jesus muda pessoas, o Espírito Santo trabalha nos corações e mentes para mudar as pessoas, já que só Ele convence do pecado!
    Então, se você observa falhas de caráter num rapaz ou moça, não se engane que ele/ela mudará com o casamento. É melhor que a mudança ocorra antes, e então você entre num casamento seguro.
    Também acho que Deus não tem "uma pessoa" para cada outra, mas tem gente que combina melhor, não é? Com certeza todos somos pecadores e necessitamos da graça de Deus e não somos juízes uns dos outros. Mas pense bem – depois de decidir por Jesus, a escolha do cônjuge é a mais importante.
    O Bruno, aí de cima, disse que cristãos não são melhores do que os que não conhecem a Deus – certamente Deus ama a todos de forma igual – mas lembrem-se de que só são FILHOS os que têm a Jesus como Senhor e Salvador. Não se trata de superioridade, mas santidade!

  4. Príncipe encantado não existe mesmo e a pessoa perfeita também não existe eu não acredito nisso, mas acredito no servo de Deus ele sim existe! Diferenças como cor, gostar mais de macarrão e o outro de arroz e feijão, da posição da cortina, sofá, cama ou do frio e calor se um gosta de filme de ação e outro de comédia, roupa e etc… ISSO É NORMAL!!!! O que não é normal é eu aceitar para minha vida um homem mentiroso, vagabundo, narciso, possessivo, incrédulo e etc… ISSO NÃO É NORMAL se eu consigo identificar essas características em um pessoa e não rompo o relacionamento ou nem ao menos converso e oro pela pessoa (não se colocar como cristo) porque quem escolhe a mudança é a pessoa e quem faz a obra é o espirito santo, portanto se eu aceito isso na minha vida, aceito uma pessoa assim para ser meu cônjuge eu do legalidade para todo mal que eu não quis ver fingindo que era inofensivo, habitar na minha vida e no meu casamento. A QUESTÃO NÃO É O HOMEM SER PERFEITO É O HOMEM DE DEUS TER O CARÁTER QUE DEUS APROVA!!! Então meninas não caiam nessa de eu não sou perfeito, uma serva de Deus tem requisitos básicos, e nenhum desses 10 requisitos acima devem estar no homem de Deus que você quer pra sua vida, tem coisas que são INEGOCIÁVEIS nessa escolha! Não tem essa de eu não sou perfeito isso é desculpa barata e também não coloque esse sentimento platônico em cima dos defeitos do outro, pois no final custa caro, escolha se amar primeiro e amar o plano que Deus tem pra você. Homem de Deus faz o máximo para se parecer com cristo assim como a mulher deve fazer também fora disso é besteira, o casamento é a segunda decisão mais importante da sua vida então faça escolha certa baseada em princípios certos! #nãoéserperfeitoétercaráter

  5. Concordo plenamente Lídia, resposta perfeita! PARABÉNS!!! Que Deus continue te abençoando e lhe inspirando mais e mais pra dar mais GLÓRIA a Ele que é o único DIGNO. Abraços de sua irmã em Cristo…

Gostou do post? Deixe seu comentário :)