“Não vou me posicionar” ?

Sempre que surgem assuntos polêmicos existem três tipos de pessoas: as que concordam, as que discordam e um grande número que diz que “não irá se posicionar”. Vivemos em um mundo onde a liberdade de expressão está maior do que nunca e as pessoas têm “direito” de não se posicionar. O grande problema é que esquecem que “não se posicionar” já é “tomar uma posição”.

Dias atrás aconteceu outro fato polêmico envolvendo a nossa fé a defesa dela. Confesso que fiquei “de cara” com o teor da tal exposição e muito ofendida por se tratar de um ataque total à minha fé. Muitas pessoas se posicionaram, brigaram, xingaram, discordaram, concordaram, mas mesmo em meio do chamado “povo de fé evangélico” existiram aqueles que simplesmente “não se posicionaram”, como se não fosse contra a sua fé, como se não fosse consigo, como se o nome de Jesus não tivesse sido difamado, simplesmente pelo fato de poder permanecer confortável em seu sofá apenas observando e “não se posicionando”. O problema não é somente o acontecimento em si, e quando não nos posicionamos na nossa sala de aula quando repudiam o nome de Cristo? E quando não nos posicionamos quando um colega sofre bullying ou outro ato de injustiça? Quando a injustiça bate na nossa porta e abrimos a porta simplesmente por “não querer me posicionar”.Leia mais…

Ouça com o coração

Minha cabeça dói. Quando penso em todos os compromissos que tenho pela frente, sinto o calor da ansiedade subindo pelo peito. Só consigo ficar longe das mídias sociais quando meu celular cai no chão e para de funcionar, e só segunda-feira para levar na assistência. Barulho na televisão, a música no computador, aquele vídeo no Youtube, mais uma postagem no Instagram, mais uma conversa no Whatsapp. Mais alguma coisa pra fazer e mais uma, e mais.

O Pai me convida para o silêncio, para meditar. Ouvir primeiro minha própria respiração, meu coração bater, para poder ouví-Lo também. Ele me chama para uma Lectio Divina. A Lectio Divina é um método de leitura da Bíblia, é um “ouvir com o coração”. Eu o pratiquei há algum tempo e foi uma experiência surpreendente!Leia mais…

Setembro amarelo

Bom seria se o setembro amarelo fosse assim chamado devido ao início da primavera, não é?

Mas… infelizmente, essa não é a realidade.

Você não precisa fazer muito esforço para encontrar diversas pesquisas sobre os índices de suicídio (que só aumentam) ou encontrar diversos textos que buscam ajudar pessoas…

Também, são apresentados diversos fatores para justificar o porquê de tantas pessoas optarem por dar fim às suas vidas. Dentre eles, a pressão imposta sobre os jovens: estudar, estudar, estudar… ter um bom emprego, uma conta bancária com muitos dígitos, o carro do ano… Viver para ter, não para ser. São adultos que não alcançaram seus objetivos (objetivos, talvez, que outras pessoas impuseram para eles)… são adolescentes, filhos, pais, namorados (as), irmãos, professores…

São pessoas. São almas.

Leia mais…

3º dia: Feminismo e Feminilidade

3º dia: Feminismo e Feminilidade

Ao longo desses dias, lendo, relendo e pensando sobre o movimento feminista e a sua influência (visível e invisível) nas nossas vidas, fiquei pensando: Afinal, por que preciso do feminismo?
Como uma resposta exata para a pergunta, nossas amigas do Conselhos para Meninas souberam responder com muita propriedade. Elas levantaram várias questões motivam mulheres a defenderem este posicionamento. Assim, compartilhamos aqui um trecho do artigo “Porque preciso do feminismo”¹, do blog Conselhos para Meninas e desejamos que você fique atenta! Seja sincera e jamais se esqueça do perdão que Deus nos oferece.

Leia mais…

2º dia: Feminismo e Feminilidade

Continuando com a ideia do “quero que chegue logo dia sete”, vou recomendar pra você uma leitura incrível, que tem me ensinado muito sobre o movimento feminista e a abordagem bíblica dele. Maaaas, antes de continuar, não deixe de ler o nosso texto de ontem, pra que você entenda melhor o porquê desse tema no FéMenina.

Muito mais do que um spoiler do livro, desejamos que você conheça o testemunho da autora do livro, que ao longo desses anos, foi feminista, redimida e transformada.

Leia mais…

Feminilidade Radical – 1º dia: Feminismo e Feminilidade

Daqui há 24 dias, estaremos nós, lindas e formosas, participando do tão esperado 3º Congresso FéMenina… (Se você ainda não fez sua inscrição, corre que dá tempo!!). E, para dar um gostinho de “quero que chegue logo dia sete”, vamos falar um pouquinho de um dos assuntos que veremos em Santa Maria: Feminismo e Feminilidade.

“O que significa ser uma mulher e não um homem? Qual a importância da nossa habilidade de dar luz a filhos? Como devemos lidar com a nossa sexualidade? Devemos estruturar nossas carreiras da mesma forma que fazem os homens? Qual é o propósito de ser uma esposa? ” ¹.

Bom, provavelmente você tenha as respostas na sua mente… talvez não bem formuladas, mas alguma opinião sobre esses pontos você tem. A questão é: será que as nossas respostas estão baseadas na Palavra de Deus, a Bíblia, ou tem como referências músicas, textos populares, propagandas, conceitos, estilos de vida ou pessoas que nos cercam?

Leia mais…

O que te dá esperança?

Olá meninas, tudo bem com vocês!?

Hoje quero compartilhar sobre: o que nos dá esperança quando nada vai bem em nossas vidas? Recentemente eu trouxe uma reflexão em um culto de mulheres sobre o texto de Lamentações 3.21-23:
“Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança: Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade!”

O livro de Lamentações tem sua autoria atribuída ao profeta Jeremias, ele foi um homem muito importante e profetizou sobre a destruição de Judá. Lendo sobre sua história no livro de Jeremias, vemos que um dia, Deus o chamou dizendo que o tinha escolhido para ser profeta (mensageiro, “boca de Deus” no meio do povo). Jeremias se sentia muito jovem e incapaz, mas Deus garantiu que estaria sempre com ele e lhe daria as palavras certas para falar ao povo. Naquela época havia muita idolatria, pecados, sujeira, maldade e o coração do povo estava endurecido (que semelhança com a nossa época não é mesmo?).

Jeremias foi chamado para transmitir a mensagem de Deus para que o povo se arrependesse dos pecados e avisar que se não se arrependessem um castigo viria e aquela terra seria destruída. Não foi nada fácil para Jeremias, ele sofreu por transmitir a mensagem de Deus. Foi rejeitado, maltratado e foi preso várias vezes por suas pregações, algumas pessoas até tentaram matá-lo! Mas mesmo em meio a todo esse sofrimento, Deus protegeu a vida de Jeremias. E no fim, suas profecias se cumpriram. Jeremias foi testemunha ocular de suas próprias profecias: ele viu o castigo do povo e sofreu muito com isso porque se importava com sua nação.Leia mais…

Indo além…

Se você é cristã, certamente já leu ou já ouviu falar daquela passagem em que os discípulos estão no barco e Jesus convida Pedro a andar sobre as águas (leia ou releia Mt 14:22-36). Na verdade, é Pedro quem diz para Jesus: “Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas”. Ao que Jesus responde: “Venha”!

Bem, o relato é que Pedro realmente andou sobre o mar, algo impossível para o nosso entendimento e para a nossa capacidade humana. Mas, pela fé, ele andou! O que aconteceu logo em seguida? Pedro, por um segundo, mudou o foco de Jesus para as circunstâncias… O mar agitado e o vento fizeram o discípulo ter medo e, então, ele começou a afundar. Jesus estendeu a sua mão e o salvou, mas não sem repreende-lo (“Homem de pequena fé, por que você duvidou”?).Leia mais…

Dica musical - vocal livre

Dica musical <3

Olá meninas! Hoje a minha dica musical é um grupo vocal composto de jovens amigos que buscam no louvor e no voluntariado, a inspiração para viver e testemunhar a vida cristã. O grupo começou em 2010, num sábado a tarde com quatro amigos e um violão no Unasp campus Engenheiro Coelho. Com muita cantoria e a vontade de organizar um grupo, os quatro viraram oito.

Logo o nome Vocal Livre surgiu e mais três convidados (onze no total). O Vocal Livre se formou. Com dois anos de vida, a banda (piano, violões (2), baixo e percussão) e uma fotógrafa completaram a família. Essa é a descrição do próprio grupo, que já lançou dois álbuns: Bela História e Por Toda a Terra.Leia mais…

FéMenina-como eu me vejo

Como me vejo?

Como fulana tem coragem de sair com aquela roupa? Será que não tem espelho em casa? Será que ela nunca foi numa farmácia se pesar?

Você já ouviu estas perguntas e já pensou isso de alguém, assim como eu? Confesso…infelizmente é verdade… você já percebeu como somos cruéis? É claro que existem muitos “looks” que não são politicamente corretos para uma menina de fé, mas às vezes julgamos o peso de alguém, ou a falta de combinação, estas coisas…falo dos outros…mas e quando somos nós? Existe amor próprio? Pode até existir, mas você poderia pensar agora em uma característica tua? Característica Positiva…já sei…você pensou em milhares de defeitos, e temos uma facilidade incrível de pontuar milhares e milhares de defeitos. Vamos fazer um exercício agora: Tente pontuar tuas qualidades, podem ser físicas, psicológicas, espirituais….conseguiu? Foi mais difícil né?

Leia mais…